• 71e0db6e93ee0415f7c0c0cb28e2027c
    Looks, Moda

    Looks para o verão

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: A Quimica Que Há Entre Nós

    ver post
  • 004
    Playlist

    Playlist: Novembro

    ver post
  • ae1067a142b75a763d994266c27335b3
    Reflexão

    O que eu quero te dizer

    ver post
  • March 6, 2014
    postado por

    Frio na barriga. Ansiedade. Nervosismo. Aquelas sensações que temos quando não sabemos o que fazer, quando não temos nem ideia do que nos espera ou do que teremos que enfrentar. O cotidiano pode ser absolutamente monótono de vez em quando, mas existe situações em que ele resolve nos surpreender, brincar com a gente. Já não te falaram que nos envolvemos com as pessoas que menos esperamos, e vivemos experiências quando menos aguardamos?

    Eu tenho uma ansiedade gigante para viver coisas diferentes. E é a primeira vez que vou para outro país, fazer uma das coisas que eu mais adoro: poder observar pessoas que nunca vi, explorar lugares novos, ver como os outros se comportam, sair do meu bairro, da minha rotina, do meu mundo que é tão pequeno perto de tantas coisas que existem por ai.

    Você já teve a sensação de que vivia quase numa bolha? Eu tinha, e consegui quebrá-la no início desse ano. Vi que expectativas e realidade não são a mesma coisa, e que muitas vezes, o que tanto imaginamos na nossa cabeça não chega nem perto do mundo real. Nenhum recomeço é fácil, acreditem, e nada é como a gente espera. As pessoas não agem roboticamente como imaginamos, e muito menos, as coisas tomam rumos sem que nós não nos esforcemos para isso.

    Eu gosto da sensação de sair dessa bolha. Às vezes, saindo da cidade, indo para outro lugar, entrando em contato com outras pessoas que nunca vimos, temos a impressão de que nossos problemas e neuras podem ser gigantes no mundinho em que vivemos, no qual as aparências são sempre o mais importante, mas para os outros, isso pode não significar praticamente nada. Em outro lugar do mundo, tudo pode ser diferente. E dai, vamos ver que não precisamos nos preocupar tanto com coisas que na verdade são pequenas, mas que tomam grandes proporções dentro da nossa cabeça.

    É difícil aceitar que nossos problemas podem não ser os maiores do mundo – por quê eles importam pra nós – mas acho que vai ser bom enxergar outras coisas, conviver com outras pessoas. Nem tudo é definitivo, nem tudo precisa ser urgente e “pra sempre.” O futuro é incerto, e nós nunca sabemos o que virá. “The world is a book and those who do not travel read only one page.”

    1. Camila Faria Mar 06, 2014

      Sair da nossa zona de conforto é tão importante às vezes. A gente encontra uma coragem que nem sabia que existia dentro da gente!

    2. Juliana Mar 06, 2014

      Que legal! Vai fazer intercâmbio? Parabéns! É uma excelente oportunidade, aproveite!
      Eu tinha muita vontade, mas depois que fiquei adulta, desisti, porque outras prioridades apareçam. A fase ideal mesmo é na sua idade :)

      Beijos!

    3. Miguel Alexandre Pereira Mar 06, 2014

      Estou a ver que está para breve um novo desafio, muito boa sorte! Não há nada melhor do que sair da nossa zona de conforto. Mostras muita coragem, vais ver que vais ser recompensada :)

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA