Não é um conto de fadas
29/09/2013 | Categoria: Amor, Comportamento, Textos

Princesas. Contos de fada. Taylor Swift tocando ao fundo e alguém correndo em algum campo pronto para me encontrar, me abraçar e logo depois surgiria na tela aquele “final feliz” com uma música emocionante e os créditos finais subiriam na tela. Aplausos e mais aplausos, pessoas sorrindo e saindo da sala de cinema. Como num filme. Ou alguém lendo um livro e louco para chegar no final, no último capítulo, onde finalmente saberia se os personagens principais ficariam juntos ou não, se a vilã cruel que atrapalha qualquer relacionamento enfim fora derrotada. O príncipe de olhos azuis descendo de um cavalo branco, estendendo a mão, e enfim as coisas se acertando e se encaixando. Clichê demais. Tudo muito calculado e planejado, exatamente como todas as pessoas que já viram aquele filme ou leram aquela história, elas já sabem o que ia acontecer. Já sabiam antes mesmo de tudo começar, qual seria o final. Fora das salas e das capas de livro a protagonista era bem diferente daquela. Não era tão bonita e não usava vestidos longos. O príncipe? Ah, esse ai também não tinha nada a ver com a descrição igual aquele que salva a garota no final. Ele tinha cabelo desarrumado, roupas e combinações meio estranhas e vamos dizer que ele não se preocupava muito com o certo e com o errado. Aqui, não existem vilões propriamente ditos. Existem amigos, colegas, familiares, todos eles sempre aparentemente normais, mas alguns podem esconder alguma coisa que você não imagina e pode ser logo eles que não queiram a sua felicidade. Não existe nenhum personagem caricato e a trilha sonora não é tão incrível assim, a não ser que você esteja com os seus fones de ouvido. Castelo? Ele seria substituído por uma escola sem graça onde todo mundo é igual e pensa do mesmo jeito. O hobbie não incluía andar por um jardim cheio de flores e não teria nenhum baile. Seriam só horas gastas na frente do computador e as reviravoltas não iriam acontecer de graça. Acredite, você ia ter que lutar e se esforçar muito para elas acontecerem. A princesa ia cometer vários erros e beijar muitos, mas muitos sapos. Iria acreditar na maioria deles e depois de um tempo iria finalmente endurecer e amadurecer. E depois ia perceber que contos de fadas só existem em clipes e em filmes antigos da Disney (já que os novos não fazem mais nenhuma questão de mostrar isso). Um dia essa menina ia acabar aceitando que a vida, mesmo que nada parecida com as histórias românticas e bobas que a gente lê, ouve e vê todos os dias, poderia ser maravilhoso do mesmo jeito também. Claro, talvez as coisas não venham tão fácil. E muitas vezes ela ia acreditar demais nas pessoas que não queriam o bem dela. Eu ainda acho que a ficção às vezes é muito melhor que a realidade. Mas talvez, no futuro eu mude de ideia. Depois de amadurecer, quem sabe, eu descubra histórias melhores que aquelas que eu quis tanto viver.


Jessica Rodrigues Alves

Oiiiii, passando rapidinho pra te convidar a da uma olhadinha no meu blog =)
tenha um otimooo domingo
Pagina do blog no facebook,curte?
http://umagarotacitouu.blogspot.com.br
Beeijos :*

[Responder]