• 26e14d287bd9c5f49b36990e398601d0
    Comportamento

    Um recado para o Instagram

    ver post
  • space love xx Scott Brian Madeiras
    Amor, Reflexão

    Antítese

    ver post
  • 71e0db6e93ee0415f7c0c0cb28e2027c
    Looks, Moda

    Looks para o verão

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: A Quimica Que Há Entre Nós

    ver post
  • April 2, 2017
    postado por
    13reasonsposter

    13 Reasons Why, produzido pela Netflix, estreou nesta Sexta-Feira (31/03) no serviço de streaming. A série é uma adaptação do livro homônimo de Jay Asher, publicado em 2007. Eu li o livro em 2011, quando eu tinha 12 ou 13 anos. Eu me lembro até hoje de como ele me impactou profundamente. A história é sobre Hannah Baker, uma adolescente de 17 anos que comete suicido. Ela deixa treze fitas explicando os motivos que a levaram a tomar essa decisão, e cada fita é para uma pessoa, que cometeu algum ato – de propósito ou não – que a magoou profundamente, e influenciou a sua vida de alguma maneira.

    O tema principal do enredo é o bullying e o ensino médio. Com este último, muitos de nós estamos familiarizados, mas com o primeiro, talvez nem todos. Bullying, cyberbullying e slut shaming se tornaram mais presentes do que nunca nos últimos anos. Todo mundo conhece alguém que já sofreu bullying: talvez você mesmo, como eu, já tenha ter passado por isso. Porém, esses são temas que as pessoas muitas vezes se negam a discutir. Doenças mentais e suicídio também são um deles. A proposta da série é tratar sobre tudo isso, de maneira honesta e brutal. Sem delicadeza, sem papas na língua. É uma verdade nua, crua e muito dolorida, mas que expõe sem medo como é difícil ter que enfrentar estes problemas.

    13-reasons-crop

    O protagonista é Clay Jensen, um garoto tímido e nerd que nutria uma paixão quase platônica por Hannah. Os dois eram amigos, mas ele não sabia de tudo que se passava com ela, e também tinha medo de confessar seus sentimentos. Clay não entende porque ele está na fita, já que tecnicamente ele não faz nada de mal para Hannah. Mas posteriormente ele vai entender o porque está lá. A história mistura flashbacks e momentos atuais, que explicam o que cada pessoa fez. As situações são complicadas: Justin (Brandon Flynn) é um garoto bonito que chama Hannah para sair. Ela aceita, mas depois ele espalha mentiras sobre ela, contribuindo para que sua reputação fosse estragada na escola. Jessica (Alisha Boe) Alex (Miles Heizer), assim como a personagem, também eram alunos novos na escola. Eles se tornaram amigos, mas eles traem a confiança de Hannah, a deixando de lado e acreditando em rumores falsos sobre ela.

    13-reasons-why-season-1_poster_goldposter_com_5.jpeg@0o_0l_800w_80q

    Ela é alvo constante na escola: assim como Hannah, outros personagens também sofrem com humilhações e violências, verbais ou físicas. A série também faz um contraponto em como o ser humano pode ser hipócrita, e mostra a cultura do ensino médio, com a pressão e as ameaças que os jovens encaram todos os dias. Alunos brilhantes e que participam do grêmio estudantil também podem ser cruéis, sempre maquiando a sua personalidade real com notas altas, por exemplo. É o caso de Marcus (Steven Silver), Courtney (Michele Selene) e Tyler (Devin Druid).

    Cada episódio traz uma nova revelação, e além de te deixar com vontade de ver o próximo, eles também trazem uma carga psicológica pesada muito grande. O objetivo é cumprido com maestria, e é impossível ver a série sem se questionar e refletir de como a maneira que tratamos os outros pode impactar de maneira irreparável na vida de alguém. De como o jovem pode ser manipulador, mas os adultos também entram no pacote. E uma das lições mais importantes é que devemos reparar mais nos outros e nos sinais que eles demonstram. Muitas vezes as agressões são ignoradas em ambiente escolar, até mesmo pela própria instituição, outro tema abordado em 13 Reasons Why. A ignorância do ser humano muitas vezes pode sim, acabar com a vida de alguém.

    Os temas são bem explorados, e é difícil assistir esta série – com episódios que possuem em torno de 55 minutos – sem se deixar abalar. O estupro e o assédio sexual também ganham um espaço enorme. As cenas são as mais verdadeiras possíveis, e é algo desconfortável de assistir, mas esse foi exatamente o objetivo dos produtores da série ao fazerem as cenas. Dói e você sofre de verdade junto com o personagem. Acredito que isso é necessário, pois nos deixa uma mensagem que as pessoas precisam entender: a culpa nunca é da vítima.

    13-reasons-why

    Sobre o cast da série: só é possível dizer maravilhas sobre os atores que foram escolhidos. Eles deram vida aos personagens de maneira impecável, e o grande destaque fica para a australiana Katherine Langford, como Hannah, Dylan Minnette, como Clay, e Kate Walsh, como a mãe de Hannah. Kate é uma das melhores atrizes da série, e ela e Bryan D’Arcy James obtiveram a complicada tarefa de interpretar os pais de Hannah. Mas ambos fazem isso muito bem, e é possível enxergar o sofrimento que os pais dela sentem, e de como isso vai afetá-los para sempre. Todos os atores estão ótimos nos papéis.

    Confesso que assisti a série com uma dor enorme no coração em muitos momentos. A gente já sabia desde o inicio o que aconteceria com a Hannah, mas ver a morte da personagem foi horrível e realista, ao mesmo tempo. Horrível porque é péssimo ver algo assim acontecendo, e realista, porque isso infelizmente acontece com milhares de pessoas a todo momento no mundo. E é por isso que precisamos, urgentemente, falar mais sobre isso. E eu acredito que 13 Reasons Why pode incentivar debates importantes sobre o suicídio e a saúde mental. Durante o decorrer da série, a gente sente vontade de ajudar a personagem e dizer que tudo vai passar. Um dia o ensino médio acaba. Um dia coisas melhores aparecem na nossa vida. Mas nem sempre as pessoas tem a ajuda necessária para entender que vale a pena ficar.

    E se teve algo que essa série me ensinou (além de muitas outras) é que é preciso ser gentil. É preciso ser compreensivo. É necessário enxergar melhor as outras pessoas.

    1. Camila Faria Apr 04, 2017

      Oi Ana, a série tá dando o que falar, né? Eu fiquei com vontade de ler o livro antes de começar a assistir os episódios, vamos ver se vai rolar… Beijo! :*

    2. Claudia Hi Apr 10, 2017

      Preciso assinar netflix, assim não dá, todo mundo fala sobre tudo o que tem por lá e eu fico boiando rs

      Pelo trailer a história parece ser bem interessante. E achei que o ator principal era o Logan Lerman, de Percy Jackson!

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA