Setembro 20, 2018 por em Uncategorized
photo-1450849608880-6f787542c88a

Para todas as montanhas que eu tentei escalar, mas não consegui

Você dá a luz ao seu próprio universo e todos os dias o seu corpo nada nessas dimensões infinitas

Você tem fogo nas suas curvas e a cidade que é o meu corpo queimou até as cinzas pintarem o céu

Para todas as pontes que eu tentei construir, mas não consegui

Eu vejo a sua essência no meio da noite

Com as luzes dos prédios embaçados no meio da multidão

Para todos os oceanos que eu tentei nadar, mas não consegui

As suas águas são cheias de vazio e eu me afoguei nessa overdose de vagos

O fundo do seu mar é visto a quilômetros de distância

Eu enxergo transparente porque eu sou transparente

Para todos os caos que quase me engoliram, mas não conseguiram

Você seduz através da confusão

Você tem o coração partido e faz acreditar que sou eu

Mas eu não sou a parte quebrada – eu sou o inteiro

Para todos os aviões que eu quase peguei, mas não consegui

As conexões que perdi me fizeram enxergar o desgaste

As turbulências que eu não peguei me fazem ter saudade do caos

Mas a confusão que me deixa acordada à noite não é o meu destino final

Para todos os quase momentos que eu quase vivi, mas não consegui

A sua voz ecoa na minha mente o tempo inteiro

E se? E se? E se? E se? E se?

Me perguntei quantos anos aquele momento completaria

Mas o nascimento nunca aconteceu

E ainda assim eu me sinto culpada pela morte dele

Para todas as pessoas que estão tentando sobreviver, mas acham que não conseguem

Às vezes, ninguém enxerga o seu coração partido

Porque estão tentando consertar a própria existência

Assim como você

Para o universo quebrado

Eu sei que você está perdendo a sua cor

Pouco a pouco

Mas isso acontece com todo camaleão

Antes do renascimento

Destaque

© 2020 ELAS DISSERAM // DESIGN @LUIZFROST // PROGRAMAÇÃO @SARASSILVA