• large-2
    Comportamento, Textos

    O que fazer em tempos de ódio?

    ver post
  • large-2
    Playlist

    Playlist: Agosto

    ver post
  • large
    Amor, Textos

    Ser sensível é corajoso

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: Siga Os Balões

    ver post
  • October 3, 2011
    postado por

    Para quem é fã de Glee, a terceira – e mais esperada – temporada da série já começou! No ano da formatura de alguns integrantes do New Directions, o Glee Club, novas histórias e números musicais estão entrando na série. Segundo o produtor e criador, Ryan Murphy, a terceira temporada irá focar somente nas histórias dos personagens, tendo poucos atores convidados e menos músicas pop atuais. Ou seja, a série voltará para o mesmo estilo da sua primeira temporada, que até agora, foi a que mais gerou audiência a série.

    Os personagens Rachel, Kurt, Finn, dentre outros, irão se formar no último ano da escola, o Senior Year, quando todos eles começam a planejar quais as faculdades que escolherão e qual rumo tomará sua vida. Rachel e Kurt querem entrar na Broadway, mas descobrem que existem outras pessoas tão talentosas quanto eles no caminho. Já personagens secundários, mas que também desempenham o mesmo papel de sucesso na série, vão continuar no próximo ano. Entre eles, Brittany, Santana, Blaine, dentre outros. Ah, e os ganhadores do The Glee Project também estarão nos novos episódios!

    A série também voltará a se focar nos números musicais das peças da Broadway que marcaram o mundo da música e nas histórias e conflitos dos personagens principais. O bebê que Quinn teve na primeira temporada, Beth, voltará para a série junto com Shelby, a mão de Rachel. Puck também vai ter que enfrentar novos problemas, e os personagens como Tina, Artie e Mike Chang vão ganhar episódios dedicados só para eles, a fim de contar suas histórias e mostrar números musicais.

    [+] Download dos novos episódios

    [+] Na Fox Brasil: 10 de Outubro (Segunda-Feira) às 21h

    October 3, 2011
    postado por

    Parece que a Emma Watson continua sendo a queridinha dos fashionistas no mundo todo! Quem achava que a atriz pararia de estampar várias capas de revistas estrangeiras com o fim da saga Harry Potter estava muito engando. Emma é a mais nova capa da Elle britânica, como todos sabem, uma das principais revistas de moda do mundo todo. A Elle britânica tem um peso importante nas tendências de moda no país e no mundo. Emma contou na entrevista que se sente muito bem consigo mesma e que não mudaria nada na aparência.

    Na Elle UK, ela aparece com roupas mais coloridas, com muito rosa, e um tom divertido nos ensaios. Emma é conhecida pelo seu senso de estilo e pela sua marca de roupas ecológicas, a People Tree. No ensaio, ela escolheu peças de cores fortes e que chamam bastante a atenção, com peles e brilhos. Tudo combinou perfeitamente com o tom de pele de Emma, que aliás, continua linda de cabelo curto.

    Na entrevista, Emma também contou como foi a fase de divulgação de Harry Potter E as Relíquias da Morte Parte II, dizendo que dessa vez, tudo foi mais calmo do que nos filmes anteriores, pois o cast não precisou planejar o próximo ano em HP. Mas também diz, como sempre, que é difícil falar do fim da saga e que sente falta de Hermione. Porém, Emma já tem papel em My Week With Marilyn, Les Miserables e o The Perks of Being a Wallflower (“As vantagens de ser invisível”). Esse último filme também tem Nina Dobrev (Elena de Vampire Diaries) e Logan Lerman (Percy Jackson) como par romântico de Emma.

    E Emma também foi capa da Elle do Canadá! Linda, clássica e com a capa preta e branco, Emma ficou linda, deu uma entrevista contando detalhes sobre os seus próximos filmes e afirmou que ela se ama do jeito que é, e que acha interessante que todas as meninas saibam valorizar a si mesmas. No ensaio, Emma aparece mais clássica. Roupas escuras, mais básica, mas com poses descontraídas. Ela posou para as lentes do badalado fotógrafo Tom Munro.

    P.S: Nós já comentamos o estilo da Emma Watson aqui. Confira!

    October 3, 2011
    postado por

    Me falaram para virar a página. Riscar aquele nome do caderno, jogar todas as lembranças para fora da cabeça. E do coração também. Outros me falaram que eu deveria simplesmente fingir que nada acontecera; alguns chegaram a opinar, dizendo que eu já estava meio insana. Meio fora de foco, que eu havia mergulhado em uma situação tão envolvente que já estava difícil de sair. Haviam me dito também que eu ainda tinha um futuro demais pela frente para me prender a coisas que não valiam a pena. A coisas que nunca seriam minhas, que nunca estariam completamente ao meu lado. Por mais que eu lutasse, abrisse os olhos para a realidade… existiram coisas que eu simplesmente não conseguiria alcançar. Não agora.

    E então, virando todas aquelas páginas, me lembrei dos momentos. Das lágrimas grossas, dos sorrisos que nunca foram aproveitados, dos momentos que eu deixei de lado por você. E li a certa frase: “Derrotado não é a pessoa que luta e perde, mas sim a pessoa que perde sem lutar.” E como eu lutei. Lutei de um modo que só eu conheço, de um modo que os outros desconhecem. Enxuguei cada lágrima que insistiu em cair. Fingi que ela nunca existiu e continuei.

    Talvez eu devesse seguir em frente. Colocar as armas e as armaduras no chão. Resistir e aceitar que não foi dessa vez. Talvez vá ser em um outro tempo, em um outro lugar, com umas outras pessoas. Quando eu crescer. Quando eu mal me lembrar de tudo que, mesmo que tenha marcado agora, não vai mais importar mais tarde. Eu acho que já perdi tempo demais.

    Segundos demais, minutos demais. Longos e sonolentos meses que se passaram como um borrão: mas nenhum deles foi exatamente o que eu esperava. Porque em todas as vezes que eu achei que venceria, eu cai. E em todas as vezes que eu achei que superaria, eu voltei atrás. Voltei atrás nas exatas páginas, nos capítulos que eu já pensei que havia superado. Parou de ser um ciclo. Tornou-se decisão minha.

    E então eu percebi que eu estava aqui, parada, porque eu queria. Porque era decisão minha. Não sua, nem mais de ninguém. Eu só preferia sofrer e estar aqui do que não estar. Mas sabe o que é? Tenho que rasgar a página e enfim, mudar o livro.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA