• 7282f7c375b81a6321d7327758d135e5
    Looks, Moda

    Os sapatos queridinhos do inverno

    ver post
  • 4b9477e124aafe2457f31836952ca16c
    Playlist

    Playlist: Junho

    ver post
  • 56918b949232e9cc9429890603bd89de
    Moda, Tendência

    Tendência: Óculos vintage e cat eye

    ver post
  • pexels-photo-681794
    Comportamento, Textos

    Para todas as almas perdidas

    ver post
  • Agosto 18, 2013
    postado por

    Como não amar o autor Rick Riordan? O norte-americano do Texas, que já tem 49 anos, é um dos autores mais famosos que escreve livros do gênero infanto juvenis. Rick é conhecido por falar de Mitologia Grega, ele é inclusive considerado o mestre desse assunto quando se trata de literatura, já que a maioria dos seus livros aborda este assunto. Ele já havia escrito uma série de livros para adultos, mas o sucesso chegou definitivamente com Percy Jackson E Os Olimpianos, que foi lançado em 28 de Julho de 2005 e vendeu mais de 1,2 milhões de cópias.

    A história trazia como protagonista o semideus Percy Jackson e mostrou aos leitores o mundo do Acampamento Meio-Sangue. O livro foi um sucesso e acabou se tornando uma série com cinco volumes. Eu já li todos e é uma das minhas favoritas. Quem só viu o filme, eu indico muito ler (pois na minha opinião a versão para o cinema não faz jus aos livros de Rick).

    Ele também lançou As Crônicas de Kane, com três volumes até agora, que aborda a mitologia egípcia. Os protagonistas são Sadie Kane e Carter Kane, que narram a história. O primeiro livro, A pirâmide vermelha, foi lançado em 2010.

    Depois da história de Percy, essa é a minha série favorita!

    Os Heróis do Olimpo também é uma das coleções de maior sucesso do autor. O Herói Perdido foi lançado em 2010 e trazia novos personagens como protagonistas, e o segundo, “O Filho de Netuno”, sobre a busca por Percy que até então estava desaparecido; ele acorda sem memória em outro acampamento, o romano! Essa foi a primeira vez que essa parte do enredo foi apresentada aos leitores. A continuação veio por meio de “A Marca de Atena”, super aguardada pelos leitores. O quarto livro, “A Casa de Hades” tem lançamento confirmado para Outubro deste ano, junto com os EUA!

    Pensa que acabou? Ainda não!

    Ele também é o grande criador da série 39 Clues, que eu já li todos os livros (inclusive rolaram algumas resenhas aqui no blog!). A primeira parte é composta por 10 volumes, narrados por Amy e Dan, a dupla de irmãos que percorre o mundo competindo contra os outros clãs da sua família pelas 39 pistas, que levam o vencedor até um prêmio que pode mudar toda a humanidade. É cheio de ação e sequencias eletrizantes, e o autor foi quem desenvolveu toda a história. Rick escreveu o primeiro e último livro (cada volume tinha um autor diferente).

    Quais livros do Rick Riordan vocês já leram? Também gostam?

    Agosto 17, 2013
    postado por

    Título: A Seleção

    Autor (a): Kiera Cass

    Editora: Seguinte

    Sinopse: Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.

    Já tinha lido uma série de burburinhos e resenhas positivas sobre A Seleção, mais um livro do gênero da distopia que está bombando por ai, e não via a hora de ler também. Por muito tempo, ele foi pauta em blogs e revistas, e todo mundo elogiava bastante. Sem contar que, para mim, a opinião das blogueiras conta muito! Uma amiga me emprestou o primeiro volume e eu comecei a ler. Senti aquele doce gostinho de me apaixonar por uma história e querer virar página após página apressadamente para saber o que iria acontecer.

    Um dos grandes trunfos é com certeza a protagonista maravilhosa, a America Singer. E vamos confessar, no mundo do best seller, é tão difícil encontrar uma personagem que realmente se saia bem nesse papel. Já li muitos livros de romance ou drama, e nele, ou a protagonista era totalmente boba, ou ela ficava presa naquele clichê eterno de triângulo amoroso, que no fim, era sem graça. E então apareceu a America, que é o contrário: divertida, corajosa, espontânea e humilde. E ela não fica dependendo do mocinho ou de alguma paixão para fazer o que quer!

    Ela vive no país de Illéa, onde as pessoas são dividas por castas. A maior é a um, em que são as pessoas da realeza e do clero. America é uma cinco, composta por artistas. Sua família passa dificuldades, e ela ainda tem um problema: é apaixonada e mantém um relacionamento secreto com Aspen, da casta seis. É proibido e também inadmissível uma garota casar com alguém de uma casta abaixo dela, e por isso, eles se encontram escondidos. A Seleção é a chance de trinta e cinco garotas disputarem o amor do príncipe Maxon, e deixarem toda a pobreza e fome para trás, se tornando a próxima rainha.

    De inicio, ela não quer se inscrever de jeito nenhum. Mas pressionada pela mãe e por Aspen, que querem um futuro melhor para ela, America acaba se inscrevendo: ela não acreditava que iria realmente passar, mas ela conseguiu. E agora, é obrigada a deixar toda a vida antiga para trás e ir para o palácio, competir com tantas outras garotas, por Maxon. Ela sempre o viu como alguém sem graça, sem opinião, e achava até então impossível se apaixonar por ele. Até o conhecê-lo e os dois se tornarem amigos.

    Como é de praxe no gênero distopia, é debatido as questões políticas e filosóficas da sociedade em que o livro é ambientado. A protagonista quer lutar contra a injustiça e a opressão das castas, e ela não entende o motivo de se casar com alguém que não gosta, mas tenta, pois quer salvar a família da fome. Os dois se aproximam, e muito, e ela então fica na dúvida: o que fazer, já que America sempre amou Aspen?

    A história não é nem um pouco devagar. A autora sabe nos interessar, fazer com que a gente fique cheio de curiosidade e leia rápido. Eu mesmo, li ele em apenas três dias. E logo que terminei, já fiquei louca para comprar o segundo volume. Indico para quem quer ler uma história realmente boa, com personagens bem construídos. Até você vai gostar do príncipe Maxon e se sentir amiga da protagonista.

    Quem já leu?

    Agosto 16, 2013
    postado por

    Shameless é uma série que aparentemente eu não assistiria, já que não vejo tantas comédias mas ela me chamou a atenção quando encontrei um vídeo fan made que foi postado no Youtube com algumas cenas do seriado. Como sou viciada, não resisti e baixei a primeira temporada completa para assistir (faz dois meses, mais ou menos). Conclusão: já vi até o fim da segunda temporada e agora irei começar a terceira. A quarta vai estrear somente em 2014 nos EUA.

    Ela é exibida no canal Showtime, voltado mais para o público adulto mesmo. A série é na verdade um remake de um seriado britânico de mesmo nome; porém, a versão americana preservou todo o deboche, o sarcasmo e as cenas (super!) polêmicas que ele possui. O legal é que eles abordam temas muito diferentes e fazem piadas de várias coisas. Gravidez na adolescência, homossexualidade, brigas na família… tudo é mostrado. E os atores também cumprem muito bem o seu papel, e inclusive eles já ganharam vários prêmios pelo seu ótimo desempenho. A protagonista, Emily Rossum, por exemplo, dá um verdadeiro show de atuação.

    O enredo fala da família Gallagher, e de um pai solteiro, Frank, que tem seis filhos. Alguns deles são pequenos, e os outros, adolescentes. A mais velha é Fiona, de 21 anos, que é responsável por cuidar de toda a família e das crianças, já que Frank está sempre caindo de bêbado por ai. Ela se esforça e tem que cuidar de tudo e de todos, e inclusive, resolver os milhares de problemas que a família enfrenta sempre. Os filhos são Lip e Ian, Carl e Debbie. E os vizinhos, Kevin e Veronica, também são um dos personagens mais interessantes e protagonizam ótimas cenas.

    Com o tempo, os episódios vão deixando um pouco do humor de lado e também entram na fase do drama. E ah, o que mais você vai ver em Shameless são berros, gritos e algumas cenas bem hilárias. É uma série para quem curte mesmo esses dois gêneros, que mesclam muito drama e também comédia ao mesmo tempo, típica das séries britânicas (que são as minhas favoritas!). Os roteiristas não perderam a essência da versão inglesa.

    [+] Download

    [+] Download em Torrent

    Agosto 14, 2013
    postado por

    Titulo: Feios

    Autor (a): Scott Westerfeld

    Editora: Galera Record

    Sinopse: Tally está prestes a completar 16 anos, e ela mal pode esperar. Não por sua carteira de motorista – mas para se tornar bonita. No mundo de Tally, seu aniversário de 16 anos traz uma operação que torna você de uma horripilante pessoa feia para uma maravilhosa pessoa linda e te leva para um paraíso de alta tecnologia onde seu único trabalho é se divertir muito. Em apenas algumas semanas Tally estará lá. Mas a nova amiga de Tally, Shay, não tem certeza se ela quer ser bonita. Ela prefere arriscar sua vida do lado de fora. Quando ela foge, Tally aprende sobre um lado totalmente novo do mundo dos bonitos – que não é tão bonito assim. As autoridades oferecem a Tally sua pior escolha: encontrar sua amiga e a entregar, ou nunca se transformar em uma pessoa bonita. A escolha de Tally faz sua vida mudar pra sempre.

    Eu sempre via a capa do “Feios” na livraria e ele me chamava muito a atenção, mas como o preço do livro nunca abaixava eu acabava enrolando e nunca comprei. Foram praticamente dois anos assim e agora eu finalmente tive a chance de ler a série, que é bem conhecida e traz o gênero da distopia, que anda bombando muito por ai (ele começou a chamar a atenção do mundo todo com Jogos Vorazes). A protagonista é Tally, uma garota que vai fazer 16 anos. No seu mundo, isso significa que quando ela finalmente fazer aniversário, vai ser submetida à uma cirurgia feita por médicos especializados e se tornar perfeita.

    A civilização que nós vivemos atualmente se extinguiu por algum motivo, e agora só vivem povos em algumas pequenas cidades totalmente futurísticas. Para gerar um equilíbrio na sociedade e nenhuma injustiça, é realizada a operação em todos os jovens, para que não se existam pessoas mais ou menos bonitas. Assim, todos seriam perfeitos e ao mesmo tempo iguais.

    Para Tally Youngblood, o seu maior sonho é viver em Nova Perfeição, onde inclusive o seu grande amigo Peris vive após ter feito a operação. Mas parece que as pessoas que passam por ela não ficam diferentes só na aparência. E tudo isso é questionado por Tally quando Shay, uma nova amiga, aparece em sua vida. É a primeira vez que alguém lhe mostra um mundo diferente, totalmente distinto, em que eles podem ter a opção de não se tornarem perfeitos e não fazerem tudo o que os adultos querem.

    Shay é uma das personagens mais interessantes e no inicio da leitura ela quase parece a protagonista, pois quem tem as ideias revolucionistas aqui não é ela, e sim a amiga que aparece só um tempo depois em que o plano de fundo da história já foi apresentado. Tally conhece então um grupo de rebeldes, que vivem na Fumaça, uma cidade independente em que várias pessoas se abrigam esses jovens e também adultos.

    A história traz um tema polêmico e também se destaca entre os livros distópicos, que vem ganhando cada vez mais espaço. Ah, e também rola um romance, para aquelas que adoram um livro com algum casal chamando a atenção. Só que ele não é nem de perto o foco e o mocinho só chega lá pela metade do livro. Ele se chama David, e é um dos líderes da Fumaça.

    Não foi o livro mais legal que eu já li, mas não deixou a desejar, claro. A história é envolvente e os capítulos que possuem cenas de ação te instigam a continuar lendo. Uma coisa que eu também gosto são de capítulos mais curtos (não gosto dos muito longos), e por isso esse primeiro volume me agradou bastante nesse fator. Irei ler o segundo, “Perfeitos”, com certeza!

    Agosto 11, 2013
    postado por

    J.K Rowling dispensa descrições! Todo mundo sabe quem é essa autora britânica de 48 anos (nem parece!). Ela nasceu em 31 de Julho de 1965 na cidade de Yate. Ela já tem três filhos e sua carreira começou há mais de dez anos atrás, quando alcançou o sucesso mundial com sua série de livros mais famosa, Harry Potter, considerado um clássico da literatura infanto-juvenil. Seus livros já foram traduzidos para mais de 64 línguas e venderam mais de 450 milhões de cópias em todo mundo.

    Só para quem pode né? É muito difícil um autor ultrapassar essa marca e também ser o número um em várias listas de livros mais vendidos. É quase impossível conhecer alguém que nunca tenha ouvido falar de HP. Sua fortuna é maior que 1 bilhão de dólares e ela é a primeira autora a se tornar milionária no mundo.

    Mas sem citar tanto os números, J.K se tornou popular pelo seu estilo de escrita único e por ter escrito a jornada de Harry, que foi divida em sete volumes e no cinema, apareceu em oito filmes, que também lucraram muito. Seu primeiro livro após esse sucesso mundial foi “Morte Súbita”, totalmente voltado para o público mais adulto, uma história mais pesada, cheia de críticas sociais e capítulos ácidos, com cenas de violência. Ele foi lançado em Setembro de 2012. Antes mesmo do seu lançamento ele há havia vendido um milhão de cópias em pré-venda. Já foi anunciado que ele será adaptado para uma série de televisão, que tem estréia prevista para 2014 no canal BBC One.

    Agora, uma polêmica que colocou seu nome no topo da mídia novamente nas últimas semanas foi o fato dela ser a autora do misterioso livro The Cuckoo’s Calling, que é do gênero romance policial. Ele foi lançado em Abril de 2013 sob o pseudônimo de Robert Galbraith e muitas poucas pessoas sabiam que ele na verdade era escrito por J.K Rowling. Ela deixou em segredo, pois tinha interesse em saber como seriam as críticas e os comentários dos jornalistas sobre a obra. Segundo ela, ser Robert foi uma experiência libertadora. Logo depois do anúncio, o livro pulou da posição 4.709 para o terceiro lugar na lista de best sellers do Amazon.

    Capa oficial do livro

    No enredo, um veterano de guerra se torna um detetive particular. Ele é chamado para investigar a morte de uma modelo. O sucesso foi tanto que muitos estúdios já levantaram interesse em comprar os direitos para transformá-lo em um filme, inclusive a Warner, que produziu todos os longas de Harry Potter. Um segundo volume também pode estar a caminho para ser lançado no meio de 2014. Ele vai ser lançado no Brasil pela editora Rocco, responsável por lançar todos os livros de Rowling no país.

    E vocês, gostam dos outros trabalhos da autora além de Harry Potter? Já leram os outros livros?

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA