• large-2
    Comportamento, Séries, TV

    As personagens femininas de Skam

    ver post
  • large
    Música

    Playlist: Junho

    ver post
  • large-2
    Culinária, Diversão

    Os melhores burgers de Florianópolis

    ver post
  • large-2
    Blogs

    O blog está de cara nova!

    ver post
  • December 27, 2015
    postado por
    2016

    Eu nunca fui daquelas pessoas que faz lista de pedidos para o próximo ano ou metas para cumprir. Eu prefiro deixar algumas coisas acontecerem, mas pela primeira vez para o próximo ano eu realmente quero tentar alcançar alguns objetivos especiais, como por exemplo arranjar um primeiro emprego e passar no vestibular. Esse último eu não sei se vai acontecer; tenho minhas dúvidas! Se ele não se concretizar, eu vou tentar mais uma vez e estudar o ano inteiro novamente. Eu não quero desistir de primeira, mas sei que vai rolar aquele sofrimento básico se eu não passar, porque todo o meu ano de 2015 foi praticamente escola, aulas, revisar matéria… e casa. Uma rotina que a maioria das pessoas com 17 anos, provavelmente já passou (ou vai passar).

    Esse ano foi ótimo para o meu crescimento pessoal. Eu enfrentei mais uma mudança (a segunda em menos de dois anos) e consegui lidar bem com a situação – na medida do possível – o que me fez, cada vez mais, começar a odiar mudanças um pouco menos. Depois de passar tantas vezes por elas, eu aprendi a me adaptar aos lugares mais rapidamente e percebi que nem é tão difícil assim começar a se acostumar com um lugar, por mais que o inicio sempre seja meio difícil. Mas é sempre bom descobrir que todos os lugares são um pouco maiores do que a gente imagina, e que em cada lugar podem existir pessoas diferentes, ou até mesmo bem parecidas, com aquelas que você já conheceu.

    Por mais que 2015 tenha sido bem mais tranquilo que em 2014, ele também foi estressante. Eu nunca me senti tão ansiosa na vida antes e tive que aprender a contornar a situação. Quem é ansioso sabe como isso pode ser horrível em alguns momentos, principalmente quando você não consegue controlar. É como uma prova de fogo: parece que estão testando todos os seus limites ao mesmo tempo.

    Mas o ano também me guardou boas surpresas, e se eu fosse pedir algo para os próximos 12 meses, seria mais viagens legais como as que eu consegui realizar nesse ano e também shows. O melhor momento do ano foi poder ver a minha banda favorita ao vivo e ir ao Rock in Rio como presente de formatura. Juro que não me arrependi nem por um segundo pela troca, e percebi que mesmo sendo péssima em Matemática, até que eu não sou ruim em organizar o meu próprio dinheiro. Planejamento e organização podem te fazer realizar algumas coisas que você sempre quis.

    Em 2016 eu só quero mais tranquilidade (mesmo que eu ache difícil que isso vá acontecer!) confiança, novas oportunidades e conhecer pessoas que tenham personalidades e gostos um pouco mais parecidos com os meus. Eu sei que é importante conhecer quem é bem diferente de você (por que querendo ou não, isso acrescenta bastante), mas dessa vez eu queria achar algum lugar no qual as pessoas, mesmo tendo opiniões divergentes, se respeitam mais. Mas talvez isso seja pedir muito, vamos encarar a realidade.

    E que o próximo ano seja incrível para o feminismo, para o empoderamento, e que as pessoas deixem os seus preconceitos de lado e aprendam a enxergar o mundo de outra maneira. Acho que já foi possível fazer algumas mudanças em 2015, graças a alguns meios de comunicação, mas muita coisa ainda tem que mudar. Então, não deixem de discutir e falar a sua opinião quando você ouve alguém falando uma besteira gigante. Chega de ficar calado e achar que uma conversa não muda nada; a pessoa pode não aceitar a sua visão de primeira, mas talvez ela crie consciência e pense mais sobre o assunto (eu já usei esse método e ele funciona em algumas ocasiões, prometo).

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA