Vlogs sobre Intercâmbio!
05/04/2015 | Categoria: Intercâmbio, Viagens

Um dos meus maiores sonhos é quando me formar na escola, e depois que entrar na faculdade, investir o meu tempo (e dinheiro, que eu vou ter que ralar pra conseguir) em viagens. Já quero começar a trabalhar no ano que vem, e agora no final de 2015 eu me formo no curso de Inglês; uma das minhas coisas favoritas. Eu gosto muito da língua inglesa, e é algo que eu realmente me dou bem. E olha que é difícil eu falar isso sobre coisas relacionadas à estudo, viu? rs

Pretendo fazer o TOEFL ou o IELTS (provas que precisam ser feitas caso você queira realizar uma pós-graduação fora do Brasil) também, mas vai ser necessário um tempo maior para se preparar.

Depois de visitar a Disney no ano passado (clique aquiaqui e aqui se quiser ler como foi!) a minha vontade de conhecer outros lugares só aumentou; por isso eu passo bastante tempo pesquisando agências de intercâmbio, blogs da galera que mora no exterior e conta em detalhes como é a sua experiência, e os vlogs, claro, que são uma das ferramentas mais legais para descobrir como é morar naquela sua cidade ou país dos sonhos.

O canal Cabide Colorido é da Michelle Alves, de 21 anos e que conta tudo sobre a experiência de ser au pair (os prós, contras, a rotina, o que ela gosta nos EUA, o que ela não curte, e até dicas de como comer de modo mais saudável lá!). Ela mora em Denver, no Colorado, e já visitou vários outros lugares do país bem legais e posta tudo no Youtube. É uma ótima fonte para quem tem curiosidade de saber como é ser au pair, e ver que não é um bicho de sete cabeças, como muitas pessoas falam. O blog dela também tem vários posts sobre o intercâmbio.

Julia Alcântara é de Curitiba e está em Savannah, na Geórgia, na faculdade pelo Ciências Sem Fronteiras, um dos programas do governo federal que te dá a possibilidade de estudar no exterior, com tudo pago. No vídeo, ela explica direitinho os detalhes para quem ainda não conhece muito bem este programa. Vários amigos meus que estão na faculdade já se inscreveram, e eu planejo também quando tiver a chance. Os vlogs dela são bem interessantes, ela conta bem sobre como é a experiência de uma facul nos EUA, além de ser uma fofa. Ela também tem blog, o Tudo Orna!

O Canadá é um dos destinos favoritos dos brasileiros e um dos locais mais seguros para se viver hoje em dia também. Muitas pessoas embarcam para o país e se apaixonam por ele. Também dizem que é um dos melhores locais para os jovens fazerem high school; eu conheço algumas pessoas que foram e elas curtiram bastante. No vlog da Cíntia, ela conta várias coisas sobre o Canadá essenciais para quem planeja fazer seu intercâmbio lá. E há também uma playlist especial em que ela ensina você a desenvolver o seu inglês. O inglês dela é fluente e a pronúncia, perfeita; dá vontade de estudar mais para ficar assim também!


Não tem só EUA, não! No vlog da Juliana Mapa, você confere tudo sobre como é fazer o intercâmbio na França. Diferenças culturais, como é a comida, manias dos franceses, o high school, a experiência de morar fora aos 16 anos, dentre outros. Eu achei os vídeos dela muito legais, e também dá para entender mais como é o estilo de vida da Europa, o high school. Ela explica cada detalhe super bem.

Tem vários outros vídeos interessantes; se vocês curtirem esse estilo do post, eu posso fazer mais! Dá para descobrir muitas coisas pesquisando em blogs, no Youtube. Ou seja, se esse também é um dos seus sonhos, é só correr atrás e buscar o maior número de informações possível!


