Junho 10, 2019 por em Uncategorized

imagem.jpeg

Me sinto sempre o plano B

nunca bom o suficiente

sempre o talvez ou o quem sabe

Me encontro na ilusão de ser prioridade, e no final me pergunto

como eu vim parar aqui?

Há um breve momento de achar a suficiência,

sempre revestida de migalha,

de dias marcados e do relógio correndo

é sempre pouco, e eu vou embora esperando mais

Exceto que o mais nunca vai chegar,

pois ele não me pertence

os sábados, os cafés, as risadas

elas não são para mim

eles nunca verdadeiramente foram para mim

Por isso sempre me contentei com o incerto,

com o mais ou menos,

com o copo de leite meio aguado e o cigarro quase acabado,

a declaração mal feita,

o tempo esgotado, o adeus nunca verdadeiramente finalizado.

Acordei de manhã querendo ser inteira

mas eu nunca sei como

pois deixo minhas metades em todos os lugares.

Acordei querendo um alívio

querendo não existir ou ser sugada pelo vazio.

Não sei ser inteira

não sei coletar todos os meus pedaços

não aprendi a ser a primeira escolha.

nem para mim,

nem para mais alguém.

  1. Váh Jun 13, 2019

    Putz… QUE TEXTO!
    Me identifiquei.
    “Por isso sempre me contentei com o incerto, com o mais ou menos…” que frase…
    Amiga, você te twitter ou instagram?

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

  2. Pamela Jun 15, 2019

    Nossa esse eu senti.
    Já passei por isso e ficava porque com as outras pessoas pode e comigo não?!
    Porque que fulana é prioridade e eu sou banco reserva?
    É foda..
    Adorei!
    Beijos
    https://www.pamlepletier.com

  3. Claudia Hi Jun 18, 2019

    Nossa me sinto assim também Ana! Parece que nunca conseguirei me sentir inteira e pertencendo 100% em algo. Estou sempre indecisa e com medo de não ser boa o suficiente e/ou aquilo não ser pra mim…

  4. Taís Jun 20, 2019

    Me identifiquei tb, as vezes passo por umas fases de me sentir muito o plano B, de tantas incertezas…

Destaque

© 2020 ELAS DISSERAM // DESIGN @LUIZFROST // PROGRAMAÇÃO @SARASSILVA