• large-4
    Comportamento, Textos

    Reconstrua

    ver post
  • large-3
    Playlist

    Playlist: Julho

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: Outros Jeitos de Usar a Boca

    ver post
  • large
    Textos

    Hábitos

    ver post
  • July 13, 2015
    postado por

    Título: Para Todos Os Garotos Que Já Amei

    Autor (a): Jenny Han

    Editora: Intrínseca

    Preço Sugerido: R$34,90

    Sinopse: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

    Primeiramente, esse livro me chamou a atenção por quê algumas blogueiras já leram e haviam elogiado bastante. Segundo, essa capa é muito amor! É linda e a versão brasileira também é igual à original. Eu li outros dois livros da Jenny Han (a série de vingança que ela e a Siobhan Vivian escreveram juntas, tem resenha aqui e aqui) e eles me agradaram muito. Então, quis apostar nessa nova leitura para as férias, e não me arrependi. Sabe aqueles livros românticos, com reviravoltas, com açúcar e que você não consegue parar de ler até chegar na última página? E tenta até desacelerar a leitura, para ele não acabar tão rápido! É esse o caso de To All The Boys I’ve Loved Before, lançado nos EUA em 2014.

    A protagonista do livro é a Lara Jean, de 16 anos, a irmã do meio de uma família composta pelo pai e pelas três filhas: ela, Margo – a mais velha – e Kitty, a caçula de dez anos. Elas perderam a mãe faz alguns anos, por isso, a família ficou praticamente sob o comando de Margo, que é dois anos mais velha que ela, sua melhor amiga e maior exemplo à ser seguido. A família tem em comum um vizinho em especial: Josh, que mora na casa da frente faz anos, e é adorado pelas três irmãs.

    Lara Jean sempre teve uma paixão secreta por ele desde quando era mais nova, mas quando sua irmã começou a namorá-lo, ela deu um jeito de esquecer o passado e tentar deixar tudo para trás. Uma das formas que ela faz isso é escrevendo cartas, que nunca são enviadas, para os garotos do qual ela já se apaixonou. Ela as guarda em uma caixa que foi dada pela sua mãe quando mais nova.

    Mas as coisas começam a mudar quando, sem explicações, uma das cartas é enviada. O garoto é uma das suas primeiras paixões do ensino fundamental, Peter Kavinsky, que agora é um dos jogadores de futebol da escola. Os dois possuem turmas completamente diferentes, e não tem muito a ver um com o outro. Mas eles se reaproximam depois que ele recebe a carta.

    Quem também recebe a sua é Josh. Margo foi embora de casa – deixando Lara Jean cuidando de tudo – e foi para a Escócia cursar o primeiro ano da faculdade. O vizinho agora é o seu ex-namorado, mas ela nem sonha que a irmã e ele já gostaram um do outro no passado. Por isso, as coisas ficam muito complicadas quando ele lê a sua carta, já que Josh nunca teve ideia de que os sentimentos dela eram recíprocos. 

    O enredo vai se desenvolvendo aos poucos, mas o que eu achei interessante é que os personagens crescem ao longo da história. Suas visões mudam, assim como os relacionamentos. Todos são obrigados a amadurecer diante dos problemas. Questões familiares também são muito abordadas, e vemos como a relação das duas irmãs, que sempre foram muito próximas, pode se tornar frágil com tantas mudanças.

    Lara Jean e Peter fingem um namoro: ela, por que quer que sua relação com Josh volte ao normal, e ele, porque quer fazer ciúme na ex namorada, a Genevive, que é uma garota meio cruel que havia sido amiga da protagonista quando elas eram mais novas. No início, as coisas eram apenas para consertar os problemas deles, até que tudo fosse resolvido. Mas eles descobrem que na verdade não conheciam um ao outro, e Peter é muito mais do que aparenta ser.

    Se você procura um livro de romance, sugiro esse. A personagem vive várias questões amorosas durante a história, com os seus amores antigos e com o fato de que pode estar se apaixonando por Peter, quando tudo era para ser apenas uma farsa. Assim como Lara Jean, o leitor vai gostando aos poucos dele, até que no final, você já está totalmente convencido e torcendo pelo mesmo. Adoro quando o autor tem essa capacidade de te envolver muito com a história!

    A questão das cartas não é o foco principal do livro, e sim as relações, sejam amorosas ou entre irmãs, pai e filhas. A leitura é leve (perfeita para ler nas férias de Julho, que são rápidas) a linguagem é super fácil e não te exige tanta atenção. Você vai se encantar com a história.

    O segundo volume (ainda bem!) já foi confirmado e será lançado em 2016 pela Intrínseca no Brasil. Mas nos Estados Unidos ele já saiu, em Maio deste ano. Eu não resisti e pedi para uma amiga que está viajando comprar para mim, porque preciso muito saber o que vai acontecer em seguida. Ou seja: já podem esperar pela resenha!

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA