• Dark-Netflix-11
    Séries

    Série: Dark

    ver post
  • 447788_m1495676403
    Filmes

    Filme: Extraordinário

    ver post
  • 24852431_1643305065692964_7543332303222915697_n
    Playlist

    Playlist: Dezembro

    ver post
  • image009-800x450
    Séries

    Série: Atlanta

    ver post
  • September 25, 2016
    postado por
    livro-de-memorias

    Título: O Livro de Memórias

    Autor (a): Lara Avery

    Editora: Seguinte

    Gênero: Young Adult

    Sinopse: Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível. E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença genética que aos poucos vai apagar sua memória e acabar com sua saúde física. Ela só precisa de um novo plano. É assim que Sammie começa a escrever “o livro de memórias”: anotações para ela mesma poder ler no futuro e jamais esquecer. Ali, a garota registra cada detalhe de seu primeiro encontro perfeito com Stuart, um jovem escritor por quem sempre foi apaixonada, e admite o quanto sente falta de Cooper, seu melhor amigo de infância de quem acabou se afastando. Porém, mesmo com esse registro diário, manter suas lembranças e conquistar seus sonhos pode ser mais difícil do que ela esperava.

    Quando me deparei com a capa maravilhosa do “O Livro de Memórias”, da autora norte-americana Lara Avery, eu me apaixonei na hora e fiquei louca para comprá-lo. Mas eu não fazia a menor ideia de que a história iria me impactar tanto! A protagonista é Sammie, uma menina que está prestes a se formar no colégio e embarcar no próximo ano para a NYU, sua faculdade dos sonhos em Nova York. Ela trabalhou durante quatro anos da sua vida para conquistar esse objetivo, dando atenção total aos seus estudos.

    Sammie sempre teve muitos planos e ela quer fazer algo de diferente para a sociedade e ter uma carreira de sucesso. Com poucos amigos, a sua única companheira na escola é Maddie, que é sua parceria no Clube de Debate, e a acompanha até a final nacional. A sua vida é planejada em detalhes, mas quando ela descobre que possuí uma doença genética incurável, a NPC (Niemann Pick Type C), conhecida popularmente como uma “Alzheimer de jovens”, todo o seu futuro parece estar em risco. A NPC é uma doença real e muito rara em jovens: apresenta inúmeros efeitos, entre eles a demência, a perda das habilidades motoras, expectativa de vida reduzida, e a perda de memória.

    Ela não suporta a ideia de se esquecer de tudo que planejou, e por isso, tem a ideia de iniciar um diário em seu notebook para lembrar de todos os momentos importantes de sua vida e as experiências recentes que ela passou. Dentre elas, está o seu primeiro romance. Sammie teve, por anos, uma paixão platônica por Stuart Shah, um menino inteligente e mais velho da sua escola, que estava tentando a vida de escritor em Nova York. Quando ele volta para a cidade, é a sua chance de tentar se aproximar dele.

    O romance está muito presente no livro, de forma delicada e empolgante. Ele é intercalado com os capítulos mais sérios, em que a doença começa a progredir com mais rapidez na personagem. É um livro que te faz embarcar na história. Encontrei na Sammie algumas características semelhantes às minhas, e outras muito diferentes. Mas mesmo assim, você se apega a personagem e a luta diária dela. A presença da mãe e do pai, e o envolvimento da família com a doença também abala o leitor. Sammie possui irmãos mais novos, e eles também vão ter que lidar com as inconstâncias da doença.

    Um dos meus personagens favoritos foi o Cooper, o amigo de infância da personagem. Eles eram muito próximos quando novos, mas o ensino médio e suas transformações inevitáveis entraram no caminho. Porém, com a descoberta da doença, os dois se aproximam de novo, e Sammie encontra naquele garoto – que aparentemente não tem nada a ver com ela – uma pessoa que consegue mudar a sua vida para melhor.

    Eu confesso que eu não esperava me envolver tanto com essa leitura. Não sei é porque eu ando meio emocional nos últimos dias, mas o enredo me pegou de jeito. E depois de algumas pesquisas, eu achei o Tumblr criado pela Laura Avery, em que famílias reais contam suas experiências dolorosas com a NPC. Mais do que apenas um livro jovem adulto, ele me fez refletir muito sobre o quanto algumas pessoas tem que lutar para sobreviver todos os dias, e como nós devemos dar atenção e visibilidade para doenças que muitas vezes, não vemos na mídia. E a autora conseguiu fazer isso com maestria neste livro.

    1. Camila Faria Sep 27, 2016

      Oi Ana, que bonito deve ser esse livro! Adorei a resenha, acho incrível quando um autor consegue abordar um tema tão difícil e tão real, com sensibilidade.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA