• 26e14d287bd9c5f49b36990e398601d0
    Comportamento

    Um recado para o Instagram

    ver post
  • space love xx Scott Brian Madeiras
    Amor, Reflexão

    Antítese

    ver post
  • 71e0db6e93ee0415f7c0c0cb28e2027c
    Looks, Moda

    Looks para o verão

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: A Quimica Que Há Entre Nós

    ver post
  • January 8, 2014
    postado por

    Titulo: O Livro Das Princesas

    Autores (a): Lauren Kate, Patrícia Barboza, Paula Pimenta e Meg Cabot

    Editora: Galera Record

    Preço Sugerido: R$25,90

    Sinopse: As mais populares autoras contemporâneas norte-americanas, Meg Cabot (“Diário Da Princesa” e “A Mediadora”) e Lauren Kate (“Fallen”), se unem às brasileiras e igualmente bem-sucedidas Paula Pimenta (“Fazendo Meu Filme”) e Patricia Barboza (“As Mais”) em uma coletânea que reinventa contos de fadas clássicos.

    Sim, leitores! Mais uma resenha de livro aqui no blog essa semana. Estou aproveitando o grande tempo livre das férias para adiantar minhas leituras, coisa que durante o ano escolar ficou super difícil de fazer. O escolhido em questão é “O Livro Das Princesas”, que já chama a atenção por dois motivos: ser de contos e ter autoras bem conhecidas com os seus nomes ilustrados na capa. Meg Cabot é conhecida internacionalmente por seus best sellers, Paula Pimenta pela coleção de Fazendo Meu Filme e Minha Vida Fora de Série, Lauren Kate por Fallen e Patrícia Barboza pela trilogia As Mais.

    São quatro contos que abordam histórias de princesas que já conhecemos faz muito tempo de uma maneira moderna, com protagonistas do século 21. A inspiração vem de A Bela e a Fera, Cinderela, A Bela Adormecida e Rapunzel. O primeiro conto é escrito por Meg, e fala de uma super modelo, famosa e linda (quem é fã dela deve ter lembrado da Nikki Howard, da coleção “Cabeça de Vento”) que se sente atraída por um cara que tem um físico bem diferente do que ela esperava. Em outras palavras, um acidente o fez parecer quase um monstro. Porém, a personalidade dele não combina nem um pouco com o que ele aparenta, sendo bem gentil. E isso une os dois, que estão no mesmo transatlântico.

    O segundo é o Princesa Pop (e eu confesso, o meu favorito!) escrito pela Paula. Assim como todos os outros livros dela, ela nos faz se encantar pela personagem logo no inicio da história, se relacionar com ela. A protagonista é uma garota que teve que enfrentar a separação dos país, causada após ela pegar o pai no flagra traindo sua mãe com outra mulher (bem mais jovem). Logo depois, ele se casa com a dita cuja, e ainda começa a cuidar de duas novas irmãs. Não te lembrou a Cinderela? Mas aqui, a personagem tem atitude e é inclusive uma DJ nas horas vagas. As coisas mudam quando, na festa de quinze anos das irmãs postiças, ela conhece o astro Fredy Prince, e ele acaba conquistando ela de jeito. Só que, sem saber qual é a sua identidade verdadeira, ele fica com um par de all star dela e vai procurá-la em plena rede nacional. É de longe a melhor história, e eu adoraria se a autora fizesse um livro só pra ela.

    As mais românticas vão curtir a da Lauren Kate, que traz inclusive uma linguagem mais antiga, ao abordar a história da Bela Adormecida, uma princesa que no dia do seu nascimento, recebe um “presente” de uma vilã cruel. Aqui as coisas são um pouco diferentes, e ela só vai adormecer quando encontrar um dos mais belos e puros animais sobrenaturais, o unicórnio, e ao tocar o seu chifre, vai entrar em um sono profundo e só será despertada com o beijo do verdadeiro amor. O conto é até meio poético. Eu gostei bastante, por mais que tenha lido que muitas pessoas não conseguiram se identificar com o enredo, ele traz uma pegada mais ingênua.

    Por último, vem o de Patricia Barboza, que traz a “princesa” Camila, que se sente super aprisionada em casa, sufocada, e mal pode viver a sua vida. Ela tem os cabelos muito longos, o que resultou no apelido de Rapunzel. Porém, em um momento que ela esperou a vida toda, decide cortá-los de vez, e com isso quer ganhar um pouco de liberdade. Seu maior sonho é ser cantora, e por isso, publica vídeos cantando músicas da Katy Perry no Youtube. Aliás, ela é muito fã da cantora e ela é citada várias vezes durante a narração. O que agrada também o romance fofo – porém meio previsível demais – com o seu melhor amigo nerd. Essa personagem tem a impressão de ser a mais novinha do livro, de acordo com os seus pensamentos.

    No mais, é uma leitura bastante agradável, envolvente, perfeita para meninas que curtem livros nesse estilo e são fãs de pelo menos algumas das autoras ilustradas na capa. Ah, e na orelha, vemos um recado de Mia Thermopolis. Eu aprovei muito, inclusive li em apenas um dia.

    1. Camila Faria Jan 08, 2014

      Princesa Camila??? Adorei, vou ter que ler!!! rs…

    2. Hélvio Caldeira Jan 08, 2014

      Estou louco para lê-lo. A Paula escreve muito bem <3

    3. Rodrigo Jan 08, 2014

      adoroo séries de menininhas, mas quando se trata de livros eu sou mais “machão” uahuaheuhehu

      Porém, já li meg cabot e gostei muito. x)

    4. Karol Jan 09, 2014

      fiquei louca pra ler! já vou fazer 20 anos mas continuo amando essas histórias de adolescentes kkkk :DD

    5. Juliana Jan 09, 2014

      Muito fofo o livro e as histórias. Gostei bastante :)
      Acho que me identifiquei mais com a primeira 😀

      Beijos!

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA