• 30582445_1682313098528967_8534345049331204096_n
    Ilustração

    Universo em Bolha de Tinta no Catarse

    ver post
  • tomoffinland
    Filmes

    Filmes de Abril #1

    ver post
  • 57ed11dfb878fd4b34b1641e59ebadf3
    Comportamento

    Como eu combato a minha ansiedade

    ver post
  • cinema-filme-pantera-negra-20180219-009
    Filmes

    Filmes de Março

    ver post
  • Julho 20, 2014
    postado por

    Título: Deixe A Neve Cair

    Autores (as): John Green, Maureen Johnson, Lauren Myracle

    Editora: Rocco Jovens Leitores

    Preço Sugerido: R$29,50

    Sinopse: Na noite de Natal, uma tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio para encontros românticos. Em “Deixe a Neve Cair”, bem sucedida parceria entre três autores de grande sucesso entre os jovens, John Green, Lauren Myracle e Maureen Johnson escrevem três hilários e encantadores contos de amor, com direito a surpreendentes armadilhas do destino e beijos de tirar o fôlego. E provam que o amor verdadeiro pode acontecer quando e onde menos se espera.

    E eu finalmente, consegui cumprir a minha promessa de ter lido todos os livros do John Green! Conclui a promessa ganhando Let It Snow de aniversário. Já faz um tempo que eu li, mas só agora trago a resenha para vocês. Eu já havia lido um outro conto da Lauren Myracle, faz um tempão, na série Formaturas Infernais, mas de Maureen Johnson eu não conhecia nada. Todos os contos se passam no Natal; é um livro romântico, divertido, fofo, encantador mas que não cai no clichê em nenhum momento. As histórias são ótimas. Ah, e todos os contos se interligam entre si de algum modo (é muito legal perceber isso).

    O primeiro conto é o Expresso de Jubileu, que leva o nome da protagonista. Jubileu é uma garota que é apaixonada pelo Natal. Essa é a sua época do ano favorita e ela está feliz porque agora tem um namorado mais do que especial, o Noah, que é um dos garotos mais populares da sua escola e é adorado por todos. Noah está envolvido em muitas atividades extracurriculares, é um líder, pode ser considerado o “namorado perfeito.” Jubileu se sente sortuda por ter ele ao seu lado, mas percebe com o tempo que ela se importa muito mais com ele, do que ele com ela. E é justamente quando seus pais são presos em uma situação cômica numa loja (o livro é cheio de humor!) que ela tem que viajar para outra cidade, e acaba ficando presa em Gracetown, um lugar super pacato.

    Prestes a entrar em crise porque o seu Natal – e o seu namoro – estão completamente arruinados, ela conhece Stuart na Wafle House. O garoto, solidário, a convida para ficar na casa dele durante a data. Jubileu, meio em dúvida, acaba aceitando. E ela tem uma conexão imediata com Stuart, que é mais simples e gentil que Noah. Ele foi traído pela ex namorada e também teve o coração partido, e eu juro que até eu gostei do Stuart. Desejei muito que esse conto virasse um livro de verdade!

    O conto do John Green, chamado de O Milagre da Torcida de Natal é bem empolgante. Aliás, quem é fã dele já consegue perceber as características do autor logo de cara. Começando pelos três protagonistas, que são melhores amigos. Tobin, Duke – uma garota – e JP estão em casa, presos na nevasca, assistindo a filmes do James Bond. Quando um amigo de Tobin liga avisando que um bando de líderes de torcida que tiveram o trem preso na neve – o mesmo de Jubileu – estão na Wafle House, ele e JP querem ir correndo pra lá. Duke é a única que não aceita muito a ideia, mas vai mesmo assim.

    Tobin e Duke são melhores amigos faz muito tempo, e é no Natal que o Tobin realmente tem a chance de perceber que a amiga, além de ser uma garota (dã!) tem personalidade forte, não segue padrões de moda, é diferente das outras garotas… ela não liga para coisas bobas ou feminilidade. E é isso que a torna tão atraente. JP é um personagem hilário, é o amigo engraçado que está sempre presente em todos os livros do John. Me apaixonei pela história. O final foi muito satisfatório.

    Já o último conto recebe o nome de O Santo Padroeiro dos Porcos e é o escrito pela Lauren Miracle. A protagonista é Addie, uma garota egoísta, meio chata e fútil em alguns momentos, que acabou de terminar o namoro com Jeb, e por isso, está desesperada, querendo o namorado de volta. O término deles, na verdade, teve uma boa parcela de culpa dela mesma, já que ela praticamente traiu Jeb. Porém, Addie não é de todo mal. Ela é sincera, se importa com os outros, mas tem um probleminha de achar que é o centro do mundo.

    Suas duas melhores amigas, Dorrie e Tegan, tentam fazê-la perceber isso e mudar sua atitude na véspera do Natal, a data que ela mais gosta, e talvez tentar reconquistar Jeb. A autora tenta dar lições sobre lealdade, ajudar o outro e pensar menos em si mesmo, mas o que não sustenta é a protagonista, que não convence muito. Porém, eu sei que a autora em si é boa, pois o meu conto favorito de Formaturas Infernais foi o dela. Addie precisa aprender, de modo árduo, a superar os seus defeitos e colocar os outros um pouco a frente de si, em vez de pensar sempre só nela.

    Eu adorei Deixe A Neve Cair ao todo. É um livro que dá muito certo porque os autores tem uma certa semelhança entre si. Desejei muito que os dois primeiros contos tivessem continuação!

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA