• tumblr_ov74bamQis1s2uvgco1_1280
    Filmes, Música

    Gaga: Five Foot Two

    ver post
  • large-2
    Textos

    Paralisada

    ver post
  • large
    Viagens, Videos

    Vlogs legais de viagens

    ver post
  • 18033802_1425737924156032_8579091541036371031_n
    Música

    Bandas que vale a pena ouvir

    ver post
  • July 28, 2012
    postado por

    Título: A Culpa É Das Estrelas

    Autor (a): John Green

    Editora: Intrínseca

    Preço Sugerido: R$29,90

    Sinopse: Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina,  seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns  anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico.  Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus  Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com  Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de  suas vidas.

    Brilhante. Essa é a palavra que descreve “A Culpa É das Estrelas”, livro do autor John Green, conhecido pelo sucesso de suas várias obras, um deles como “Quem é Você, Alaska?”. A editora Intrínseca, que está publicando o livro no Brasil (ele foi lançado neste mês) fez uma grande divulgação da obra, com direito a promoções, tags no Twitter, dentre outros. E após várias resenhas e comentários positivos, eu decidi que precisava ler o livro de qualquer jeito. Minhas expectativas já eram altas, e elas foram superadas ainda mais a cada novo capítulo lido.

    A história é delicada, amorosa, emocionante, e também, profundamente triste em vários momentos. Em cada página há sentimentos diferentes, e com esse livro, você vai rir, amar, e chorar também (impossível segurar as lágrimas em alguns momentos). A protagonista é Hazel Grace, uma garota de dezesseis anos, de cabelos castanhos e curtos, que sofre de câncer desde os 13 anos. Ela convive com a doença faz muito tempo, e já tem plena consciência de que suas chances de sobreviver são poucas. Apaixonada por livros, ela é solitária e não tem muitos amigos. Parou de frequentar a escola há muito tempo e sua vida social limita-se, praticamente, aos seus pais, que estão ao seu lado o tempo todo temendo que algo aconteça com a filha.

    Seu “melhor amigo” é o escritor Peter Van Houten, autor de “Uma Aflição Imperial”, seu livro favorito. A história fala sobre uma menina, Anna, que também sofre da mesma doença de Hazel. A personagem é bem construída, inteligente, e você gosta dela logo nos primeiros capítulos. Aliás, é complicado não gostar de todos os personagens do livro. Talvez o único que nos deixe com raiva no decorrer da história é o egoísta Peter, mas todos são carismáticos. Hazel vai todos os dias à um grupo de apoio para adolescentes com câncer, e é lá que ela encontra a pessoa que vai mudar a sua vida: Augustus Waters.

    Augustus tem dezessete anos e já teve sua perna amputada por culpa da doença. Ele é diferente de todos no lugar. Extrovertido, feliz e brincalhão, Gus – como é apelidado -, não parece ter sido vítima do câncer, e apaixona-se por Hazel logo que a vê. Ele é descrito como alto, cabelos escuros e lindos olhos azuis. Os dois carregam dentro de si medos e anseios, mas é interessante ver como o autor não coloca nenhum deles em um rótulo. Eles não passam o livro se lamentando por ter câncer, ou pelas coisas que vão perder por não poderem viver muitos anos,  e sim aproveitando o tempo que ambos tem.

    A conexão dos dois é imediata, e o casal combina perfeitamente. Eles tem bons momentos juntos, entendem um ao outro e compartilham seus pensamentos mais profundos durante a história. A narrativa do livro pode ser um pouco complicada para quem não está acostumado a ler. Ele tem várias referências à filosofia, diálogos rápidos e com linhas de pensamento ágeis, além de muitos pensamentos sobre a vida, a morte, e o universo.

    É incrível, emocional, e fala do amor de uma forma bonita do qual eu nunca havia lido antes. E o que eu mais gostei no livro foi do fato dele ser realista. Não é uma história clichê, e ele não possui milagres repentinos no fim da história Nicholas Sparks mandou lembranças é um retrato real e verdadeiro sobre a paixão, o amor, a vida, e de como os pacientes dessa doença são obrigados a enfrentar uma luta. Hazel e Gus estão conformados com o câncer, mas podemos perceber na história que eles não são só isso. Por trás da doença, e antes dela, tiveram uma vida. E eles deixam claro que não querem viver durante anos lutando contra o câncer.

    O livro não se foca só nos dois e também consta com a presença de Isaac, melhor amigo de Gus e que também se aproxima muito da Hazel. Doente, ele acaba fazendo uma cirurgia e perdendo a visão, e vemos em Isaac as aflições, o medo e a preocupação de não poder viver mais. Mas ele consegue, e se torna um personagem engraçado e especial, assim como os protagonistas.

    Fiquei apaixonada pela história, e gostei tanto das citações, que resolvi colocar as minhas preferidas no post. Leiam, porque vale a pena!

    Enquanto ele lia, me apaixonei como quando se caí no sono: devagar, e então de uma vez só.

    Os verdadeiros heróis, no fim das contas, não são as pessoas que realizam certas coisas; os verdadeiros heróis são os que reparam nas coisas.

    Quase todo mundo é obcecado por deixar uma marca no mundo. Transmitir um legado. Sobreviver à morte. Todos queremos ser lembrados. Eu também.”

    Estou apaixonado por você e não quero me negar o simples prazer de compartilhar algo verdadeiro (…) e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizemos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você.

    1. Jeniffer Jul 28, 2012

      Hey! Mais uma resenha positiva que leio sobre esse livro pra minha coleção de referências e pra aumentar minha curiosidade em ler algo do John Green! Gosh, o livro me parecer ser realmente bom, tô muito a fim de ter e lê-lo *O*

      Beijos

    2. esther Jul 28, 2012

      amei a sinopse, to lendo um agora que me apaixonei tbm, em breve postarei no blog.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA