• 26e14d287bd9c5f49b36990e398601d0
    Comportamento

    Um recado para o Instagram

    ver post
  • space love xx Scott Brian Madeiras
    Amor, Reflexão

    Antítese

    ver post
  • 71e0db6e93ee0415f7c0c0cb28e2027c
    Looks, Moda

    Looks para o verão

    ver post
  • imagem.aspx
    Livros

    Livro: A Quimica Que Há Entre Nós

    ver post
  • December 2, 2015
    postado por

    A maioria das pessoas já está entrando de férias no inicio de Dezembro (finalmente!) e essa é aquela época que a gente só quer se jogar no sofá e descansar pelos próximos dois – ou três – meses. Falta pouco para as minhas férias, que só vão chegar depois do vestibular (dia 12, 13 e 14) e depois disso eu quero passar um bom tempo sem ver qualquer material de estudo na minha frente, rs. Mas para quem já tá entrando no clima ou definitivamente já está sem aulas, fiz uma seleção de dois filmes e séries que eu assisti/estou vendo e curti.

    mockingjay 1

    A Esperança – Parte II

    Eu sei, já faz um tempinho que estreou o último filme da saga Jogos Vorazes (uma das minhas favoritas), mas eu só consegui assistir o desfecho da história nos cinemas recentemente. Katniss decide enfrentar Snow de vez, e a guerra só se torna ainda mais intensa; Gale, Finnick, Cressida e Pollux são personagens que ganham mais destaque. Eu achei o filme extremamente fiel ao livro (e olha que eu nem lembrava todos os detalhes!). Eles seguiram muitas coisas à risca – para a felicidade dos fãs – e o desfecho foi digno. Todo mundo já sabe, mas vou repetir: a atuação do cast está ainda mais impecável neste longa final. Jennifer Lawrence mais uma vez mostra que é perfeita para o papel de Katniss. Os momentos de tensão são muitos: você não vai desgrudar os olhos da tela do cinema. E é claro, tem espaço para drama e cenas que dão aquela tristeza ao pensar em se despedir da série, pelo menos nos cinemas.

    me earl and the dying girl

    Me and Earl and The Dying Girl – 2015

    Esse filme é indicado para quem gosta de produções mais indie (no estilo de As Vantagens de Ser Invisível), com referências a cultura pop, temas que te fazem refletir sobre o enredo, e diálogos e cenas mais lentas. “Me and Earl and The Dying Girl” que estréia em 25 de Janeiro no Brasil, traz como protagonista o Greg. Ele está terminando o ensino médio e sempre conseguiu viver na neutralidade: não fazia muitos amigos, mas também não tinha problemas com ninguém. Não sabe muito bem o quer fazer da vida, e tem um melhor amigo, o Earl (o personagem mais legal do filme na minha opinião), que é o parceiro dele na produção de filmes caseiros. Porém, a sua rotina é alterada quando a sua mãe o obriga a fazer amizade com a Rachel, uma colega de escola que está com câncer. Ele começa a dedicar um bom tempo da sua vida à ela, e os dois desenvolvem uma amizade inesperada.

    O elenco do filme é ótimo. Rachel é interpretada pela Olivia Cooke, a Emma de Bates Motel. A atriz consegue transmitir o sofrimento e a angústia da personagem muito bem; o ator Thomas Mann nos convence bastante na pele de um garoto confuso e inseguro, e RJ Cyler rouba a cena como Earl. E para completar, como os pais de Greg, estão Nick Offerman (famoso pelo seu papel em Parks and Recreation) e a Connie Britton (quem lembra dela na season 1 de AHS?).

    Na internet tem vários links para download.

    Jessica Jones

    Jessica Jones

    Acho que antes de assistir a nova série do Netflix, baseada em uma das personagens da Marvel, “Jessica Jones”, a minha vida não tinha sentido e eu só fui descobrir isso agora. Se você tem o serviço de streaming, corra para assistir todos os episódios, porque vale a pena. Ou, faça o download. Jessica tem poderes, mas ela não é uma super-heroína: aliás, ela foge constantemente desse rótulo, e vive despercebida em um bairro de Nova York, enquanto trabalha como investigadora. Mas ela possui traumas do passado do qual precisa lidar. Jessica foi uma das vítimas de Kilgrave: ele possui o poder de influenciar as pessoas a agirem do modo como ele quiser. Ele é obcecado por Jessica, e quando ela acha que se livrou dele, ele tenta voltar para a sua vida.

    A série é uma das melhores estreias do ano, e a roteirista, Melissa Rosenberg, revelou que um dos objetivos dela era mudar a forma como as mulheres são representadas nas histórias de super-heróis: “Esse sempre foi o meu objetivo durante a minha doída e longa carreira (…). Aparentemente as únicas pessoas que podem ter personagens obscuros, complexos e interessantes são os caras brancos. Quando será a hora das mulheres de interpretar esses personagens? Quando nós vamos poder mostrar as mulheres como seres humanos como quaisquer outros?” ela disse, em entrevista a Rolling Stone. O enredo também aborda temas como relacionamentos abusivos e estupro.

    O cast é super competente e os atores trazem performances incríveis: Krysten Ritter interpreta Jessica e eu não poderia imaginar outra atriz no seu lugar. A atuação de David Tennant como Kilgrave é de tirar o fôlego. Você vai odiar o vilão, acredite. Destaque também para Mike Colter como Luke Cage, Eka Darville como o Malcom e a Rachel Taylor no papel de Trish.

    August 23, 2015
    postado por

    Como eu sou um pessoa muito criativa, acho que o título do post já demonstra bem qual é o meu intuito, né? Tenho algumas sugestões interessantes de filme e música para vocês assistirem/ouvirem. E também quero comentar um livro que eu tô muito, mas muito ansiosa para ler!

    Filme

    Ponte Aérea (2015)

    Já fazia um tempão que eu queria assistir esse filme brasileiro, mas ainda não tinha conseguido. Finalmente assisti nesse final de semana, e gostei bastante. Indico para todo mundo que gosta de romances, mas sem aquela coisa melosa e clichê, sabe? Com a direção de Julia Rezende, o filme conta a história de Amanda (Letícia Colin), que vive em São Paulo, e Bruno (Caio Blat), que mora no Rio de Janeiro. Os dois se conhecem quando o voo que eles estavam precisa mudar de curso por causa de um temporal, e eles vão parar em Belo Horizonte. Os personagens são bem diferentes entre si. Um dos pontos fortes é ver a dinâmica da diferença do Rio e de SP: cada um tem as características mais presentes em sua cidade natal. Assista o trailer aqui.

    alessia-cara-press-640x427

    Conheça a Alessia Cara

    Nada melhor do que estar navegando pela internet e conhecer um artista incrível. Mas dessa vez eu não descobri sozinha; quem me “apresentou” a canadense de 19 anos Alessia Cara foi a Taylor Swift, ao postar o vídeo dela do cover da sua música Bad Blood (é sensacional, ouçam!). A voz dela é incrível, e após ser descoberta por um produtor que assistiu os seus covers no Youtube, ela entrou em estúdio no seu último ano de escola para gravar algumas músicas. O primeiro álbum, intitulado de “Four Pink Walls” vai ser lançado no dia 28 de Agosto. Ela é uma das novas promessas para este segundo semestre. Você vai se impressionar com a voz dela. O seu primeiro single liberado é a faixa “Here”, que fala sobre estar em um lugar (no caso, uma festa) e você ter a sensação de que não se encaixa lá quem nunca.


    CAPA-Um-Ano-Inesquecível

    Um Ano Inesquecível –  Bruna Vieira, Thalita Rebouças, Babi Dewet e Paula Pimenta.

    Se você ainda não tinha ficado sabendo dessa novidade maravilhosa, já pode surtar. Um dos lançamentos mais aguardados do mês no mundo literário foi “Um Ano Inesquecível”, que reúne autoras que nós amamos, todas no mesmo livro! Socorro cada uma delas escreveu um conto diferente, que corresponde à uma estação do ano. Eu estou com uma expectativa gigante (mesmo) para lê-lo. E assim que eu comprar e fizer isso, postarei a resenha. Ah, e vale lembrar que elas estão fazendo uma turnê de lançamento pelo Brasil. Elas passaram por SP, Salvador e Recife até agora. Os próximos lugares são: Araxá (27/08), Belo Horizonte (28/08), e Brasília (29/08). O último local será na Bienal, no Rio de Janeiro, em Setembro. 

    Dizem por aí que os melhores momentos da vida são vividos na adolescência. Os primeiros amores, os encontros, as festas, as viagens, as surpresas… E são sempre os instantes inesperados que transformam um dia comum em uma lembrança especial, daquelas que nunca deixarão de nos acompanhar. Este é um livro sobre esses momentos doces e sensíveis que não se apagam da memória tão facilmente. Quatro contos, em quatro estações do ano, sobre jovens que passam por vivências e sentimentos intensos. Paula Pimenta nos leva em uma viagem de inverno. Babi Dewet conta como um outono pode mudar tudo. Bruna Vieira mostra a paixão brotando com a primavera. E Thalita Rebouças narra um intenso amor de verão. Histórias de um ano inesquecível que vão ficar para sempre!

    July 10, 2015
    postado por

    Estreou ontem no Brasil o filme Cidades de Papel (Paper Towns) segunda adaptação de uma obra literária do John Green para os cinemas! Eu estava na expectativa para assistir o filme pois esse é o livro mais legal do autor, na minha opinião. A maioria de vocês conhece a sinopse, mas para quem ainda não está ligado: o Quentin, mais conhecido como “Q.”, (interpretado pelo Nat Wolff) é um garoto nerd, responsável e que se preocupa com o futuro. Ele tem dois melhores amigos, o Ben e o Radar, que também seguem a mesma linha. É o trio de melhores amigos que sempre está presente nas histórias do John Green! O Q. é vizinho de Margo Roth Spiegelman, uma garota que na infância foi sua amiga, mas na adolescência eles tomaram rumos totalmente distintos. Porém, ele sempre nutriu uma paixão platônica por ela, sempre a viu como uma pessoa misteriosa e diferente de todos os outros.

    Depois que ele é chamado pela Margo para uma missão especial – e totalmente inesperada – no meio da noite, Quentin espera que tudo mude no dia seguinte. Eles estão no final do ensino médio e ele nunca teve a chance de se aproximar dela, e esta seria a grande chance de tudo mudar. Mas ela acaba sumindo no dia seguinte não é spoiler, tá na sinopse  e ele começa a ficar desesperado para procurá-la. Afinal, ele não pode deixar a sua paixão de anos ir embora, né?

    Por mais que o marketing do filme dê a entender que essa história é um romance, para mim ela sempre foi sobre amizade, e questões filosóficas da vida (sim!). O Quentin não tem dúvidas sobre o futuro e quer se prender ao “sonho americano”: casar, ter filhos, um emprego estável e ser feliz assim. Já a Margo é diferente; ela busca por aventuras e novas experiências. E não quer se prender à nada.

    Um dos grandes trunfos do longa é a amizade de Ben, Radar e o Q. Os três são extremamente engraçados, garantindo toda a parte divertida do filme, com tiradas sarcásticas, muitas piadas boas e referências (tem até de Game Of Thrones!). Austin Abrams e Justice Smith roubam a cena em muitos momentos. O enredo mostra como o companheirismo e a confiança são importantes; tudo com um toque de nostalgia, já que eles estão se despedindo da escola. Quem também está vai poder se identificar. Sempre tem aquela dúvida se os melhores amigos vão continuar juntos ou não.

    O elenco está impecável. Todos te convencem muito e realmente se tornam os personagens. A road trip que rola no filme garante os melhores momentos e mostra a química do cast. Desde que o Nat Wolff havia sido anunciado como o protagonista, eu comecei a acreditar na ideia do filme, por quê para mim ele é um dos melhores atores jovens do momento. A sua atuação é muito natural. Cara Delevingne também me convenceu e ela não decepciona nem um pouco. Sim, Cara tem muito talento para modelo e atriz também! Ela entendeu a essência da personagem, e consegue trazer a aura aventureira da Margo, e reparem que ela não deu sinal do sotaque britânico em nenhum momento.

    Destaque também para Halson Stage, que interpreta a Lacey, a melhor amiga de Margo, que também sai à procura dela (a atriz é uma das apostas para o próximo ano!) e a Jaz Sinclair como Angela, a namorada do Radar, que é uma das personagens mais cativantes.

    O filme também traz uma surpresa bem legal, com uma participação especial inesperada. Não vou contar quem é! Eu não tinha nem ideia e por isso foi surpreendente (aliás, para todo o cinema!). O final do longa é um pouco diferente do livro; faz tanto tempo que eu li que eu nem me lembro exatamente, mas eu gostei do desfecho. Cidades de Papel é o tipo de filme que vai te fazer sair do cinema refletindo sobre as várias questões que foram abordadas: amor platônico, expectativas da sociedade sobre o futuro, criar uma visão das pessoas que simplesmente não existe, ilusões, dentre outros.

    A trilha sonora também é bem legal. Não tem uma presença tão forte como em TFIOS, mas as músicas são bem escolhidas. Tem Vance Joy, Grouplove, Mikky Ekko, Santigold, e na cena final tem uma música do HAIM! (Amei, amei).

    As alterações que aconteceram se encaixaram super bem e tudo ornou no filme. Vale super a pena assistir e só traz mais expectativas para as próximas adaptações do autor ao cinema. Já tá sabendo qual vai ser? Looking for Alaska vai sair do papel e também chegar às telas!

    March 19, 2015
    postado por

    A espera acabou! Foi liberado o primeiro trailer de Cidades de Papel, mais nova adaptação de uma das obras literárias do John Green para o cinema. Nat Wolff está no papel principal como o Quentin, e a Cara Delevingne, como Margo. Alguns stills também foram liberados.

    Eu fiquei empolgada pelo trailer e acho que veremos ai um filme meio que na vibe de As Vantagens de Ser Invisível (ou estou viajando, hehe?). Quem já leu o livro sabe que a história está longe de ser um romance que nem TFIOS, e fala sobre temas diferentes, então não estou esperando muito açúcar. Mas não sei bem qual vai ser o foco dos produtores, se eles vão mudar coisas do livro… Enfim, confiram!

    Confira o pôster oficial aqui.

    March 12, 2015
    postado por

    Foi divulgado hoje pelo John Green o primeiro pôster oficial de Paper Towns (conhecido aqui no Brasil como “Cidades de Papel”) a mais nova adaptação dos livros do John para o cinema, feita pelos mesmos produtores de The Fault In Our Stars. E o primeiro trailer vai ser divulgado no Today Show no dia 19 de Fevereiro nos EUA! Quem além de mim também tá super ansioso? Eu postei uma resenha do livro aqui no blog em 2013, para quem quiser ler.

    Esse é o meu livro favorito do John (que aliás, bem que podia lançar algo novo né?) e acho que o filme promete. Também estou na expectativa pra saber como é a atuação da Cara Delevingne; as minhas expectativas para o Nat Wolff estão altas porque eu já vi vários filmes dele e em todos ele mandou super bem.

    A história é centrada em Quentin Jacobsen (Nat Wolff) e sua enigmática vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne). Ele nutre uma paixão platônica por ela. E não pensa duas vezes quando a menina invade seu quarto à noite vestida de ninja, propondo que ele participe de um engenhoso plano de vingança. Mas, depois da noite de aventura, Margo desaparece – não sem deixar pistas sobre o seu paradeiro.

    A estréia está confirmada para 24 de Julho!

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA