Se conselho fosse bom… não era dado por um polvo
24/07/2011 | Categoria: Uncategorized

Eu, depois de muito tempo me tornei expert em dar conselhos inúteis. Deus – ou qualquer outro nome para Ele, O cosmo, a coisa, Buda, Brama, Jesus, O Senhor, Alfa e Ômega, O Dono, Jeová, mas para simplificar, Deus mesmo – me deu o "dom", de entender a mente das pessoas. Conheço muito mais gente assim. Que olha pra você e sabe exatamente o que está sentindo. Que não te deixa mentir, sabe que é uma mentira. Acho que meus poderes se limitaram a entender sabe.

Os meus problemas começam quando querem que eu entenda e Aconselhe. Sim, com A maiúsculo. Vamos ao dilema de todo aconselhador, ou qualquer que seja o nome dado a quem aconselha.

1- Todo mundo é diferente. Você dá um conselho, e a outra pessoa tem milhões de motivos pra achar que você está completamente errado.

2- A gente é obrigado a imaginar, o que a pessoa que pediu conselho está pensando. Adivinhar o que as pessoas envolvidas estão pensando. E o que as pessoas não envolvidas (leia-se desocupados que preocupam-se com a vida alheia) vão pensar.

3- Tem aquela parte chata de "se der errado a culpa é minha". E mesmo que a culpa não seja minha, pelo menos a minha consciência fica pesada, não sei a de vocês.
Por isso, na dúvida, eu num digué nada, como diz um ditado muito sábio da minha querida amada e quente região Nordeste.
E aí vem o primeiro mandamento para consolar um amigo desesperado, que não sabe se fica ou vai, se pega o namorado da amiga ou não, se fica ou quieta e chega no cara, se fala para a amiga que ela parece uma piriguete ou deixa ela se tocar sozinha enquanto quebra a cara.
Não sei o que vocês fazem, mas eu apelo para a numerologia, búzios, runas, macumba, tarot online, horóscopo ou qualquer coisa dessas que, na teoria resolve todos os seus problemas emocionais, financeiros.

"A gente dá certo ou não?" É resolvido com três cliques no portal horóscopo da capricho. Câncer com capricórnio, combina, Áries e Peixes, sai fora. Simples assim.
As indiretas nas músicas são o segundo passo se a amiga é uma cética e acha que tudo isso é só uma forma de vender revista do João Bidu. Porque se a paixão dela é Luan Santana, ela nunca, jamais, sob nenhuma circunstância vai contestar o que ele disse sobre qualquer assunto. Porque se ele escrever que a terra tem forma de um taco de golf, todas acreditarão. Então, só mandar que "um beijo vale mais que mil palavras" resolve um problema. Chega nele e beija, não tem problema nenhum. Ou, bota carimba a redação sobre as formas de energia limpa com um beijo que a professora com certeza não vai nem reclamar. E se reclamar, ai dela. FamiliaLuanSantanaPraSempre acima de todas as coisas.

Por fim, se nada disso der certo. Desista. Você está entre a cruz e a espada. Diz que não sabe o que fazer, e deixa a amiga arrasada dizendo que vai ligar pra fulaninha que entende ela mais que você, que achava que vocês estariam juntas pra sempre mas não é bem assim e blablablá. Ou então, entra no site Pergunte ao Polvo e digita as opções. "Dá um fora ou indica para a amiga para ela se ferrar no seu lugar ficando com um babaca", vamos fazer uma simulação e…

image 

Pronto agora, um argumento e deixa sua amiga jogada a própria sorte indicando uma roubada – ou talvez não, o menino pode ser legal – para outra amiga.

Dar conselhos, mais que uma simples tarefa da vida adolescente, uma arte.

Esse texto é de humor, e não é real. Eu amo dar conselhos. Fãs de Luan Santana não se ofendam.

Evelyne Joyce.