• Kennedy em Porto Alegre. Foto: Guadalupe Bastos @_lupe
    Música

    The Maine no Brasil

    ver post
  • large-4
    Comportamento, Textos

    Reconstrua

    ver post
  • large-3
    Playlist

    Playlist: Julho

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: Outros Jeitos de Usar a Boca

    ver post
  • June 25, 2013
    postado por
    Hoje vou indicar pra vocês um tumblr que eu descobri há pouco tempo e que amei. Eu adoro os de imagens, de verdade, além de ilustrações fofas, mas nada me ganha mais que textos bem escritos. E aqueles que além de originais também são meio básicos e trazem citações incríveis. Foi isso que eu encontrei no Flores Inexatas, escrito por Igor, de 17 anos. Além de reblogar fotos bem legais, ele escreve super bem. Me apaixonei pelos seus textos.

    Fiz uma seleção dos meus favoritos:

    Volta e meia eu tenho esperanças de que você me ligue e peça desculpas. Ok, estou lendo muito Tati Bernardi e escutando demais Clarice Falcão. Mas, eu realmente gostaria que você ligasse pra mim e pedisse minha presença. Não como algo imposto nem nada, mas como demonstração de afeto mesmo. Eu tenho necessidade de ouvir, vezenquando, “eu preciso de você ou “estou com saudade”, pra acreditar que realmente faço falta. Nem sempre o telefone toca, a campainha estala, você vem. Só que às vezes eu só imagino teu sorriso, tua andança pela casa, teu brilho refletindo os móveis e de imaginar eu sinto que alguma coisa dentro de mim que grita assim: eu te quero de volta, traz você pra mim, eu te amo eu te amo eu te amo.

    E se me perguntassem, agora, o que eu mais queria nesta vida eu diria que você: você completo, você inteiro, você com um sorriso no rosto, você despido de armaduras, você livre e correndo pra mim e pra você. Teus olhos brilhando e você dizendo do amor que sempre ocultamos por causa do mundo. E se me perguntassem por que meu coração dói, eu responderia que ele dói porque falta algum pedaço que ficou com você – ou com a sua ausência em dias como estes.

    Acontece, meu benzinho, que eu não correrei mais atrás dos seus passos na areia porque o mar apaga e eu fico procurando procurando procurando até cansar. E amar cansa sim. Às vezes o amar senta-se numa cadeira velha, sob o céu ensolarado e debruça-se sobre o horizonte e só quer paz. E agora, petit, eu só quero ficar sozinho sem a dificuldade de correr e correr e correr – e nada encontrar, como sempre. (meu amar também quer paz, ser paz, ver paz).

    Enfim, eu amei o tumblr inteirinho. Quem, assim como eu, adora ter um momento de boa leitura, vai apreciar muito os textos do Igor. É uma boa dica! Espero que vocês gostem dessa sugestão.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA