• 22498960_2028529004044575_6241653563477036743_o
    Música

    Conheça a belga Angèle

    ver post
  • d7c4f8272df21bdae9d45345439cf090
    Música, Playlist

    Playlist: Dezembro

    ver post
  • photo-1527936599657-e6d24be0c95c
    Comportamento, Textos, Viagens

    Carta de amor para os nômades

    ver post
  • MV5BOTQyMDYwNDMyOV5BMl5BanBnXkFtZTgwMjM4NTIzNjM@._V1_
    Séries

    Série: O Mundo Sombrio de Sabrina

    ver post
  • Setembro 22, 2013
    postado por

    Depois de muita expectativa e meses de espera para poder assistir, finalmente consegui ver ao tão esperado (por mim, pelo menos) The Bling Ring, filme dirigido por Sofia Coppola. Eu assisti há algumas semanas atrás Maria Antonieta, um dos filmes mais famosos dela e gostei do trabalho da diretora, então, já estava louca para ver esse. De inicio, foi vendido pelos trailers e fotos de divulgação do filme que a protagonista seria Emma Watson, mas na verdade os personagens principais são Katie Chang, que interpreta Rebecca, e Israel Broussard, no papel de Marc. A gangue fica completa com Nicki (Emma Watson), Chloe (Claire Julien), e Sam (Taissa Farmiga), que já trabalhou em American Horror Story.

    O enredo já é bem conhecido: baseado em fatos reais, que aconteceram em 2009 nos Estados Unidos, o filme fala sobre jovens que eram de classe média alta e viviam muito bem. Obcecados por baladas e toda a cultura das celebridades instantâneas e socialites, como Paris Hilton e Audrina Patridge, eles frequentam festas, gostam de roupas carésimas – Chanel, Miau Miau e Louboutin – e acompanham frequentemente a vida dessas celebridades. Os personagens também usam drogas e a vida deles não tem, na verdade, muitos limites nem regras.

    Nicki e Sam são praticamente duas irmãs educadas em casa que vivem sob uma casa onde a mãe, meio alienada, mal sabe o que elas fazem de suas vidas. O mais certinho de todos é Marc, que entra no grupo de pára quedas, mas acaba gostando desse estilo de vida que o grupo acaba levando. São jovens com dinheiro e fúteis, que descobrem como é fácil acessar a casa de pessoas como Paris, Audrina, Orlando Bloom, Rachel Bilson, e por isso, fazem disso um hábito, e sempre que saem de lá, levam jóias e roupas caras. O valor estimado de tudo que eles roubaram na vida real foi três milhões de dólares.

    Taissa Farmiga e Emma Watson

    Além de roubarem as casas sempre que podem, eles também frequentam os lugares mais populares de L.A, vendendo as coisas que pegaram nas casas, usando as roupas de grife, tudo sem quase levantar suspeitas. Depois de um tempo, as histórias acabam se espalhando. Por fora, a história parece ser superficial, mas para entendê-la, é preciso fazer uma análise um pouco mais profunda. O desenrolar do filme é exatamente sobre a cultura das sub-celebridades, e o que mais existe em Hollywood: jovens tentando fazer parte do lifestyle dos ricos e famosos por motivos inúteis. Isso se deixa claro na cena em que Marc confessa que não gosta da ideia de ter uma fã page no Facebook e admiradores por causas das suas atitudes, que no caso, foram roubar. Ele gostaria da ideia se tivesse realmente feito algo de bom para merecer isso.

    Quem hoje em dia não conhece os Kardashian’s ou nunca viu The Hills? São os famosos derivados de reality’s. Alguns deles tem a fama sustentada por capas de revistas de fofocas e programas polêmicos na TV. O motivo pelo qual jovens da classe média alta terem feito tudo o que fizeram, é apenas o grande desejo de poder fazer parte do meio do luxo, da riqueza e das roupas de grife que cercam a fama. Emma Watson está ótima no papel, representando uma adolescente que só pensa nisso.

    O filme tem um tom de independente, já que várias cenas concentram-se mais no pensamento de alguns personagens ou nos diálogos. Quem narra a história é Marc, enquanto conta a história para uma jornalista. As cenas vão se desenrolando e ele é um dos atores que acabam roubando a cena por isso. Alguns podem achar o filme meio parado em alguns momentos, mas essas cenas não me incomodaram. A diretora Sofia revelou que a escolha de atores novos foi porque ela não queria escalar um elenco só de atores já conhecidos.

    Destaque para a ótima trilha sonora também, que conta com Azealia Banks, MIA, Sleigh Bells, hits famosos e muitas músicas de rap e de baladas. Prato cheio pra quem curte esse gênero. Quem também mais tem músicas no longa é Kanye West e Jay-Z.

    [+] Download em Torrent, Torrent 2

    [+] Online legendado

    [+] RMVB Legendado

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA