• large-2
    Comportamento, Textos

    O que fazer em tempos de ódio?

    ver post
  • large-2
    Playlist

    Playlist: Agosto

    ver post
  • large
    Amor, Textos

    Ser sensível é corajoso

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: Siga Os Balões

    ver post
  • January 16, 2014
    postado por

    Provavelmente você já se deparou com uma imagem como essa e se perguntou o que realmente significa esse objeto, qual o seu nome e o porque das pessoas estarem usando-o tanto. Até tempo atrás eu não sabia o que significa isso, mas achava lindo de qualquer jeito, então resolvi pesquisar e encontrei várias histórias e descobri até o nome.

    Conhecido como apanhador ou filtro dos sonhos, este é objeto indígena nativo da America do Norte. Foi nos anos 60 e 70 que os Filtro dos Sonhos se tornaram conhecidos, quando houve uma tentativa de resgatar os costumes dos índios americanos.

    Uma das versões sobre eles conta que o povo Ojibwe acreditava que quando a noite vinha, o ar se enchia de sonhos bons e ruins, alguns deles mesmo sendo pesadelos, podem conter uma importante mensagem, outros porém contém energias ruins que flutuam à nossa volta e que não são nossos. O filtro, que na verdade é uma grande teia, tem a função de separar os sonhos bons e importantes das energias ruins, que podem nos fazer mal. Os sonhos ruins ficam presos nas teias até o nascer do sol e desaparecem logo em seguida. Já os sonhos bons sabem o caminho para passar pela teia, assim as boas vibrações chegam a quem o possuir.

    Outra velha história conta que em um tempo onde havia só escuridão no mundo, o xamã Sioux subiu no alto de uma montanha e lá ele se comunicou com um espírito mágico em formato de aranha, chamado Iktomi. Conta a lenda que a aranha pegou um cipó e teceu uma teia em volta dele com cabelo de cavalo. O espírito Iktomi teria ensinado ao xamã sobre o nascimento, a morte e as forças boas e ruins que influenciam os homens. A força do Filtro dos Sonhos faria sua vida seguir de acordo com o que você deseja no seu interior. A aranha ensinou então ao xamã que: “Se você trabalhar com forças boas, será guiado na direção certa e entrará em harmonia com a natureza. Do contrário, irá para direção que causará dor e infortúnios”. A aranha ainda aconselhou o xamã a usar a teia central para ajudar o seu povo a alcançar seus objetivos, fazendo bom uso de suas idéias, sonhos e visões. Para o xamanismo essa mandala tem a função de inspirar criatividade, imaginação, clarear sua visão sobre a teia da vida, transformar seus sonhos em realidade e muitas outras boas energias para quem o possuir.

    Os filtros dos sonhos devem ser colocados onde a luz bate de manhã, na janela, para que os maus sonhos sejam destruídos e ele possa funcionar normalmente na noite seguinte. No filtro dos sonhos, o círculo representa o ciclo da vida, a teia os sonhos que construímos ao decorrer de nossas vidas e os adereços como penas ou pedras representam o ar ou a respiração. Ele ainda inspira a visão de mundo e o nosso poder de ir atrás do que queremos, alcançando nossos objetivos.

    O Filtro dos Sonhos ganhou várias versões, podemos encontrá-los em formas de colares, brincos, da forma tradicional e tatuagens. As tatuagens de Filtro dos Sonhos servem para quem busca proteção, deixando só que boas energias e bons sonhos cheguem. Comenta-se que ele te ajudará a conseguir independência e coragem.

    January 17, 2013
    postado por

    Todos os anos a Pantone, reúne vários especialistas para definir qual será “a cor do ano”. O resultado é aproveitado por estilistas, designers, publicitários, setor cosmético e automobilístico. E a cor escolhida para 2013  foi: Esmeralda. Com certeza veremos muito essa cor nos próximos desfiles, confiram abaixo algumas fotos de peças com essa cor super sofisticada:

    A cor vai bem em qualquer tipo de peça e combina tanto para looks de verão, inverno dia ou noite.

    Amei esse casaco de pele esmeralda <3 Quero muito investir em alguma peça dessa cor, nas próximas estações.

    A cor traz uma ideia de sofisticação, principalmente, se combinada com peças de cores básicas.

    Eu adorei a ideia dessa cor adentrar nossos guarda-roupas! hahaha. Espero que tenham gostado também.

    Beijos.

    January 4, 2013
    postado por

    Oi pessoal, esse é meu primeiro post do “Guia de viagem”, essa foi uma ideia que gostei e resolvi trazer aqui para o blog. A cada post irei escolher algum país e mostrar aqui os principais pontos turísticos, comidas típicas, idiomas… tudo para caso, viajarmos para o lugar, ou quisermos saber algo, podermos tirar nossas dúvidas. Eu vou começar com um país que eu amo e tenho muita vontade de conhecê-lo! Mas ao decorrer dos posts, gostaria que vocês dessem ideias de países diferentes para eu ter novas ideias também.

    A viagem até a nova zelândia é longa, demora 20 horas, mas todo o tempo vale a pena. A cidade é chamada de terra dos kiwis, os nativos são chamados assim, mas não pela fruta, e sim por uma ave local que leva o mesmo nome. A nova zelândia é dividida em ilha norte e ilha sul, o país é tem uma área de 270.000 km² (equivalente ao tamanho do estado do Rio Grande do Sul) e tem uma população de 5 milhões de habitantes. Sua capital é Wellington (segunda maior cidade da Nova Zelândia) e a maior cidade é Auckland.

    A cidade de Taupo, na Nova Zelândia, fica a beira deste belíssimo lago.

    Wellington, capital da Nova Zelândia, a noite.

    Curiosidades –

    – A moeda do país é o Dólar Neozelandês.

    – O fuso horário é de 15 horas.

    – Dois idiomas são falados na Nova Zelândia, o Maori e o inglês (britânico).

    – Nos roteiros de passeios, por qualquer cidade,  estão incluídas trilhas, escaladas em montanhas gigantescas, descidas de corredeiras e saltos de bungee jump (inventado por um neozelandês).

    Culinária –

    As comidas típicas da Nova Zelândia são regidas pela influência inglesa. A culinária neozelandesa, não é marcante, é conhecida como culinária flat. Com pouco sal e quantidade de gordura controlada, alho, cebola e ervas também são dispensados na preparação dos pratos.

    – Eles fazem um grande consumo de carne de cervo e carneiro, acompanhados de muito molho de tomate. O vinho local também é muito consumido.

    – A sobremesa mais consumida é: Pavlova de kiwi, que é um merengue de frutas frescas com chantilly.

    – O pratos mais consumido são: Hangi Maori, que é um prato cozido a vapor com carne e vegetais e Roast Hogget, feito com ervilhas, batatas, abóbora, batata doce e carne de ovelha assada ao forno com molho a base de menta.

    – O café da manhã é muito rico, com ovos, torradas, bacon e algo parecido com purê de batatas.

    – Os neozelandeses consomem salada também, mas a tradição é comer alface picada com tomate cortado em rodelas e beterrabas em fatias.

    – Mesmo economizando na gordura e no sal, fora de casa os neozelandeses adoram o prato típico “Fish and chips”, que é filé de peixe empanada com batatas fritas.

    – Mas, no caso de você não gostar de nenhum prato típico, não se assuste, como em qualquer lugar, lá também existe Mc Donald’s e Subway.

    “Fish and chips”

    Pavlola de kiwi

    Salto de bungee jump, Nova Zelândia.

    Auckland, Nova Zelândia.

    Espero que tenham gostado do post e fiquem a vontade para comentarem  dicas de países que queiram conhecer melhor.

    Beijos.


    October 13, 2012
    postado por

    Quem já tentou tirar fotos da lua e não conseguiu? Tendo imagens só de um borrão ou então de uma coisa brilhante bem distante? Se você já tentou e achou impossível hoje mostro que não. Ultimamente encontramos vários projetos interessantes espalhados pelo mundo. Desenhos 3D na rua, obras de artes em vários lugares inusitados. Acredite ou não podemos fazer uma obra de arte até mesmo com uma folha de árvore seca.

    Hoje trago um projeto muito interessante do fotografo e jornalista cientifico Laurent Laveder. Ele criou o projeto conhecido como Moon Games que significa “brincando com a lua”. Onde mostra várias pessoas interagindo e brincando com a Lua de forma divertida. Veja:

    O curioso é que o fotografo não utilizou nenhum programa de edição, deixou as fotos natural como saíram, sem mexer em nada. Repare nos detalhes de cada foto, são minunciosamente perfeitos. A única coisa que Laurent precisou para tirar as fotos foi calcular local e hora exata dos movimentos da Lua.

    É ou não é apaixonante? Da vontade de tirar fotos parecidas com essa. Laurent irá publicar um livro com 19 fotos dessas contendo cada uma um texto sobre a lua de diferentes autores. O objetivo é ter um livro dedicado a nossa Lua e mais do que tudo o projeto mostra que o lado criativo existe dentro de cada um de nós. Quem quiser ver mais imagens clique aqui.

    O que acharam do projeto? Se vocês quiserem posso trazer outros que conhece e também são interessantes. Beijos.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA