• Kennedy em Porto Alegre. Foto: Guadalupe Bastos @_lupe
    Música

    The Maine no Brasil

    ver post
  • large-4
    Comportamento, Textos

    Reconstrua

    ver post
  • large-3
    Playlist

    Playlist: Julho

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: Outros Jeitos de Usar a Boca

    ver post
  • July 6, 2013
    postado por

    A decepção vem quando a gente menos espera. Penso que ela é pior que um coração partido. Porque nesse, você pode pelo menos prever o que vai acontecer. Mas a decepção não. Ela aparece com um gosto amargo e quando você experimenta, traz consigo o pior gosto possível: o da desilusão. O de acreditar demais em algo, com todas as suas forças, e ver aquilo destruído em segundos.

    É inevitável que as pessoas baguncem tudo o que você tem ai dentro, e a gente não pode impedir ninguém de fazer isso. Mas também não podemos nos impedir de se envolver demais, de esperar muito dos outros. É aquela velha história: você se doa demais, esperando que quando precisar, façam isso por você também. E ai isso não acontece.

    Você é deixado sozinho naquela hora que mais precisa gritar pra todo mundo ouvir. Que precisa que alguém te ajude, te encha de conselhos – do mesmo jeito que você já tanto fez – precisa que alguém vá lá e te diga que as coisas vão melhorar. E não aparece ninguém. Nem mesmo todas aquelas pessoas que estavam com você quando você as fez rir em vez de chorar. Quando elas estavam no pior momento possível, quem ouviu tudo? Quem aconselhou? Quem deu um abraço? Pois é.

    E agora que você precisa, elas te dão as costas. Chegaram rápido, e vão embora rápido também. A verdade é que é tão fácil misturar palavras, textos prontos e sorriso bonitos pra convencer alguém de algo que não existe. É muito simples: não precisa ser ninguém muito inteligente pra fazer isso. Pessoas que se iludem fácil são convencidas rapidamente.

    Talvez eu seja daquele tipo dramática. Mas não. É que eu costumo levar tudo a sério, mas deixo quieto, na minha. Guardo meus pensamentos sem realmente expressá-los. Mas se tem uma coisa que eu odeio é que me façam de boba. Ou pior: eu odeio me deixar ser feita de boba.

    Mas juro que no fundo eu te agradeço. Você acabou de me lembrar o que eu já estava quase me esquecendo: é melhor a gente ficar frio. Não sentir demais, não querer demais, que ai não nos decepcionamos. E que afinal, confiança demora anos pra se ganhar. Não é qualquer frase certa que vai nos fazer acreditar demais em tudo.

    1. Stela Jul 06, 2013

      Só li verdades ^^ Adorei o texto, muito lindo mesmo, profundo e inspirador, tanto que a pessoa que lê , se sente que cada palavra faz parte e si *-*
      Bjss *w*

    2. Monique Premazzi Jul 07, 2013

      Eu sou daquele tipo de pessoa que não é todo mundo que consegue minha confiança e pode demorar anos e até uma vida inteira para conseguir e mesmo assim não consegue, mas tem outras que eu simplesmente vou de cara e já começo a contar a vida inteira. Com isso, eu já sinto como se aquela pessoa fosse perfeita e que quando eu precisar de ajuda, ela vai estar lá para me apoiar e deixar chorar em seu ombro. Infelizmente, nem todo mundo corresponde você da mesma forma. Decepção nessas questões é muito fácil de acontecer. Eu sempre levo na cara por isso. Acho que um dia eu aprendo ou quem sabe nunca aprenda. :/

      Adorei o texto. Disse tudo.
      Beijos,
      Monique Premazzi.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA