• 30582445_1682313098528967_8534345049331204096_n
    Ilustração

    Universo em Bolha de Tinta no Catarse

    ver post
  • tomoffinland
    Filmes

    Filmes de Abril #1

    ver post
  • 57ed11dfb878fd4b34b1641e59ebadf3
    Comportamento

    Como eu combato a minha ansiedade

    ver post
  • cinema-filme-pantera-negra-20180219-009
    Filmes

    Filmes de Março

    ver post
  • Janeiro 19, 2016
    postado por
    me before you

    Título: Como Eu Era Antes de Você

    Autor (a): Jojo Moyes

    Editora: Intrínseca

    Preço Sugerido:R$22,70

    Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

    Posso dizer que comecei 2016 com o pé direito, pois a minha primeira leitura do ano foi “Como Eu Era Antes de Você” (Me Before You), da autora britânica Jojo Moyes. Eu fui pega de surpresa – esse é o primeiro livro dela que eu li – e essa história conseguiu me emocionar até o final. Às vezes a gente lê livros viciantes que nos deixam intrigado até a última página, outros fazem a gente refletir, e alguns conseguem nos impactar até mesmo depois que fechamos o livro de vez. Ou seja, a gente fica os dias seguintes ainda pensando na história e nos seus personagens.

    A protagonista é Louisa Clark, uma mulher que trabalha em um café na sua pequena cidade, divide a casa com a família enorme e namora um cara que é obcecado por academia e é corredor; os dois estão juntos há mais de seis anos, mas o relacionamento deles não é o mais profundo do mundo. Louisa está com ele mais por acomodação: aliás, quase tudo na sua vida é assim. Ela não tem sonhos e costuma viver na mesmice, sem desejar uma grande mudança. Quando ela perde o emprego e pela primeira vez a sua rotina é alterada, é que ela conhece Will Traynor.

    Will é o ex-CEO de uma grande empresa em Londres e era um homem bem sucedido, que nasceu em família rica e sempre gostou de viver a vida com intensidade. Ele tinha muitas ambições e sempre conseguiu conquistar a maioria delas. Sua vida, basicamente, sempre foi um sucesso por completo. Até que um acidente muda tudo e ele fica tetraplégico. Louisa precisa achar um novo trabalho, e quando aparece a oportunidade de ser a cuidadora de um deficiente – mesmo tendo pouca experiência na profissão – ela aceita. Porém, ela carrega consigo um medo enorme de não conseguir realizar esse trabalho. O seu contrato de seis meses é fechado e ela conhece a família Traynor, totalmente diferente da dela.

    O desenvolvimento dos personagens ocorre de maneira gradual e vamos conhecendo-os um pouco mais a cada capítulo, nos aproximando deles. Will vai conquistando o leitor. A autora consegue mostrar de maneira tocante e honesta como é a vida de um deficiente: os problemas que ele enfrenta, o julgamento por parte das outras pessoas, como é difícil superar muitas coisas, e que de algumas maneiras, não é nem um pouco fácil encarar a vida e a realidade todos os dias. Lou acha complicado lidar com ele: Will é sarcástico, fechado e não dá abertura para ela no começo. Mas depois de muita insistência por parte dela, os dois começam a formar uma amizade.

    É interessante ver como os dois personagens conseguem complementar um ao outro e mostrar uma visão diferente que ambos não conheciam. Enquanto Louisa nunca teve grandes ambições, Will mostra para ela como é importante querer conhecer o mundo, ter outras experiências e não ficar presa naquela cidade pacata. Ele enxerga em Lou qualidades que ela nunca viu em si mesma; e tenta incentivá-la a crescer como pessoa e buscar por mais. Já do outro lado, Louisa tenta de tudo para mostrar para Will que ainda vale a pena viver. Ele perdeu a vontade de enfrentar os seus dias, e a autora consegue nos deixar emocionados e tristes ao escrever sobre um lado muito complicado que o personagem possui: ele não tem mais expectativas sobre o seu futuro. Ele não tem motivos para continuar ali, e Lou tenta, de todos os modos possíveis, mudar o sentimento de Will sobre a sua vida.

    Os temas abordados no livro são pesados. Eles realmente vão causar um efeito no leitor, um impacto maior. Prepare-se para sentir raiva, alegria e surpresa, tudo ao mesmo tempo. Também não aguarde por clichês: a autora é realista na maior parte do livro. Mas se gosta de livros românticos, também indico essa leitura. Lou e Will formam um dos casais mais queridos do mundo literário: mesmo sendo tão diferentes entre si, eles conseguem achar coisas em comum. Eles, literalmente, mudam a vida um do outro.

    P.S: Prepare o lencinho.

    P.S 2: A adaptação do livro para os cinemas tem estreia prevista para Junho. Will será interpretado por Sam Claflin (Jogos Vorazes) e Louisa por Emilia Clark (Game of Thrones). Eu simplesmente amei as escolhas e acho que eles são perfeitos para o papel. As gravações já foram finalizadas ano passado.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA