• architecture-back-view-buildings-1895226
    Textos

    Pequeno poema

    ver post
  • 0
    Comportamento, feminismo

    Trabalhando em uma startup feminista

    ver post
  • MV5BNzZhNDlkYjUtNzRlMy00ZmYxLWE0ZWYtODVkYTFkZDU3NmUxXkEyXkFqcGdeQXVyNzY0MTMwMDk@._V1_SY1000_CR0,0,658,1000_AL_
    Filmes

    Curta: Absorvendo o Tabu

    ver post
  • 39674606_723455701379941_4863327731393232896_n
    Playlist

    Playlist: Fevereiro

    ver post
  • Fevereiro 9, 2019
    postado por
    24410f3de250f2f5fb796def4cea383e

    Uma das minhas metas para 2019 é ler mais do que o ano passado. Em 2018 consegui ler em torno de 23 livros, mas a minha média costumava ser muito maior há alguns anos atrás. Porém o cursinho, a faculdade e o trabalho apareceram, deixando minha rotina de leituras mais complicadas. Mas acredito que comecei o ano com o pé direito, e Janeiro foi um mês cheio de boas leituras (principalmente com uma pegada mais política, algo que eu tenho focado desde o ano anterior).

    imagem.aspx

    Título: Razão e Sensibilidade

    Autora (a): Jane Austen

    Sinopse: “A vida das irmãs Marianne e Elinor Dashwood se transforma radicalmente com a morte do pai, cuja herança vai parar nas mãos do filho do primeiro casamento. A história se passa numa época em que, sem dotes, as jovens não tinham a menor chance de conseguir um bom marido. Mas isso não as impede de conhecer o amor. Impulsiva, Marianne se entrega sem pensar à paixão por um homem sem caráter. Já Elinor esconde seus sentimentos, o que não significa que sejam menos intensos. Ao longo da história, as duas enfrentam diferentes provocações numa sociedade movida por dinheiro. A cada reviravolta do destino, o leitor se pergunta: Qual o melhor caminho para a felicidade: razão ou emoção?

    Jane Austen é indispensável para quem é fã de romances e clássicos. Esta é a minha segunda leitura (a primeira foi Persuasão). As protagonistas interessantes e complexas da autora inglesa são sua marca registrada. Em Razão e Sensibilidade, as personagens principais são as irmãs Dashwood. Marianne e Elinor são bem diferentes. Enquanto uma carrega o coração nas mãos  e não tem medo de se apaixonar, Elinor – a mais responsável, paciente e madura da família – não sabe expressar bem os seus sentimentos. Elas tem relacionamentos diferentes com os mesmos familiares e amigos; o livro carrega uma contradição entre as irmãs, mas que apesar das diferenças, são extremamente unidas.

    Apesar dos romances ocuparem uma parte importante dos enredos de Austen – ela critica de diversas maneiras à pressão para as mulheres jovens se casarem com homens ricos na época, praticamente uma exigência -, o foco é as relações das irmãs Elinor e Marianne, que são aprofundadas. No século 19, Jane Austen já criticava os modelos burgueses e patriarcais.

    capa-ofeminismo

    Título: O feminismo é para todo mundo – Políticas arrebatadoras

    Autora (a): Bell Hooks

    Sinopse: O feminismo sob a visão de uma das mais importantes feministas negras da atualidade. Eleita uma das principais intelectuais norte-americanas, pela revista Atlantic Monthly, e uma das 100 Pessoas Visionárias que Podem Mudar Sua Vida, pela revista Utne Reader, a aclamada feminista negra bell hooks nos apresenta, nesta acessível cartilha, a natureza do feminismo e seu compromisso contra sexismo, exploração sexista e qualquer forma de opressão.

    Uma das ativistas e escritoras mais importantes do século 21, Bell Hooks lançou originalmente “Feminism is For Everybody” em 2000. O selo Rosa dos Tempos, criado nos anos 90 e reproduzido pela Galera Record, publicou a obra no Brasil pelo selo feminista. Referência nos estudos de gênero, a obra de Hooks retrata o feminismo pela sua visão original: a luta que envolve classes, o combate ao racismo, sexismo e opressão. As mais de 150 páginas discutem em capítulos diversos temas do movimento, muitos deles pouco debatidos, como o direito das mulheres negras, a necessidade de incluir homens no movimento, e os privilégios das mulheres brancas, que muitas vezes perpetuam maneiras de opressão dentro do feminismo.

    É uma leitura essencial, pois faz o recorte de raça e sexualidade dentre do movimento contra o sexismo. Bell Hooks também aponta como o capitalismo e diversas atitudes opressoras podem enfraquecer o feminismo, algumas destas praticadas por mulheres; ela detalha e explora temas como religião, movimento LGBT, feminismo radical, direitos reprodutivos e emancipação das mulheres negras e indígenas. Com certeza, a minha leitura favorita de Janeiro.

    61TtSIrBt+L

    Título: Sejamos Todos Feministas

    Autor (a): Chimamanda Ngozi Adichie

    Sinopse: O que significa ser feminista no século XXI? Por que o feminismo é essencial para libertar homens e mulheres? Eis as questões que estão no cerne de Sejamos todos feministas, ensaio da premiada autora de Americanah e Meio sol amarelo. “A questão de gênero é importante em qualquer canto do mundo. É importante que comecemos a planejar e sonhar um mundo diferente. Um mundo mais justo. Um mundo de homens mais felizes e mulheres mais felizes, mais autênticos consigo mesmos. E é assim que devemos começar: precisamos criar nossas filhas de uma maneira diferente. Também precisamos criar nossos filhos de uma maneira diferente.”

    Esse é um dos livros mais famosos da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, que despontou como uma das maiores autoras contemporâneas a falar sobre o sexismo nos últimos anos. Ela possui um currículo cheio de livros reconhecidos mundo afora, como “Hibisco Roxo”, “Americanah”, “Meio Sol Amarelo”, “No Seu Pescoço”, dentre outros títulos que chegaram no Brasil. Sejamos Todos Feministas é um livro curtinho, que transcreve uma palestra da autora para o TedX, falando sobre a sua experiência em como entrou no movimento, especialmente no contexto de uma mulher nigeriana.

    O mais incrível é que há algumas semanas o livro se tornou gratuito no Amazon pelo Kindle (você pode baixar o aplicativo pelo celular e acessá-lo sem custo). É uma ótima introdução para posteriormente conhecer as obras da autora de ficção, e também presentear pessoas que você conhece que sabem pouco sobre o feminismo.

    Responder para Gábi // Cancelar resposta

    1. Gabriela Soares Fev 10, 2019

      AAA amei as leituras! Nunca li nada da Jane Austen, mas tenho muita curiosidade com Orgulho e Preconceito, apesar de achar que não seja do meu estilo, ver todo mundo falando bem me deixa curiosa hahah. Gostei muito do segundo livro, ainda não conhecia a autora e com certeza vai ser um dos livros que eu vou querer ler esse ano, já anotei nome e tudo. A Chimamanda é maravilhosa! Esse livro se não me engano também é uma palestra que ela deu pro TEDx, né? É sensacional!

      Um beijão,
      Gabs | likegabs.blogspot.com

    2. Gábi Fev 12, 2019

      Não li nenhum deles, mas vou aproveitar e baixar o da Chimamanda agora!

      Obrigada pelas dicas!

      Beijos,
      Gábi

      Blog @gabrielaer
      Ig: @gabrielaer

    3. Leslie Leite Fev 13, 2019

      Sabe que eu já comecei a ler vários livros da Jane Austen mas não consegui terminar as leituras?! Acho que não consegui me apegar. Também vi que o livro Sejamos Todos Feministas estava grátis no Kindle, cheguei a baixar mas ainda não li.
      Gostei das suas leituras, se continuar assim vai conseguir cumprir a meta de leitura desse ano *-*
      Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ?

    4. Bruna Morgan Fev 15, 2019

      Poxa vida, desses três eu só li o da Chimamanda :(
      da Jane li Orgulho e Preconceito, da Bell AINDA nenhum

    5. Taís Fev 15, 2019

      Ai, Ana… sempre sinto uma vergonha enorme quando vejo posts assim com indicações maravilhosas pq faz mto tempo que eu não consigo manter uma rotina de leitura assim. Amei essas duas últimas indicações, não me lembro se eu já tinha ouvido falar desses livros, mas sei que agora quero <3
      Espero mto conseguir ler mais livros em breve!

    6. Julian Fev 16, 2019

      Nossa, que show heim!!!

      Adorei mesmo o seu blog, aqui realmente é muito top!!!

      Meus parabéns, continuem assim vou continuar seguindo sempre!

      Meus parabéns!!

      Show!!!

    7. Clayci Oliveira Fev 26, 2019

      Razaão e Sensibilidade é o meu favorito da autora.
      Até perdi a conta das vezes que assisti a adaptação <3
      Amei as leituras

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA