• large
    Viagens, Videos

    Vlogs legais de viagens

    ver post
  • 18033802_1425737924156032_8579091541036371031_n
    Música

    Bandas que vale a pena ouvir

    ver post
  • Arte: Juliana Rocha
    Comportamento, feminismo

    #MeuCorpoNãoÉPúblico

    ver post
  • large
    Séries

    Série: The Defenders

    ver post
  • June 15, 2014
    postado por

    Título: Will & Will

    Autores (as): John Green e David Levithan

    Editora: Galera Record – Jovens Leitores

    Sinopse: Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra… Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio.

    CONTÉM SPOILERS!

    O motivo inicial pelo qual eu comprei esse livro foi, eu admito, o nome John Green na capa. O segundo é que eu queria completar a coleção de livros do autor, e só faltava esse. Então, eu realizei o meu desejo e agora tenho todos os livros do John aqui em casa! Porém, não posso deixar de lado o fato de eu ter conhecido um outro autor com essa obra: o David Levithan. Eu já tinha ouvido falar dele, mas nunca havia lido nada de fato do David. Confesso que quando eu li a sinopse, acreditava que o enredo era sobre um casal homossexual. Mas, até a metade da história, descobri que não, os dois Will’s, personagens principais, não iniciam nenhum relacionamento no livro.

    Conhecemos o primeiro Will Grayson, um adolescente que tem como melhor amigo um cara – literalmente – gigante, forte, brincalhão, dramático e gay, o Tiny, que é um dos personagens mais importantes de toda a história. A amizade dos dois é de anos, eles se conhecem muito bem, mas também brigam bastante. No meio dessa dupla, também está Jane, uma garota inteligente e cheia de personalidade, que encanta o Will, mas ele tem como filosofia de vida nunca se envolver muito com as pessoas ou não se arriscar demais, por isso, no início, ele se esforça muito pra não começar a gostar dela.

    o segundo Will, é talvez o que eu mais tenha gostado. Eu não tenho um preferido, mas a carga emocional deste, que é gay assumido, me interessou muito mais. Ele é tímido, pequeno, quieto e anti-social. Vive apenas com o mãe, já que o seu pai foi embora, tem uma melhor amiga – que ele não gosta muito – e um namorado virtual, chamado Isaac. Ele se sente meio deprimido e também enfrenta vários problemas consigo mesmo, mas alivia tudo isso ao conversar com Isaac, praticamente todos os dias.

    Após o segundo Will marcar um encontro com o Isaac em Chicago, ele acaba conhecendo, meio sem querer, o o.w.g, também conhecido como Outro Will Grayson. O momento que eles se conhecem é bem engraçado e inusitado! E dá para perceber como os dois personagens são extremamente diferentes, e lidam com as coisas de modo bem distinto. Ele acaba descobrindo também que o seu namorado virtual era uma farsa feita pela sua amiga, que era meio afim dele. E então é ai que ele é obrigado a reconstruir a sua vida de volta, que era baseada em alguém que ele nem ao menos conhecia de verdade.

    Tiny entra na história, e é um personagem bem cativante, hilário, que não tem medo de ser quem é, e que acaba conquistando todos aos poucos. Ele vai fazer uma peça de teatro – que está sendo super aguardada na escola – sobre a história dele, de como foi se assumir gay, e todos os momentos complicados que ele passou. No meio disso tudo, ele acaba conhecendo o outro Will, que mora numa cidade diferente, e começa a gostar dele. É muito fofo ver os dois juntos. Até porque, eles não são nem um pouco parecidos, mas Tiny vai ensinar Will Grayson a se aceitar.

    O livro tem piadinhas, momentos engraçados e as referências que não podem faltar em livros do John. O David também me conquistou muito; e para você não se confundir, os capítulos narrados pelos Will’s são escritos um em letra normal, e o outro somente em letra maiúscula. Mas a diferença na narração dos dois é muito perceptível. Foi delicioso ler esse livro. E emocionante ao mesmo tempo!

    1. Ludimila Ágatha Jun 15, 2014

      Su louca pra ler esse livro, mas ainda não tive a oprtunidade. Espero gostar, rs
      Beijos Ana !

    2. Camila Faria Jun 16, 2014

      Fiquei curiosa com essa estrutura de dois autores se revezando dentro do mesmo livro, parece ser bem legal!

    3. Miguel Alexandre Pereira Jun 16, 2014

      Gosto muito do trabalho de John Green, este livro ainda não li. Fiquei bastante curioso para o ler :)

      http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    4. Cristiane Jun 16, 2014

      Oi Ana! Como vai?

      Não li o post porque eu ainda estou pra ler esse livro. Até porque “leria até a lista de compras de supermercado do John Green”! HAHAHA

      E essa capa nova é simplesmente linda! Estou feliz porque não dei a louca e comprei a primeira versão (capa cinza) quando ele saiu.

      Beijos e boa semana!
      Cristiane
      http://passarosferidos.com

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA