• A-Star-Is-Born-2
    Filmes

    Filme: Nasce Uma Estrela

    ver post
  • Dot1-5IXsAAJulw
    Música

    Playlist: Outubro

    ver post
  • DoVfpN9W0AE3KCZ-2
    Comportamento, feminismo

    #EleNão em Florianópolis, capital de Santa Catarina

    ver post
  • 1018-allure-cover-shoot-rihanna-braids-blue-eyeshadow.png
    Make, Moda

    A revolução de Rihanna com a Fenty

    ver post
  • Março 29, 2018
    postado por
    57ed11dfb878fd4b34b1641e59ebadf3

    Eu lido com ansiedade já faz alguns bons anos. É algo que esteve sempre presente na minha vida, e eu já falei algumas vezes aqui no blog sobre isso. Somente em 2016 fui diagnosticada com Transtorno de Ansiedade Generalizada, e foi ai que a minha jornada para cuidar de mim mesma e desse sintoma começou; descobrir com o que você está lidando, e as maneiras de tornar a sua vida melhor, é um processo. Ele começa devagar e acredito que eu sempre vou ter alguma coisa nova para aprender.

    Nesse post eu quero compartilhar algumas atividades e atitudes que eu faço rotinamente para que a minha vida em si seja melhor. Todo mundo que lida com ansiedade sabe como é difícil, e que ela desencadeia diversos outros sintomas e problemas na nossa vida. Nada que está escrito aqui é absoluto e funciona para todo mundo, afinal, a ansiedade nunca é igual. Cada pessoa possui o seu jeito específico para tratar; e isso a gente vai descobrindo com o tempo e depois de algumas tentativas! O que está escrito aqui são apenas sugestões. É claro que nem todos os dias são fáceis. Anteontem e hoje, por exemplo, foram difíceis. Mas eu sei que essa sensação não dura para sempre, e que as coisas podem melhorar.

     Terapia

    Eu faço terapia há tanto tempo que nem me lembro quando comecei. De verdade (acho que aos treze anos?). Eu descobri tanto sobre mim desde que comecei que chega a ser impressionante. Na nossa cultura muitas pessoas encaram terapia como algo fútil ou que você só precisa caso tenha algo de muito errado com você; essa é uma suposição muito comum e totalmente errônea. Ir ao psicólogo é algo que eu recomendaria fortemente para todo mundo, e não tem absolutamente nada de estranho nisso. Cuidar da saúde mental é tão importante quanto a física. Vale lembrar que vários convênios médicos oferecem esse serviço.

    Exercício é fundamental

    Eu nunca fui muito fã de esportes, quem dirá de exercícios fisícos. Eu não sou a pessoa mais fitness do mundo, mas descobri na academia e em outras práticas que essa é uma parte essencial do tratamento para a ansiedade. Eu só comecei a frequentar a academia regularmente em 2017. Durante todo o ano de 2016 fiz caminhadas ao ar livre, o que é uma boa dica para quem não pode gastar com a mensalidade da academia. E também funciona! Eu corria e caminhava três vezes na semana. Faz uma diferença grande no meu humor (graças à famosa serotonina).

    Não guarde os seus sentimentos

    Normalmente, os ansiosos costumam guardar tudo para si. Até que uma hora acabamos explodindo. Uma das melhores formas de  fazer a ansiedade aliviar um pouco (principalmente quando a minha cabeça está cheia demais e os pensamentos não param nunca) é colocar as coisas no papel. Escrever, anotar, mesmo que seja coisas aleatórias. Desenhar também é uma das coisas que eu mais curto fazer nos momentos que estou super ansiosa, porque começo a me sentir mais tranquila. Uma sugestão interessante também é manter um planner, em que você possa anotar as atividades que precisa realizar.

     

    Pratique yoga

    No início do ano passado eu estava tendo crises fortes, e mesmo com exercícios e a medicação, elas não paravam. Minha psicóloga na época me disse: “porque você não tenta fazer yoga?”. Essa foi uma das ideias mais certeiras que já me falaram. No mês que vem eu completo um ano na prática do yoga. Ele não é considerado um exercício físico, e sim algo que você vai praticar, seja com posturas, técnicas de respiração ou meditação. Existem diversas modalidades do yoga, por isso se você não curtir uma, sempre há outras opções para testar. As aulas que eu faço são de hatha yoga. Além de dicas práticas que ajudam a melhorar a sua ansidade, você vai aprendendo a viver a vida de uma maneira mais devagar, e a enxergar as coisas de um jeito diferente.

    Respeite o seu tempo

    Um dos maiores desafios do ansioso é respeitar o seu próprio tempo. Todos os dias eu tenho que me lembrar que o meu ritmo não é o mesmo dos outros, e que se eu insistir em entrar na mesma rotina que todo mundo, vou enlouquecer. Foi uma lição difícil de aprender, que cada um tem seu momento, e que eu não preciso seguir o de todas as outras pessoas, e está tudo bem assim. É um exercício diário, principalmente quando eu estou fazendo algo e já pensando na próxima atividade que eu terei que fazer. Tento respirar fundo e focar naquele momento.

    Responder para Thami Sgalbiero // Cancelar resposta

    1. Thami Sgalbiero Mar 30, 2018

      Descobrir o que a gente tem leva um tempo né? A gente vai convivendo com isso sem saber até se tornar crítico. Eu ainda não fui pesquisar pra saber se tenho TAG, mas no ano passado minha ansiedade se descontrolou por causa de um trabalho da faculdade, fiquei desesperada e nem dormi direito. Preciso procurar um profissional pra ver isso, porque agora estou fazendo o TCC e to com medo de enlouquecer e jogar tudo pro alto. O certo seria se todo mundo fizesse terapia e/ou frequentar um psicólogo, o mundo seria muito melhor pra todo mundo se conhecer e saber o que fazer. Verdade! Fazer exercício é muito bom! Eu também não sou a pessoa mais fitness, mas é bom liberar todo o estresse nos exercícios, por mais simples que sejam. Eu tinha a mania de escrever no Twitter e Tumblr meus sentimentos, até que começaram a descobrir e ligar as coisas, aí desisti. Voltei a guardar os sentimentos de novo e isso é um saco mesmo. Queria saber desenhar, massss só sai os bonecos de palitos, hahahaha! A única coisa que me acalma é o blog mesmo, responder os comentários, fazer posts novos e essas coisas. O ruim é quando acumula comentários, aí começa eu a ficar ansiosa pra acabar de responder tudo logo pra me sentir mais livre, hahaha! Sempre quis fazer yoga! Justamente por sempre dizerem que relaxa, haha! Nossa, verdade, respeitar o seu próprio tempo é um desafio bem grande, porque a gente tá sempre querendo fazer mais e mais né? Até que se explode e não sabe qual foi a causa. Enfim, adorei o post! Me ajudou! Esse já é o segundo post sobre ansiedade que leio HOJE, parece que é uma indireta pra eu ir logo procurar um psicólogo ou uma terapia, hahaha!

    2. Camila Faria Abr 02, 2018

      Oi Ana, que bom saber que você tem mais de uma atividade que te ajuda a aliviar os sintomas terríveis da ansiedade. Eu pratico yoga há anos e sempre digo que é bom para tudo, especialmente para se ver e ver o mundo de uma maneira mais gentil. Um beijo ~ e fiquei bem :*

    3. Váh Abr 03, 2018

      Eu sou uma pessoa bem ansiosa, já tive algumas crises de ansiedade e é horrível.
      Não tomo medicação e nem faça nada demais pra controlar isso, mesmo sabendo que talvez devesse fazer algo. Minha amiga que faz terapia sempre me diz pra ir ao psicólogo, mas na minha cabeça eu já sei tudo o que vão em dizer, o que eu tenho que mudar e não vejo necessidade sabe? Sem contar que não gosto de falar de mim pra conhecidos, imagina alguém que eu nem conheça???
      Eu gosto muito de escrever, isso me ajuda. E faço aulas de circo, é uma atividade física muito boa, sempre saio de lá bem mais animada e disposta.
      E isso de saber que cada um tem seu tempo é difícil de entender, mas extremamente necessário.
      Adorei suas dicas e esse post cheio de gifs hehe 😀
      Melhoras pra você!!

      https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    4. Maíra Namba Abr 04, 2018

      É, a busca para o auto conhecimento é eterna e leva tempo! Eu não sou diagnosticada, mas eu conheço alguns sintomas viu, e sei como é :( eu também faço terapia e concordo, que todo mundo precisa fazer, é um exercício enorme se conhecer! Engraçado, que mesmo que não seja igual pra todo mundo, todas as suas sugestões cabem exatamente com o que eu faço para me manter ocupada e livre de pensamentos ruins ahhaa eu vi na academia e na corrida, uma segunda terapia, onde eu me livro de muita coisa. Eu vi na escrita, um lugar que consigo tirar as coisas que penso, e coloco no papel! Só o yoga, que ainda não consigo fazer, mas logo muda isso ahahahha mas acho que o essencial de tudo que vc falou, é respeitar o próprio tempo, eu concordo plenamente! Como a mãe dizia: você não é todo mundo! você tem momentos diferentes e acho necessário! Adoro ler posts assim, força menina, fica bem! <3

    5. Ana Palombo Abr 05, 2018

      Ah Ana, fiquei com vontade de enviar esse post para minha mãe e várias amigas. Eu sempre pratiquei esportes ou atividades físicas diariamente, desde muito cedo. Então sinto muita falta quando não descarrego as energias físicas, mas ultimamente tenho pensado muito em canalizar essa energia, então venho pensado no yoga.
      Fiquei muito feliz em saber dessas dicas, Ana. Fique bem! :*

    6. lilian alipio Abr 08, 2018

      nossa você meio que descreveu parte da minha ansiedade no post, eu comecei a academia para o mesmo próposito, eu vivia comendo em função da ansiedade e isso diminuiu para caramba,mas realmente só academia e terapia pode não ser o suficiente, vou tentar yoga mas sou muito agitada,vai levar tempo para me acostumar.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA