• 26e14d287bd9c5f49b36990e398601d0
    Comportamento

    Um recado para o Instagram

    ver post
  • space love xx Scott Brian Madeiras
    Amor, Reflexão

    Antítese

    ver post
  • 71e0db6e93ee0415f7c0c0cb28e2027c
    Looks, Moda

    Looks para o verão

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: A Quimica Que Há Entre Nós

    ver post
  • September 11, 2017
    postado por

    Eu já fiz muitos posts aqui no blog indicando cantores e bandas relativamente “novas” (que ainda não são conhecidas pelo público no geral aqui no Brasil), mas faz um longo tempo que eu não trago novidades; e o Spotify facilita a nossa vida no quesito conhecer artistas novos que valem a pena. 

    15304574_1576420402373336_872057040133908772_o

    King Nun (UK) – Ouça/Facebook

    Assinados pela importante gravadora britânica Dirty Hit (a mesma do The 1975) no final de 2016, a banda é formada por quatro garotos bem jovens: Theo no vocal, James na guitarra, Nathan no baixo e Caius na bateria. Eles trouxeram à tona o grunge, que andava meio esquecido no cenário de bandas contemporâneas (principalmente formada por integrantes na faixa etária dos 18-25 anos). A banda já lançou alguns singles este ano, que foram bem recebidos pelo público e os críticos no cenário alternativo. O sucesso resultou em passagem por festivais importantes, como o Reading e o Leeds. Destaque para a voz do vocalista!

     18033802_1425737924156032_8579091541036371031_n

    Pale Waves (UK)Ouça/Facebook

    O Pale Waves pode até parecer uma banda gótica olhando de primeira, mas não se deixe enganar. Apesar da presença das guitarras, o som deles é bem pop e gostoso de ouvir, com inspiração nas músicas animadas dos anos 80. O grupo de Manchester já tem o primeiro álbum confirmado para 2018 (antes um EP será lançado), e a expectativa é grande. Após marcar presença em festivais, eles lançaram o segundo single, “Television Romance”, que segue a vibe do primeiro, “There’s a Honey.” A banda traz uma garota no vocal, Heather Baron-Gracie, Ciara Doran na bateria, Hugo Silvani na guitarra e Charlie Wood no baixo.

    21371410_864858200345234_2707105683118768822_n

    Superfood (UK) – Ouça/Facebook

    Formado pelo duo Dom Ganderton e Ryan Malcolm, a banda anteriomente era formada por quatro integrantes, e um CD já havia sido lançado. Porém, após assinar com outra gravadora, eles repaginaram o seu som e se tornaram um grupo mais experimental, que não tem um gênero muito definido. E essa é a graça do Superfood, que nasceu em Birmingham. No novo disco – lançado em 8 de Setembro – intitulado de “Bambino”, cada faixa tem sua essência. É um álbum para dançar e se divertir, e uma das melhores novidades britânicas do ano. Não deixe de ouvir: Unstoppable, I Can’t See e Double Dutch.

    18121064_1285963131525197_6860169433835985005_o

    Me And The Julios (Noruega) – Ouça/Facebook

    Depois que eu conheci Skam, me empolguei para ouvir música norueguesa, algo super presente na série. Foi assim que eu conheci Me And The Julios, banda de Oslo. Eles tem um som bem rock, mas um pouco diferente do indie norte-americano e britânico que nós estamos acostumados. É legal para quem quer conhecer bandas diferentes mesmo, e a Escandinávia é ótima para isso. Vale super a pena fuçar no Spotify. A banda é composta por Sigurd Hollen, Herman Friis, Sverre Fuglevaag, Henrik Løvmyr e Pia Alette. Na ativa desde 2013, eles são bem fortes no cenário musical da Noruega.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA