Março 28, 2019 por em Uncategorized

kenrick-mills-709743-unsplashUma das coisas que eu mais amo fazer é escrever, principalmente poemas. Acredito de verdade que eles são uma forma de passar pelo processo de cura que é necessário quando vivemos experiências de uma vida inteira em apenas alguns segundos.

Decidi, então, estrear um novo tipo de post aqui no blog chamado “#PoemaDeQuinta”. Os poeminhas sairão nas quinta-feiras e, sim, é um trocadilho, pois eles são humildes! haha

Aqui vai, então, o primeiro poema. É um pedaço do meu coração para vocês! <3

 //

Para as almas livres

//

Eu vejo você lutando para resistir

Enxergo os seus olhos caírem

em profunda inspiração

quando observam os quatro cantos do mundo

//

Eu vejo a sua confusão

em cada um dos passos que você toma

Eu vejo os medos dançarem

por cima do seu corpo

mas nunca por cima da sua alma

//

Eu vejo o jeito que você olha para a lua

e se pergunta quantas vidas já pisaram na Terra

Eu vejo a câmera nas suas mãos

te dizendo o que e quando focar

//

E você

fruto de experiências de uma vida inteira

escolhe focar em coisas que possuam a liberdade

que você deseja

alcançar um dia

//

As árvores te enchem os olhos, não é?

Você adoraria florescer

mas meu bem

você ainda não percebeu

que das suas cicatrizes nascem flores?

//

Olhe um pouco para si e perceba:

a sua alma livre despeja infinito

onde só existem finitos

Não seja outra coisa além de eterno

Destaque

© 2020 ELAS DISSERAM // DESIGN @LUIZFROST // PROGRAMAÇÃO @SARASSILVA