• 71e0db6e93ee0415f7c0c0cb28e2027c
    Looks, Moda

    Looks para o verão

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: A Quimica Que Há Entre Nós

    ver post
  • 004
    Playlist

    Playlist: Novembro

    ver post
  • ae1067a142b75a763d994266c27335b3
    Reflexão

    O que eu quero te dizer

    ver post
  • January 3, 2014
    postado por

    Um dos assuntos que mais foi votado no formulário que eu criei para saber a opinião das leitoras sobre o blog, além de mais posts sobre estudos, faculdades e profissões (em primeiro lugar) foi o assunto namoro e relacionamentos. Inclusive, estou preparando alguns posts bem legais sobre esse tema aqui para o site. Hoje, para começar, eu queria falar sobre aquela história que eu aposto que muita gente já se deparou ou enfrentou: de vez em quando, parece que o mundo todo quer estar em um relacionamento. Sua prima, sua irmã, suas amigas. O “relacionamento sério” se tornou literalmente um status. Eu nunca namorei, então não posso vir aqui e contar sobre como é essa experiência para vocês.

    Mas posso contar como é conviver com toda aquela juventude, que todos os dias, parece tanto buscar algum ficante, parceiro, enfim, alguém para dizer que é o seu namorado. Ou como tudo parece andar rápido demais. Namoros acabam e voltam na velocidade da luz, e quando você acha que alguém está com aquela pessoa, um susto: na semana que vem ela já apareceu com outra. E no mês seguinte, já trocou também. Não estou dizendo que é legal que as pessoas fiquem na fossa durante meses ou lamentando uma decepção. Só que, pera ai, né? Quando é “amor” mesmo, não se supera em uma semana!

    Confesso que ando meio desiludida com esse mundo ai, que prega tanto os namoros e depois quando tudo termina as pessoas estão lá, se odiando nas redes sociais, ou tentando provar que vivem super felizes com mil fotos na balada e letras da última música sobre desapego de um cantor sertanejo no Facebook. Se identificou? Então é porque você já viu isso acontecendo ou até já fez. Se tem uma coisa que eu percebi é que faz mal, muito mal, para a nossa personalidade, fingir ser algo que não somos. E no fundo, podemos até tentar enganar uma ou outra pessoa, mas nunca vamos conseguir enganar a nós mesmos.

    Por isso que quando eu vejo um casal que se gosta de verdade, que sei que dá pra sentir que não é paixãozinha de duas semanas, e sim algo verdadeiro, dá uma vontade de de apoiar. Porque isso é raro. Muito raro! Ainda mais quando as pessoas tem 15, 16 ou 17 anos, e magoam os outros com uma facilidade incrível. Conseguem gostar de alguém num dia e no outro acabar com tudo rapidamente. Namorados que são fieis, apoiam uma garota e realmente vão estar ao lado dela, merecem ser valorizados. Então, se você tem um que preenche essas características, valorize-o, viu? Porque eu garanto, não é nada fácil encontrar uma pessoa que goste de você sem meio termo, sem indecisões e de verdade.

    Óbvio que namoros não são flores. No inicio pode até parecer, mas depois você vai conhecendo os defeitos e as manias supostamente chatas da outra pessoa. E ai você vai saber se ama ela mesmo quando aprender a aceitar isso. Quando ver que a conversa é a opção mais sensata, e não as brigas, os chiliques e as palavras cruéis: elas não vão solucionar nenhum problema. Gostar de alguém de verdade não é querer moldá-la, deixá-la do jeito que você quer. Isso é idealizar alguém. Gostar de alguém é saber lidar com isso.

    Um relacionamento deve ser ótimo quando as pessoas se completam, aprendem a conviver com as coisas boas e ruins um dos outros, e de certa forma quando estão juntos conseguem deixar tudo mais agradável e melhor. E para isso se prolongar, é necessário um sentimento verdadeiro, e que deve ser preservado. Não deixe escapar se alguém te proporciona essa sensação!

    Também acho importante que as pessoas tenham seu espaço. Conheçam a si mesmas antes de embarcar em um relacionamento, e aprendam a cuidar da sua individualidade. Afinal um namoro é para nos completar, e não para se tornar o significado do nosso mundo; é necessário ser cuidadoso, antes de depositar todas as suas felicidades ou expectativas nas mãos de outra pessoa.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA