• 71e0db6e93ee0415f7c0c0cb28e2027c
    Looks, Moda

    Looks para o verão

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: A Quimica Que Há Entre Nós

    ver post
  • 004
    Playlist

    Playlist: Novembro

    ver post
  • ae1067a142b75a763d994266c27335b3
    Reflexão

    O que eu quero te dizer

    ver post
  • January 27, 2015
    postado por

    Gente, eu tô viva sim! Sei que fiquei quase duas semanas sem postar nada no blog, mas é que eu fui para o Rio de Janeiro e fiquei totalmente sem wifi. Até tentei achar um onde eu estava, mas não consegui, então não consegui postar. Mas tenho várias coisas preparadas que atualizarei já nesta semana. E desculpem mesmo pelo sumiço!

    Título: Anexos

    Autora: Rainbow Rowell

    Editora: Novo Século

    Preço Sugerido: R$16,90 no site da Saraiva

    Sinopse: Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. (Todo mundo na redação sabe. É política da empresa.) Mas elas não conseguem levar isso tão a sério, e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas. Enquanto isso, Lincoln O’Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho – ler os e-mails de outras pessoas. Quando ele se candidatou para ser “agente de segurança da internet”, se imaginou construindo firewalls e desmascarando hackers – e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada de uma piada suja. Quando Lincoln se depara com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de se divertir e se cativar por suas histórias. No momento em que Lincoln percebe que está se apaixonado por Beth, é tarde demais para se apresentar. Afinal, o que ele diria…?

    Esse é o terceiro livro que eu li da Rainbow, logo depois do Fangirl. Ele é narrado por um protagonista masculino, o Lincoln, que tem 28 anos (se não me engano) e se encontra meio perdido sobre o rumo da sua vida. Ele ainda mora com a mãe, não tem tantos amigos, e guarda memórias da sua ex-namorada – a Sam – da época em que ele ainda estava na faculdade. Sem um emprego que goste muito, ele trabalha de madrugada, numa redação, onde é o responsável por monitorar os e-mails dos jornalistas (o livro se passa em 1999, então essa prática ainda era super comum).

    A sua vida continua bem pacata, até ele tornar um hábito o fato de sempre ler os e-mails engraçados, sarcásticos e cheios de confissões de duas melhores amigas da empresa: Beth e Jennifer. Ele não sabe quem elas são pessoalmente, mas fica cada vez mais curioso para ler o que elas conversam entre si. Lincoln até tenta acabar com isso, e adverti-las sobre o fato de estarem infringindo as regras da empresa (que não permite mais conversa entre os funcionários por e-mail sem ser sobre o trabalho e agora possui um filtro de conteúdo impróprio, monitorando tudo o que quem trabalha lá conversa pela caixa de entrada) mas ele acaba evitando isso cada vez mais, até sentir que está começando a conhecer as duas, mesmo que virtualmente.

    Beth é crítica de cinema, então rola várias referências sobre filmes e músicas também (o que já era de se esperar, essa é uma característica muito legal da Rainbow que ela mantém em todos os seus livros) e a gente pode perceber que essa história de stalkear já existia com bastante força, mesmo na época em que as redes sociais ainda nem tinham nascido direito. Lincoln acaba se apaixonando, meio sem querer, por Beth. Ele não sabe como é a sua aparência física, mas sente que conhece bastante ela pelo que lê dos seus e-mails.

    Além do protagonista, também acontece um desenvolvimento interessante por parte dos outros personagens. A mãe dele é super protetora – mesmo que ele já esteja quase com 30 anos! – e Lincoln, no decorrer do enredo, tem que começar a crescer de verdade e sair da zona de conforto dele. Ele compra o seu primeiro apartamento, passa a morar sozinho, a ter alguns amigos e ter coragem para se aproximar da Beth. O desenvolvimento do romance deles só rola mais para o final, mas eu torci pelo casal. E o livro traz a proposta de que é possível se apaixonar por alguém pelo que a pessoa verdadeiramente é, e não pelo que ela parece.

    Beth, aliás, já viu ele na empresa e inclusive se interessa pelo Lincoln, mas sem saber que ele secretamente lê os seus e-mails. Eu adorei a amizade dela com a Jennifer também. O livro é gostoso de ler, passa rápido, é divertido e também uma boa indicação de leitura para as férias. Mas eu confesso que achei o Eleanor & Park e o Fangirl beem melhores! Eles me conquistaram mais (talvez pelos personagens serem jovens, então é bem mais fácil se identificar). Mas é questão de opinião, porque a minha prima leu e gostou igualmente também do Anexos.

    Lembrando que esse é o primeiro livro da autora; eu acho que ela se desenvolveu muito mais como escritora posteriormente, e focou mais no público jovem. Mas a sua estréia não deixa a desejar. Eu indico pra quem curtiu os outros dois livros dela. E eu mal posso esperar para lançarem outro dela aqui no Brasil (já é uma das minhas autoras favoritas).

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA