• 22498960_2028529004044575_6241653563477036743_o
    Música

    Conheça a belga Angèle

    ver post
  • d7c4f8272df21bdae9d45345439cf090
    Música, Playlist

    Playlist: Dezembro

    ver post
  • photo-1527936599657-e6d24be0c95c
    Comportamento, Textos, Viagens

    Carta de amor para os nômades

    ver post
  • MV5BOTQyMDYwNDMyOV5BMl5BanBnXkFtZTgwMjM4NTIzNjM@._V1_
    Séries

    Série: O Mundo Sombrio de Sabrina

    ver post
  • Fevereiro 8, 2014
    postado por

    Título: Hush, Hush – Silêncio

    Autor (a): Becca Fitzpatrick

    Editora: Intrínseca

    Sinopse: Nora Grey não consegue se lembrar dos últimos cinco meses. Depois do choque inicial de acordar em um cemitério e descobrir que ficou desaparecida por semanas, ela precisa retomar sua rotina, voltar à escola, reencontrar a melhor amiga, Vee, e ainda aprender a conviver com o novo namorado da mãe. Em meio a tudo isso, Nora é assombrada por constantes pensamentos com a cor preta, que surge em sua mente nos momentos mais improváveis e parece conversar com ela. Alucinações, visões de anjos, criaturas sobrenaturais. Aparentemente, nada disso tem a ver com sua antiga vida. A sensação é de que parte dela se perdeu. É então que o caminho de Nora cruza o de um sexy desconhecido, a quem ela se sente estranhamente ligada. Ele parece saber todas as respostas… e também o caminho até o coração de Nora. Cada minuto a seu lado confirma isso, até que Nora se dá conta de que pode estar apaixonada. De novo.

    Faz praticamente dois anos que eu li o segundo livro da série, “Crescendo” e não havia lido a continuação e o terceiro volume até Janeiro de 2014. Por tanto, eu não me lembrava de muita coisa da história. Só algumas passagens, e óbvio, o romance de Nora e Patch (fica meio difícil de esquecer, né?). No terceiro livro, Nora perde boa parte da sua memória e não consegue se lembrar de nada. Ela acorda em um cemitério e cinco meses da sua vida não passam de um borrão. Por isso, ao longo dos capítulos, eu até fui descobrindo alguns pontos da história com a protagonista, que eu não me recordava mais.

    Quando ela volta para casa, acaba tendo que encarar o novo namorado da sua mãe: Hank Millar, e também pai da sua arqui-inimiga do ensino médio, Marcie. E depois, ela acaba descobrindo que um dos homens que ela mais odeia é também o seu pai biológico (mesmo que ela não o considere como seu pai de verdade) e que ele é o temido Mão Negra, e foi ele que provocou o seu sequestro e a sua (quase) morte. Ele é líder do grupo dos nefilins na luta contra os anjos caídos e quer provocar uma guerra entre ambos.

    O livro é bem intrigante, carrega vários mistérios e o que chama atenção é também o momento que Nora encontra Jev, que na verdade é Patch – sob o seu verdadeiro nome – e revive todas aquelas sensações de quando ela se apaixonou por ele, lá no primeiro livro. Ela não se lembra exatamente da relação que eles tiveram, mas se recorda que eles viveram coisas muito fortes juntos. Patch é o típico bad boy com alma de mocinho e personagem dos livros sobrenaturais que a gente adora amar.

    E nem o Scott, amigo de Nora, que está foragido e tem uma queda por ela, fica páreo com o anjo caído. Os dois se encaixam melhor como amigos, e acho que a tentativa da autora de fazer rolar um triângulo amoroso não vingou nesse volume, e eu prefiro assim. Histórias que a protagonista sempre fica dividida entre dois caras já caíram no clichê.

    Os capítulos são recheados de ação e cenas eletrizantes. Quem não gosta de leituras paradas, vai se agradar com essa história, que entra no ritmo dos outros livros rapidamente. Em alguns momentos ele pode cair um pouco na monotonia, mas logo depois ele já está cativando o leitor novamente.

    A Nora me agradou muito por estar mais decidida, forte e corajosa também. Ela não é do tipo fraca, que depende sempre do par romântico pra ser salva e consegue se resolver sozinha, sem medo de enfrentar alguns nefilins pelo caminho. Agora, prometo que vou agilizar a leitura e ler o mais recente, “Finale” o mais cedo que eu puder!

    Fevereiro 2, 2014
    postado por

    Como vocês leitores já devem saber, eu sou totalmente viciada em séries. Já perdi a conta de quantas assisto (quem também adora séries pode adicionar o meu perfil lá no Banco de Séries) e se nas férias de julho eu aproveitei para assistir as três temporadas de Shameless US, nas de verão eu fiquei apaixonada por Teen Wolf, que atualmente está na sua terceira temporada e é um dos maiores seriados de sucesso da MTV, junto com Awkward. TW começou a ser exibida nos Estados Unidos em Junho de 2011, e desde então vem conquistando um espaço significativo e ótimos números de audiência.

    Eu já havia começado a ver a primeira temporada no início de 2013, se não me engano, mas os primeiros episódios não me prenderam e eu acabei abandonando. Porém, acompanhei algumas reviews e comentários na internet de que a segunda e a terceira temporada tinham uma melhora muito grande, e a série se tornou mais madura, por isso, resolvi dar uma segunda chance. E não me arrependi nem um pouco! A partir da season 2 a evolução é notável e às vezes parece que você nem está vendo o mesmo programa da primeira temporada. Por isso, dou uma dica: se você não curtir o início, não desista. Depois, fica muito mais legal.

    O início da história acompanha o momento que Scott McCall, de 16 anos, é mordido por um lobisomem e se transforma em um. Mais tarde, descobrimos que quem o mordeu é Derek Hale, que posteriormente se torna líder da alcateia que Scott irá participar. Os primeiros episódios mostram a consequência da mordida, o que isso traz de novo na vida de Scott e insere algumas mitologias na série. Após a evolução dos episódios, novos personagens começam a entrar no seriado e as histórias tomam rumos diferentes, e os plots e cliffhangers se tornam bem mais interessantes e complexos. São vários vilões e os episódios são cheios de ação, reviravoltas e narrações que fogem do normal (ou seja, nem sempre são lineares). Aguarde também por mistérios e cenas bem tensas (principalmente na terceira temporada). Os episódios são eletrizantes. E os 40 minutos passam voando!

    O elenco também é repleto de atores talentosos e que te conquistam. Dylan O’Brien, que interpreta o melhor amigo de Scott, Stiles Stilinski é um dos meus personagens favoritos e cumpre as cenas de alívio cômico. Também tem o Tyler Hoechlin, que interpreta o Derek, o Daniel Sharman, no papel de Isaac. O Colton Haynes fica na série como Jackson até a season 2 (atualmente ele está em Arrow). Na ala feminina, as protagonistas são a Crystal Reed, intérprete de Alisson, a Holland Roden como Lydia, e Arden Cho como Kira, uma nova personagem.

    Resumindo, é uma série que super vale a pena assistir, principalmente se você curte aquelas do gênero teen que não são bobas e trazem episódios e personagens bons, sem ser só enrolação pura no enredo PLL é assim mas eu ainda assisto aposto que vocês vão gostar muito, mesmo que os primeiros episódios não sejam nem um pouco do nível dos atuais, Teen Wolf surpreende a todos é meio subestimada.

    [+] Download em torrent
    [+] Assista online
    [+] RMVB/AVI Legendado

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA