• 26e14d287bd9c5f49b36990e398601d0
    Comportamento

    Um recado para o Instagram

    ver post
  • space love xx Scott Brian Madeiras
    Amor, Reflexão

    Antítese

    ver post
  • 71e0db6e93ee0415f7c0c0cb28e2027c
    Looks, Moda

    Looks para o verão

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: A Quimica Que Há Entre Nós

    ver post
  • April 21, 2014
    postado por

    Esse é o parque favorito de todos os fãs de montanhas-russas super radicais, e é o local perfeito para quem ama adrenalina (como eu!). Como esse tipo de brinquedo sempre foi o que eu mais gostei, eu não poderia perder a oportunidade de ir para o Busch Gardens, que fica em Tampa, localizado à uma hora de Orlando. É fácil de chegar lá com GPS se você pegar as rodovias principais (na volta, nós quase nos perdemos no meio de umas ruas bem mais afastadas na cidade). O foco dele também são os animais. São zoológicos e áreas representando a África e a Ásia. Ah, e tem muitos locais lindos para bater fotos, com flores e animais fofos!

    O ingresso custa 90 dólares pelo site e eu paguei 98 comprando na hora, então a diferença não é muito grande; às vezes os preços são super semelhantes na internet ou no guichê. No dia que eu fui em Tampa, (no inicio de Março) estava fazendo muito frio! E eu nem tinha levado roupas quentes. Em Orlando estava sol e calor, e lá, um vento forte e fazia uns 10 graus. Então, não esqueça do moletom, às vezes a temperatura varia muito.

    A Sheikra tem 61 metros, e solta a galera numa queda livre de 90 graus a mais de 112 km/h. É somente para os corajosos! Só de me lembrar, eu ainda nem acredito mesmo que fui. A fila até que foi rápida, durou uns 45 minutos. Nada descreve a sensação de estar lá e sentir aquela adrenalina enorme. Antes da primeira queda – que é a maior e mais assustadora de todas – ela fica parada por alguns segundos lá em cima. É agoniante, isso eu posso garantir! Eu quase morri de emoção vale muito à pena, porque é uma experiência incrível. Normalmente tem mais fila que as outras do parque, por ser a atração mais famosa. Ela não assusta tanto assim depois que você cai os 90 graus. Ela tem até uma curva que sobe girando 360 graus!

    A Kumba, não é tão assustadora quando parece, mas é cheia de loopings emocionantes. O legal das montanhas-russas desses parques é que o trajeto é sempre surpreendente. Sem nem mesmo perceber, você passa por baixo de alguma coisa, por curvas inusitadas… é bem diferente. Ela dura três minutos (sendo uma das de maior duração no parque) e tem aspirais de 360 graus. Ela tem várias descidas emocionantes!

    Cheetah Hunt foi uma das minhas atrações favoritas do parque. Ela é uma montanha-russa cheia de curvas e surpresas, além de ser muito, mas muito rápida! Acho que é uma das mais velozes do parque e isso só deixa tudo ainda mais emocionante, você sai dela sem fôlego. O legal do inicio é que ela começa devagar e do nada pega uma velocidade grande, ou seja, ela te pega de surpresa. Além disso, também é uma das maiores do parque, dá pra enxergá-la de vários lugares.

    A Montu acaba se tornando uma montanha-russa mais leve depois que você já foi em todas as outras que eu citei. Ela é bem rápida e tem vários loopings, e é mais legal por não ser um carrinho, e sim o banco que está nos trilhos. Ótimo pra ver o parque inteiro lá de cima, ainda mais com dias ensolarados (como o que eu fui!). A única coisa que eu não gostei muito é que a cabeça bate mais, porque ela se movimenta muito e com força. Porém, os bancos são confortáveis (assim como os de todas as outras atrações no parque).

    Eu não fui com tantas expectativas para a Scorpion, já que ela tem uma estrutura menor, então não assusta muito, mas me surpreendi! Ela é bem divertida e a descida que te leva para um looping enorme é de deixar qualquer um com muito (sério!) frio na barriga. A fila foi bem rápida até, não tinha muita gente. No dia que eu fui no Busch Gardens o parque não estava lotado; me falaram que na temporada as filas são de horas.

    Eu só fui almoçar (ou quase jantar!) mesmo lá pelo final da tarde. O parque naquele dia fechava perto das seis horas, então próximo das cinco eu fui comer. Escolhemos o Zambia Smokehouse, opção mais perto. Tinha uma praça de alimentação maior no parque, mas no Busch Gardens tudo é muito distante, então se você quiser ir em outras áreas, tem que caminhar – e muito – a pé e naquele momento eu já estava super cansada. Esse restaurante é mais prático (fica no caminho da Sheikra, inclusive você consegue ver todo o trajeto dela enquanto come!) porque você escolhe o seu pedido, entra numa fila e eles já vão fazendo tudo rapidamente, ou ele já vai estar pronto na bancada. Então, se estiver em dúvida, é só escolher o que quiser ali e depois pagar. O processo é rápido. Porém, ele não tem comidas muito leves. Eu pedi o menor prato (só frango e batata) mas existem outros bem maiores com o molho barbecue. Eu não escolhia esses pratos porque lá tudo é pesado demais, então corria o risco de ficar mal do estômago. Os preços variam de 12/25 dólares.

    1. Dayane Nascimento Apr 21, 2014

      Nossa que show ? ? eu morria de medo de montanhas russas ai no meu aniversário de 15 anos decidi ir em uma que tem no parque do Hopi Hari e eu amei, fui várias vezes kkkk

      Esses parque deve ser demais, só pelas fotos e pelo o que disse, bateu uma enorme vontade de ir, pena que não é aqui no Brasil, mas um dia quando viajar pros EUA irei lembrar desse parque. :)
      Beijinhos
      You Tube
      Instagram
      Facebook do blog
      conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA