Guia de viagem: Nova Zelândia.
04/01/2013 | Categoria: Culinária, Curiosidade, Viagens

Oi pessoal, esse é meu primeiro post do “Guia de viagem”, essa foi uma ideia que gostei e resolvi trazer aqui para o blog. A cada post irei escolher algum país e mostrar aqui os principais pontos turísticos, comidas típicas, idiomas… tudo para caso, viajarmos para o lugar, ou quisermos saber algo, podermos tirar nossas dúvidas. Eu vou começar com um país que eu amo e tenho muita vontade de conhecê-lo! Mas ao decorrer dos posts, gostaria que vocês dessem ideias de países diferentes para eu ter novas ideias também.

A viagem até a nova zelândia é longa, demora 20 horas, mas todo o tempo vale a pena. A cidade é chamada de terra dos kiwis, os nativos são chamados assim, mas não pela fruta, e sim por uma ave local que leva o mesmo nome. A nova zelândia é dividida em ilha norte e ilha sul, o país é tem uma área de 270.000 km² (equivalente ao tamanho do estado do Rio Grande do Sul) e tem uma população de 5 milhões de habitantes. Sua capital é Wellington (segunda maior cidade da Nova Zelândia) e a maior cidade é Auckland.

A cidade de Taupo, na Nova Zelândia, fica a beira deste belíssimo lago.

Wellington, capital da Nova Zelândia, a noite.

Curiosidades –

– A moeda do país é o Dólar Neozelandês.

– O fuso horário é de 15 horas.

– Dois idiomas são falados na Nova Zelândia, o Maori e o inglês (britânico).

– Nos roteiros de passeios, por qualquer cidade,  estão incluídas trilhas, escaladas em montanhas gigantescas, descidas de corredeiras e saltos de bungee jump (inventado por um neozelandês).

Culinária –

As comidas típicas da Nova Zelândia são regidas pela influência inglesa. A culinária neozelandesa, não é marcante, é conhecida como culinária flat. Com pouco sal e quantidade de gordura controlada, alho, cebola e ervas também são dispensados na preparação dos pratos.

– Eles fazem um grande consumo de carne de cervo e carneiro, acompanhados de muito molho de tomate. O vinho local também é muito consumido.

– A sobremesa mais consumida é: Pavlova de kiwi, que é um merengue de frutas frescas com chantilly.

– O pratos mais consumido são: Hangi Maori, que é um prato cozido a vapor com carne e vegetais e Roast Hogget, feito com ervilhas, batatas, abóbora, batata doce e carne de ovelha assada ao forno com molho a base de menta.

– O café da manhã é muito rico, com ovos, torradas, bacon e algo parecido com purê de batatas.

– Os neozelandeses consomem salada também, mas a tradição é comer alface picada com tomate cortado em rodelas e beterrabas em fatias.

– Mesmo economizando na gordura e no sal, fora de casa os neozelandeses adoram o prato típico “Fish and chips”, que é filé de peixe empanada com batatas fritas.

– Mas, no caso de você não gostar de nenhum prato típico, não se assuste, como em qualquer lugar, lá também existe Mc Donald’s e Subway.

“Fish and chips”

Pavlola de kiwi

Salto de bungee jump, Nova Zelândia.

Auckland, Nova Zelândia.

Espero que tenham gostado do post e fiquem a vontade para comentarem  dicas de países que queiram conhecer melhor.

Beijos.



Adri

Olá Ana Beatriz, adorei a idéia! Acho bastante interessante sabermos mais sobre os países. Enquanto não podemos viajar financeiramente, podemos fazê-lo mentalmente, o que já nos proporciona no mínimo conhecimento misturado a curiosidade de um dia quem sabe… bjs e vou continuar acompanhando.
Sugestões: Maldivas (República das Maldivas) e Escócia. Esses dois países são considerados também junto com Nova Zelandia, Austrália e Brasil, entre outros, os mais bonitos do mundo. Tenho curiosidade em especial a esses dois, porque sonho um dia conhecê-los.

[Responder]

Ana Beatriz

Oi Adri! Muito obrigada pelo comentário, a Marina caprichou no post! 😉 Vamos anotar todas as sugestões de países para os próximos posts. E como você mesma disse, enquanto não temos a oportunidade de viajar o mais legal é pesquisar muito sobre os países.
Beijos

[Responder]

Adri

Curiosidade sobre a sobremesa pavlova: Reza a história que foi criada para homenagear a bailarina russa Anna Pavlova aquando da sua passagem pela Austrália e Nova Zelândia, em uma tournée.
Essa sobremesa é também muito consumida na Europa, onde tive o prazer de apreciar. Mas não é preciso esperar por uma viagem para apreciar esta maravilha, pois é muito fácil de fazer. Procure no site saborintenso, de uma portuguesa. As receitas dela são uma delícia! 😉 bjs

[Responder]

Ana Beatriz

Oi Adri, muito obrigada pelo elogio e pelas ideias! Realmente, enquanto não podemos vê-los de pertinho, pesquisamos por aqui mesmo. Já anotei as ideias e nos próximos posts, com certeza, irei falar deles! Beijos.

[Responder]

Juliana Marques

Ah Nova Zelândia é uma dos lugares que pretendo conhecer.
Gostei da sua idéia.
Beijos :)

[Responder]

Ana Beatriz

Obrigada! Também quero muito conhecer a Nova Zelândia!
Beijos

[Responder]

Monique Premazzi

Adorei a nova TAG do blog, viu? Acho super válido trazer esse tipo de conteúdo para os leitores. E falando no destino escolhido, tenho que dizer que lá é lindo demais e se um dia o dinheiro me permitir, eu vou até lá. Alias, meu grande sonho era viajar pelo mundo inteiro num tour que demorasse muitos anos, mas infelizmente eu nasci pobre e fica difícil. KKKKKK Enfim, esperando o dia que vai falar do meu lugar preferido. <3

Beijos,
Monique.

[Responder]

Daniela Alves Gomes

Virei amiga de uma gringa que nasceu e morou na N.Z hahaha!
Ela é tão branca como neve. Ela ama o Brasil e não pretende voltar..

[Responder]

Emi

E nessas horas nós pensamos em como o mundo tem tantos lugares maravilhosos e em como nós desejamos conhecer todos eles!

[Responder]

Luiza Boaventura Mendonça

Ótima ideia de tag! É sempre bom conhecer novas culturas :)

Ótimo 2013!

[Responder]

Ana Beatriz

Monique, obrigada! Eu também queria muito fazer um tour pelo mundo e só voltar pra casa quando já tivesse conhecido todos os países, tomara que nós possamos realizar esse sonho futuramente! Beijos.

[Responder]

Ana Beatriz

Daniela, que legal! Sempre quis conhecer alguém de lá. Mas porque ela não volta? Não gosta do país?

[Responder]

Ana Beatriz

Emi, realmente! São tantos lugares maravilhosos, que fica difícil saber de todos e, principalmente, conhecer todos.

Ana Beatriz

Luiza, obrigada!! Ótimo 2013 para você também.

[Responder]