Trabalhar fora do país (ou estudar).
24/02/2013 | Categoria: Intercâmbio, Viagens

Um dos assuntos mais abordados no blog é o intercâmbio. Nós sabemos que a maioria dos adolescentes sonha com o high school, mas caso você tenha no máximo dezessete anos é possível estudar o ensino médio no exterior. E depois disso? Em que tipos de viagens podemos apostar? Os mais conhecidos são os cursos (de inglês, por exemplo) que rolam nas férias, dos quais podemos aprender mais sobre a língua do local, ou até mesmo au pair, estudar numa faculdade no exterior… Saiba mais!

Au pair

Ser au pair é frequentemente usado como trocadilho para ser uma babá no exterior, o que é super comum nos Estados Unidos. Mas não é bem assim! Diferente da babá, a au pair (que deve ter de 18 à 26 anos) participa intensamente do dia-dia da família, recebe alimentação, acomodação, passagens áreas e a oportunidade de conviver com pessoas diferentes, além de outra cultura e costumes do local. Ela também pode fazer até mesmo um curso em uma universidade americana. Alguns requisitos são necessários: ser solteira e não ter filhos, ter pelo menos 200 horas de experiência em trabalho com crianças, ter carteira de motorista, inglês intermediário e  até o 2° grau completo. Ou seja, essa é uma oportunidade para garotas mais maduras. Saiba tudo!

Estudar e trabalhar

Também é necessário ter no mínimo 18 anos. Essa é uma ideia incrível para quem terminou o ensino médio, ainda não entrou em uma faculdade no Brasil ou quer conhecer o mundo antes de realmente escolher sua carreira. Você pode trabalhar no Canadá ou nos Estados Unidos, investir em cursos ou estágios, enquanto também trabalha até 20h ou 40h horas por semana, sobrando espaço é claro, para conhecer o país, pontos turísticos e ter lazer. Isso pode durar de dois meses, até dois anos. A CI Intercâmbio possui vários pacotes.

Cursos durante as férias

Esse é um que eu, por exemplo, adoraria fazer. Não sei se conseguiria passar seis meses ou um ano longe de casa, por isso, para quem é mais apegado ao lugar que mora (como eu!) pode investir nos cursos, que rolam em Janeiro e Julho, para várias cidades diferentes, como por exemplo San Diego, Vancouver, Edimburgo, dentre outros, variando de EUA, Canadá e Inglaterra. Este, por exemplo, passa pela Inglaterra, tem duração de 4 semanas, e também tem passagem por Paris, França, e vários pontos turísticos. É bom para quem já faz um curso de inglês aqui no Brasil e quer aprimorar a língua.

Mais informações: CI Intercâmbio, Intercultural, STB.


Vlogs de Intercâmbio
16/02/2013 | Categoria: Intercâmbio

Uma das coisas mais legais para quem vai fazer intercâmbio ou que tem apenas curiosidade de saber como é a experiência, é assistir a vídeos de vlogs sobre o que os jovens que estão em outro país contam no Youtube. É uma oportunidade ótima, por isso sugiro que para quem sonha em fazer intercâmbio e já quer ir se planejando, ver muitos vídeos e opiniões diferentes. Muitos canais explicam como é a cultura do país, a galera, a escola, enfim… assim você já vai descobrindo muito mais sobre como é, sem contar que vale a pena ouvir os detalhes da boca de quem está passando por isso (ou passou). Confira algumas sugestões.

O vlog de Alice Bittencourt fala sobre os seus meses de intercâmbio no Canadá. Esse, em especial, é sobre toda a burocracia do visto e os documentos necessários para viajar, que são super importantes, é claro. Por isso, é importante providenciá-los vários meses antes da viagem (até porque, vistos normalmente demoram para serem feitos). Ela explica muito bem sobre isso.

Já o de Paula Cunha tem muitos (mesmo!) vídeos sobre sua experiência nos Estados Unidos. Neste, ela conta sobre um lado do intercâmbio que não é tão positivo, e que pode alertar muitas pessoas que não tem certeza da sua decisão. Quando se quer algo como o intercâmbio, é preciso saber muito bem o que quer e estar aberto à uma cultura totalmente diferente. É legal ver os seus outros vídeos também, ela fala muito sobre escola, comportamento dos jovens dos EUA, comida, e host family.

O vídeo da blogueira Bruna Vieira é para aqueles que vão passar poucos meses no exterior (ou apenas um). Algumas pessoas também apostam na oportunidade de passar algumas semanas em outro país em um curso de verão para aprender inglês, por exemplo. Esse é um que eu adoraria fazer (não sei se conseguiria fazer um high school, algo mais complicado, que dura de seis meses à um ano). E a Inglaterra é uma opção que me parece incrível, eu adoraria conhecer a cultura e o país britânico.

Uma brasileira estudando e morando em Nova York conta detalhes da cidade, como é o dia-dia, e o melhor é que todos os momentos são registrados, então dá pra acompanhar tudo de pertinho nesse vídeo. Eu adorei saber mais sobre a cidade. Vários adultos também escolhem fazer um intercâmbio após a faculdade, e outros jovens, depois que terminarem o colégio e antes do vestibular, assim podem até trabalhar lá fora.


Intercâmbio no Canadá
04/10/2012 | Categoria: Intercâmbio

A tag de Intercâmbio faz sucesso aqui no blog. Na minha opinião, a justificativa é porque cada vez mais as garotas se interessam pelo intercâmbio, que é uma daquelas experiências que com certeza deve ficar marcado para sempre nas nossas vidas. E como sei que vocês querem saber mais sobre o assunto, vim comentar sobre o Intercâmbio no Canadá, um destino que é escolhido por pessoas que gostam de fugir daqueles mais clichês, como os Estados Unidos. No Canadá você também pode aprender bastante o francês, já que uma parte do país fala essa língua.

Se você quiser se informar muito mais sobre o assunto pode acessar o Canada Travel, e o Intercâmbio Canadá, que trazem várias informações para quem pretende fazer essa viagem, além de pacotes diferenciados, como o do high school, viagens para a família e cursos de inglês.

E uma ferramenta muito legal para saber mais sobre o país, sobre o dia-dia dos intercambistas, pela visão de uma garota de 15 anos (que foi a idade em que ela gravou seus vídeos na época) você pode acessar o canal da Alice Bittencourt, que é cheio de vídeos e de relatos de como foi o seu Intercâmbio, antes, durante e depois. Selecionei os meus vídeos favoritos que ela já fez!


Intercâmbio: Cursos de idioma e viagens
16/08/2012 | Categoria: Intercâmbio

Para aquelas garotas que sonham com um intercâmbio mas não gostam da ideia de passar meses (ou um ano) longe da família e do Brasil, existe a ótima opção de viagens pequenas para vários países da Europa ou cursos de idiomas para aprimorar alguma língua que você já tenha pelo menos, o conhecimento básico. O inglês, por exemplo, sempre atrai brasileiros para diversos países com o intuito de aprender mais sobre ele. Viagens por algumas partes da Europa também são bem populares. Reuni algumas informações interessantes sobre o assunto para compartilhar com vocês, que como eu sei, adoram este tema.

Viagens nas férias

Empresas como a CI oferecem viagens para os Estados Unidos no período do recesso escolar. Você pode viajar com um grupo de adolescentes de 14 a 17 anos, praticar esportes e estudar inglês em San Diego, na Califórnia, por exemplo. E é possível escolher vários outros países também. O interessante dessa experiência é que além de aprender outro idioma você também visita vários pontos turísticos, conhece uma nova cultura e cidade, em apenas 3 semanas. Ou seja, para quem é apegado a família, você não fica muito tempo fora de casa e ainda tem tempo o bastante para conhecer o lugar.

Estágios

Para as pessoas que já se formaram na escola e querem conhecer o mundo, a opção mais escolhida são os estágios nos países estrangeiros. Você pode iniciar um programa que dura vários meses (mais de um ano) a trabalho em uma empresa. Você precisa ter experiência e também estar na faculdade. Os trabalhos, como nas áreas de marketing, administração, variam de país para país.

Turismo

Ou se você quer simplesmente viajar para se divertir, sem muitos compromissos, então pode optar pelos pacotes de turismo, que incluem vários países diferentes, como uma tour pela Europa, que passa por França, Espanha, Itália, Paris… É indicado para pessoas acima de 18 anos e familiares incluídos, já que os passeios passam por várias baladas.

O tema vai ser citado mais frequentemente aqui no blog novamente. Acompanhem os próximos posts! 😉


Intercâmbio: Como escolher o destino?
18/03/2012 | Categoria: Intercâmbio

Recebo e-mails de leitoras que adoram a tag “Intercâmbio”, principalmente por abordar vários temas de um assunto que é o sonho de muitas meninas da nossa idade: viajar pelo mundo e conhecer outra cultura totalmente diferente do Brasil é uma oportunidade incrível.

Mas escolher o seu destino também é uma etapa fundamental. De acordo com as suas características e hábitos, é possível escolher um país ou cidade, com climas e comida, do qual você possa se identificar mais e se adaptar melhor durante o intercâmbio. Se quiser conferir alguns detalhes sobre alguns países é só clicar na tag e conferir aqui no site.

Qual é o seu estilo de vida?

Se você gosta de cidades grandes ou prefere morar em menores – onde é mais fácil se relacionar com as pessoas, pelo número menor de habitantes -, ou se gosta de agitação e de lugares calmos, é possível escolher uma cidade parecida com você. Mas não se esqueça que os destinos muito famosos, como Nova York, Londres, dentre outros, nem sempre são as melhores escolhas, pois possuem uma população grande de brasileiros, o que dificulta o aprendizado da língua estrangeira.

Reflita sobre os seus gostos

Prefere morar em lugares de clima tropical ou frio? É sempre importante levar em conta essa questão. A Austrália, por exemplo, tem clima bastante semelhante ao do Brasil, e é uma ótima opção para quem não gosta de inverno e ama praia. Já quem gosta de um frio e sonha em ver neve pode escolher o Canadá, que é famoso pelas temperaturas muito abaixo de zero. E se você é fã de esportes, pretende conhecer várias modalidades diferentes e até gosta dos radicais, a Nova Zelândia é conhecida como “o país do esporte”, com uma infinidade de opções diferentes.

Cidades pequenas

Se você vai fazer high school nos Estados Unidos, por exemplo, com host family e colégios incluídos, muitas vezes não é possível escolher o seu destino, e cidades como Califórnia são bem requisitadas e mais difíceis de encontrar, por isso, pode acontecer de você ficar em cidades menores e mais no interior do país, mas isso não é nenhum problema – os costumes por lá são sempre bem parecidos – é uma ótima chance de se aprofundar ainda mais na língua, e conhecer outros pontos das EUA que você não imaginava, além de que é fácil também se aproximar das pessoas em cidades menores.

O que você quer fazer quando estiver no intercâmbio?

Se você quer viajar pelas cidades mais próximas e conhecer cidades famosas, opte por destinos próximos de toda a badalação. Já se a sua ideia é mesmo conhecer uma cultura diferente, pessoas distintas dos seus amigos e locais perto de onde você está, não precisa ficar em cidades tão grandes. Mas é sempre uma boa ideia pesquisar, conferir várias opções e ter mais de uma ideia para a onde você quer ir. Normalmente as agências apresentam vários planos diferentes, e por isso, é bom ir de mente aberta e pronta para ter novas experiências.


Intercâmbio: Como Convencer Os Pais?
25/02/2012 | Categoria: Intercâmbio

A tag de “Intercâmbio” aqui no site é atualizada frequentemente. Seja com dicas de países (e várias informações sobre eles), para abranger públicos diferentes, e também formas de como realizar esse sonho. Várias meninas possuem interesse em fazer intercâmbio, justamente por que a experiência de conhecer outro país, outra cultura, conhecer pontos turísticos e uma realidade totalmente diferente da nossa é incrível. Mas para isso acontecer, precisamos de uma ajuda essencial de dois pontos: a agência de viagens… e os nossos pais. Eles bancam boa parte da viagem e oferecem o apoio necessário para viajar. Mas, como convencê-los?

Converse sobre o assunto

A maneira de falar com eles sobre o intercâmbio não é simplesmente ter uma ideia e assustá-los logo de cara, afirmando que você quer (muito) viajar. Nada disso. O melhor é passar várias semanas procurando várias informações, como preços, agências, locais e tudo o que é preciso para realizar um intercâmbio. A melhor forma de eles irem aceitando a ideia é se você, um pouco de cada vez, for falando com eles sobre a sua vontade, que é passar um tempo em outro país (estudando, trabalhando ou cursando uma faculdade).

Uma boa dica é acessar o site da CI, uma das maiores agências de intercâmbio do país. Lá, é possível encontrar diversas informações sobre o assunto. Pesquise, e vá falando para os seus pais as informações que você já sabe: sem pressão. Se você tem essa vontade há tempos e eles sabem disso, é muito mais fácil de iniciar o assunto.

Seja independente

Imagine: você está em um país totalmente desconhecido, que nunca foi na vida. Com pessoas diferentes, que não conhece. E sem a presença de ninguém da  sua família. A cena em si pode ser bem apavorante para quem não tem independência e experiência em saber se virar sozinha. E isso é extremamente importante para quem vai embarcar em um intercâmbio.

Conhecer a si mesma, saber viver alguns – vários – dias sem a presença dos pais, ter maturidade o suficiente para encarar novos lugares, sem ter medo do novo, é um dos pontos que conta na hora da viagem. Por exemplo: se sua mãe mal deixa você sair sozinha, é praticamente impossível que ela libere um intercâmbio.

Mas não precisa entrar em desespero! Uma boa forma é buscar liberdade aos poucos. Mostre que você sabe sobreviver sozinha, sem a ajuda dos pais o tempo todo. Se ofereça para ir ao supermercado, ir à alguns lugares a pé, sem carona, mostre que você é madura e sabe lidar com várias situações diferentes. Sabe aquelas tarefas de casa que te “obrigam” a fazer toda hora? Cumpra-as, sem reclamar. Assim, você só mostra que sabe fazer várias coisas.

Dê confiança

Os pais precisam de confiança nos filhos para concordar com um intercâmbio. Não tem jeito. Por isso, cumpra os horários que eles dizem para você. Se sempre chega tarde da noite em casa por causa de uma festa, bate o pé quando eles não te liberam para sair com alguma amiga e por isso inventa de sair de casa sozinha, não tira boas notas na escola… eles não vão achar que você vai se virar bem em outro país.

Ter boas notas é uma etapa importante. Se sair bem na escola, fazê-los conhecer seus amigos mais próximos, mostrar que você cumpre os horários de estudo, sabe conversar muito bem com eles e expor suas opiniões já é um bom início. Não desrespeite os seus pais. No caso, são eles que vão liberar a sua viagem. Por tanto, seja responsável. Cuide das suas coisas, ajude nas tarefas de casa e mostre que você vale a confiança.

Aborde o assunto diversas vezes

Você já sabe que precisa de muita informação sobre o intercâmbio para convencer os seus pais. Mas vale também usar argumentos: seu bom desempenho na aula, sua independência, a ideia de que ter uma experiência em outro país pode te ajudar nos estudos, a ingressar em uma boa faculdade no Brasil, conhecer pessoas diferentes, expandir suas ideias, e até mesmo investir em um bom curso de inglês lá fora.

Aprimorar a língua estrangeira é um ponto forte da viagem. Estudar mais e ganhar experiência para a vida também. Saiba conversar e mostrar os motivos pelos quais você quer tanto ingressar em um intercâmbio!


Intercâmbio: Austrália
27/01/2012 | Categoria: Intercâmbio


A Austrália é uma das melhores opções de intercâmbios para jovens. Além de ser um dos países mais acolhedores do mundo, a sua população é conhecida pela simpatia, e as cidades, por serem limpas, bem organizadas e com pontos turísticos super acessíveis, além de muita atenção para turistas e os adolescentes que estão no intercâmbio. Vários adultos também embarcam nessa experiência, principalmente pelo país ser seguro. O clima é parecido com o do Brasil: quente, cheio de praias, surfistas, temporadas de verão durante todo o ano e população animada.

Informe-se sobre o país

A Austrália é um país do hemisfério sul, localizado na Oceania, que compreende a menor área continental do mundo,  a ilha da Tasmânia e várias ilhas adjacentes nos oceanos Índico e Pacífico. O continente-ilha, como a Austrália por vezes é chamada, é banhado pelo oceano Índico, a sul e a oeste, pelo mar de Timor, mar de Arafura e Estreito de Torres, a norte, e pelo mar de Coral e mar da Tasmânia, a leste. Tem fronteira marítima com a  Indonésia, Timor-Leste e Papua-Nova Guiné, a norte, e com o território francês da Nova Caledónia, a leste, e a Nova Zelândia a sudeste. A língua oficial é o inglês e estima-se que o país tenha 26 milhões, 814 mil e 369 habitantes.

Empresas de intercâmbio para o país

A Austrália Centre é uma empresa de intercâmbio especializada na Nova Zelândia e na Austrália. A Australian Centre oferece seus serviços em todo Brasil e Austrália através de seus escritórios ou de seu eficiente Atendimento On-line, realizado através de e-mail, Skype e MSN. Você pode entrar no site da empresa, conferir tudo sobre ela e agendar sua entrevista.

High school na Austrália

encanta por sua cultura hospitaleira, pela gentileza com os estudantes de todas as partes do mundo e pelo interesse na troca cultural. Na hora de estudar, as diferenças ficam por conta da orientação religiosa e da separação por sexo nas escolas particulares. Ambas dão grande importância aos esportes. Mais informações aqui e aqui.

Sidney, a cidade mais populosa da Austrália

Pontos turísticos

O país tem vários pontos turísticos que estão entre os mais visitados do mundo todo. Além das belas praias, dos cenários, do verão e de muito sol, também estão entre eles museus, parques, teatros, monumentos históricos, galerias de arte, construções históricas e muito mais. As cidades que mais possuem pontos turísticos variados é Sidney, Camberra, Melbourne, Adelaide, Brisbane e Perth. Museus, institutos de arte, jardins, centros de entretenimento, diversas bibliotecas, galerias, memorais, dentre outros.

Cursos de inglês

A Austrália Centre oferece diversos tipos de cursos de inglês, que abrangem várias áreas. Seja para profissionais, iniciantes, com preços especias, promoções, dentre outros. Para todas as idades, confira!


Intercâmbio: Inglaterra
18/01/2012 | Categoria: Intercâmbio

Londres, Inglaterra

A Inglaterra é um dos países mais famosos e mais procurados por jovens de todo o mundo para a prática do intercâmbio, cursar uma faculdade importante, viajar a passeio ou aprender inglês. O motivo? Além de pontos turísticos incríveis, a Inglaterra possui uma população jovem e agitada, diferente e que muda a cultura do mundo todo, principalmente quando se fala de moda, música e cinema. Londres, por exemplo, é considerada uma das cidades mais alternativas entre os adolescentes, que possuem estilo e personalidades próprias. Estão localizadas no país duas das faculdades mais conhecidas do mundo: Cambridge e Oxford.

Informe-se sobre o país

A média estimada de adolescentes que todos anos vão para Inglaterra por meio do intercâmbio é de 600 mil. O Reino Unido compreende a Grã-Bretanha (Inglaterra, Escócia e País de Gales) e a Irlanda do Norte, e é um dos 15 estados membros da União Européia (UE). Seu nome completo é Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte. As temperaturas não são extremas, como no continente europeu. No verão, ficam entre 14 e 22 graus. No inverno, entre 4 e 8 graus. Às vezes, cai abaixo de zero durante a noite. O transporte público é considerado um dos mais caros da Europa. O metro é cobrado seguindo um sistema  da Grande Londres e dos outros locais. Ou seja: quanto mais distante do centro da cidade, mais cara é a passagem. Há também vários tipos de passagens com descontos para turistas.

Empresas de intercâmbio para o país

A London Connexion é uma das mais famosas empresas de intercâmbio para a Inglaterra, e também a que oferece uma variedade grande de pacotes especiais de viagem, para diferentes números de semanas no país. Você pode conferir o site aqui. Possui escritório em São Paulo e diversos meios de contato pelo site. A STB também é super indicada.

Cursos de Inglês ou high school em Londres

Existem diversos tipos de escolas que podem ser cursadas em Londres, de acordo com a sua idade e tipo de intercâmbio. A State Colleges são as escolas públicas (vale lembrar que, no exterior, as escolas públicas possuem nível muito similar as particulares), e elas oferecem os dois últimos anos do colegial para quem está no intercâmbio. É preciso ter de 16 à 19 anos para cursar a State Colleges. Já a Private Schools são as escolas particulares que oferecem todas as séries. Os estudantes podem ficar em casas de família, e outras oferecem a acomodação na própria escola. É preciso ter de 11 à 18 anos. Os detalhes exigidos são ótimo histórico escolar e nível alto de inglês, marcando até 50 pontos no Slep Test. Além disso, é preciso apresentar um histórico escolar dos seus últimos 3 anos em inglês.

Cabines de telefone vermelhas são uma das marcas registradas do país

Pontos turísticos

O país é cheio de pontos turísticos conhecidos pelo mundo todo, além de uma vasta cultura no mundo jovem. A moda britânica é conhecida por lançar diversas tendências, e existem várias lojas de moda alternativa no país. A rua mais famosa de Londres para compras é a Oxford Street. Com mais de 300 lojas, é a rua comercial mais movimentada da Europa. Ou seja, o lugar não pode deixar de ser visitado! Em Liverpool, uma das cidades do país mais visitadas (todo mundo sabe por quê!) possui o Museu dos Beatles, que mostra toda a jornada da banda, como a vida dos integrantes, a música, e como influenciaram o cenário musical (visite o site). O museu de cera Madame Tussauds em Londres, desde a sua abertura há 200 anos atrás, é um dos pontos turísticos mais requisitados. O estilo do museu permite que os visitantes possam chegar perto das celebridades.

Cursos de inglês

Existem várias opções oferecidas pelas empresas de Intercâmbio, e uma das mais famosas é a Kaplan, que oferece vários preços e pacotes. Há mais de 40 anos, eles estão no mercado do exterior, promovendo a interação entre pessoas de diversas idades, além de ser responsável pela moradia e pelos guias de viagens.


Intercâmbio: Canadá
29/12/2011 | Categoria: Intercâmbio

O Canadá é um dos países mais procurados quando se fala de intercâmbio. Ele ocupa grande parte da América do Norte e se estende desde o Oceano Atlântico, a leste, até o Oceano Pacífico, a oeste. Ao norte o país é limitado pelo Oceano Ártico. É o segundo maior país  do mundo em área total, perdendo apenas para a Rússia. As terras do Canadá são habitadas a milênios por uma variedade de povos, sendo um deles os aborígenes. As duas línguas oficias são o inglês e o francês. As duas línguas tem o mesmo estudo nas escolas e nas faculdades para profissões do Canadá, por isso, é importante saber pelo menos o básico delas se você planeja ir à um intercâmbio para o país. 98,5% da população domina o Inglês e o Francês. A província de Quebec, uma das mais conhecidas do país, tem como língua oficial o francês.

Informe-se sobre o país

Uma das etapas mais importantes do Intercâmbio é conhecer bem o país do qual você deseja. O Canadá tem um papel importante na mídia internacional e no mundo, sendo um país independente que apresenta vasta cultura e diversidade. O clima é considerado como frio, nevando no inverno, e o verão não é uma estação muito quente, principalmente pela posição do Canadá no globo. A maior origem étnica do país é relatada inglesa, em 26%, seguida pela francesa 15,8%, escocesa 15,2% e irlandesa 13,9%, sendo as outras etnias abaixo de 10%, como chinesa, italiana e ucraniana. A cidade mais populosa de Canadá é Toronto, seguida por Montreal e Vancouver, a última conhecida pelas suas paisagens e locações de grandes filmes americanos. A capital do país é Ottawa, e é sua quarta maior cidade.

Empresas de intercâmbio para o Canadá

O país possui uma empresa própria no Brasil de Intercâmbio daqui para o Canadá, o Canadá Intercâmbio, conhecida como uma das mais profissionais na área. Tem lojas em São Paulo e no Rio Grande do Sul, além de representantes em todo o Brasil, atendendo diretamente a pessoa que deseja viajar. Na empresa, além do seu curso de inglês você também poderá escolher outros de diversos assuntos, que auxiliam até mesmo no seu currículo. Estão entre eles Marketing, Business, Relações Internacionais,  Música, Teatro, Artes Cênicas, Canto, Fotografia, Pintura, dentre outros. A empresa também dispõe ajuda durante toda a viagem.

Vancouver, a terceira cidade mais populosa do Canadá

Cursos de Inglês no Canadá

Para as meninas que não querem um intercâmbio de High School, ou às vezes preferem uma estadia mais rápida, existem opções de cursos da língua em várias cidades, como Toronto, Vancouver, Montreal, Calgary, Edmonton, dentre outros. Confira como entrar em contato neste link.

Passaporte e Visto

Para quem já tem experiência em viagens do exterior (ou não) saiba que é importantíssimo tirar seu visto e passaporte, caso contrário não é possível viajar. Os países do exterior são mais rigorosos no assunto e nesta página você confere todos os detalhes e regras para tirar o seu visto.

Estude no Canadá

Se você pensa em elevar seu nível de estudos, ou até procura uma experiência única em uma viagem do exterior, o Canadá é uma ótima opção. Ele oferece diversas faculdades diferenciadas, uma delas, que levam os títulos como as mais importantes do mundo. Na ala de cursos rápidos, existem programas de especialização de marketing, administração, vendas, dentre outros. Você pode solicitar o seu orçamento. Já se você quer cursar a faculdade é importante ter um nível alto de inglês e ótimas notas na escola. O nível de inglês deve ser avançado e comprovado através do TOEFL ou IELTS. E também precisa estar formado no Brasil. O ensino do médio do país tem mais um ano no segundo grau, e a maioria das faculdades não aceitam o diploma do segundo ano do Brasil, pois não há equivalência. Para poder se especializar no Canadá, o ideal é cursar um ano de high school no país ou o primeiro ano de faculdade no Brasil.

Montreal

Esportes praticados no país

Os esportes preferidos do canadense é o futebol canadense, similar ao americano, basquete, basebol, e hóquei de gelo. O hóquei é o esporte oficial de inverno no país e também o mais popular entre os adolescentes e adultos. O Canadá é o país que mais se destaca nas competições de hóquei de gelo, tendo o seu melhor desempenho. O lacrosse é o esporte mais antigo e considerado o mais praticado no verão.

Custo de vida

O custo de vida do Canadá é um dos menores do primeiro mundo, abaixo de cidades australianas, americanas e europeias. Os preços são bastante similares aos do Brasil, porém a diferença entre a moradia e a alimentação já é maior. O custo de vida é muito menor do que cidades populares, como Nova York, Dublin, Sydney, dentre outros. O transporte público também é de alta qualidade, e cidades grandes e pequenas possuem seu transporte público. O transporte de Vancouver é chamado de Trasnlink, e o de Toronto, TTC (Toronto Transit Commission).