• screen shot 2017-06-15 at 1.31.34 pm
    Filmes

    Filme: A Morte Te Dá Parabéns

    ver post
  • large
    Playlist

    Playlist: Outubro

    ver post
  • 60ef470bb4bf66d50938e63f82c34ee9
    Beleza

    Cabelo curto para se inspirar

    ver post
  • n
    Looks, Moda

    O estilo da Noora Sætre de Skam

    ver post
  • May 14, 2017
    postado por
    large

    Em Maio as novidades musicais estão sendo muitas (amém). Tem o primeiro álbum solo do Harry Styles, que foi lançado ontem (12/05) e está incrível – eu gostei muito! -, o novo disco do Paramore, após um hiatus de quatro anos, e o EP do Foster the People,  que conta com três faixas sensacionais, e o retorno da Miley Cyrus, com um som diferente. Fica difícil ouvir tudo o que está saindo, mas a nossa playlist pode te ajudar!

    April 28, 2017
    postado por
    tumblr_onl94olRRM1rnjks6o1_1280

    Seria 2016 o ano em que artistas e bandas que não lançam um álbum novo faz um tempão, finalmente voltam? Depois do retorno emocionante de Lorde, as irmãs Danielle, Alana e Este se preparam para trazer novidades. O grupo formado por elas, HAIM, explodiu em 2013 com o álbum “Days Are Gone”, que foi sucesso nas críticas. Elas fizeram turnês e se apresentaram em diversos festivais – uma das suas especialidades – pelo mundo.

    O som das meninas, que é indie rock, é cheio de músicas viciantes e letras poderosas. Os temas variam de fins de relacionamentos a assuntos pessoais. Elas aprenderam a tocar instrumentos bem cedo, já que a música é algo de família mesmo (o pai delas também toca). É incrível ver uma banda formada só por garotas ser muito bem sucedida e mostrando que sim, elas sabem misturar rock’n’roll com pop tão bem quanto as bandas masculinas.

    Girl power é o que não falta nesse grupo. A nova música, que foi liberada primeiramente em uma versão ao vivo, é intitulada de “Right Now” e nos ajuda a matar um pouquinho a curiosidade de como as músicas novas podem ser. O vídeo foi dirigido pelo cineasta Paul Thomas Anderson, nomeado duas vezes ao Oscar. Ele mostra a performance da banda de uma maneira crua.

    April 15, 2017
    postado por
    16864806_683724811815674_3729056636347694725_n

    Astrid S é uma cantora e compositora norueguesa que nasceu na pequena cidade de Berkak, que possui menos de mil habitantes. Durante a adolescência, ela se mudou para Oslo, a capital da Noruega, que possui uma forte indústria musical pop, despontando alguns artistas para outros países da Europa. Astrid começou a aprender a tocar piano aos 6 anos de idade, e desde então continuou praticando e o seu talento musical só aumentou. Ela faz um som inspirado no pop eletrônico da Suécia, e mesmo o norueguês sendo a sua língua nativa, ela canta em inglês: a música norte-americana é uma grande inspiração para ela, mas a cantora ainda mantém as raízes daquele pop europeu.

    Ela começou a ganhar ainda mais espaço quando lançou o seu primeiro EP em 2016, que traz como single principal “Hurts So Good”, que tem mais de 128 milhões de plays no Spotify. A rede social foi um dos locais que mais ajudou a cantora a propagar as suas músicas. Em 2015 ela fez um dueto com Shawn Mendes para o primeiro disco do cantor. “Air” conta com a voz de Astrid, e é uma das músicas mais populares do Shawn. Já em 2016 ela abriu os shows do Troye Sivan, na turnê dele pelos Estados Unidos e a Europa.

    14947686_626120787576077_6647896954496038426_n

    Ela causou ainda mais barulho após o lançamento do seu EP, e com algumas parcerias que fizeram bastante sucesso na Escandinávia, como o feat com o Matoma, um DJ e produtor norueguês. As suas músicas trazem um toque de balada, e as letras são fáceis de ouvir e super chicletes, mas Astrid traz composições sobre romance e também a sua vida pessoal. É uma música pop com conteúdo, por assim dizer. O que mais chama a atenção nela é a sua voz super doce e delicada. É um tom bem diferente do qual estamos acostumados a ouvir nas cantoras atuais, que é bem perceptível na parceria dela com o Shawn.

    Astrid já apareceu na trilha sonora de diversos seriados, como Skam. Em 2015, ela levou o prêmio do MTV Europe Music Awards de Best Norwegian Act, e foi indicada novamente em 2016. No momento ela vai começar uma turnê, em Maio. A cantora ainda não tem planos definidos para lançar o primeiro disco, mas o novo EP vai ser lançado em Maio.

    April 10, 2017
    postado por
    large-2

    Abril está sendo um mês em que eu estou descobrindo várias playlists e músicas novas. 13 Reasons Why, além de ser uma ótima série, também é responsável por um soundtrack maravilhoso, cheio de canções que parecem antigas, mas na verdade são bem atuais. A minha banda favorita, The Maine, lançou o sexto álbum da carreira. A turnê do “Lovely, Little, Lonely” passa pelo Brasil em Julho (quem vai?) e eu tô super empolgada para ouvir algumas músicas ao vivo. Já a série que eu mais curto, Skam, voltou e com isso vem um monte de música boa em cada episódio (a playlist no Spotify é imperdível).

    March 27, 2017
    postado por
    Zara-Larsson-So-Good-2017-2480x2480

    Zara Larsson tem 19 anos: a cantora e compositora sueca já está no mundo da música faz um tempo, mas foi apenas em 2015 que ela estourou de vez com “Lush Life”, e posteriormente com as faixas “Never Forget You” e “Ain’t My Fault”. As cantoras pop européias normalmente trazem um frescor para o mundo da música comercial, com letras mais honestas (que estão presentes nas baladas que Zara escreveu para o seu álbum de estréia). Um exemplo é a Tove Lo, Shura e a MØ.

    O álbum, que foi super aguardado pelos fãs (já que ele havia sido prometido para 2016) traz alguns hits que já conhecemos e faixas novas que focam em mostrar a voz da cantora, que mesmo ainda estando na adolescência, tem um vocal digno de cantoras mais antigas do R&B. Zara explora bastante isso em faixas como “Only You”, um dos maiores destaques. Suas letras acompanham esses momentos (“No one has ever touched me like I touch myself, only you”). “One Mississippi”, que traz como temática um relacionamento tóxico, cheio de vai e voltas e momentos indefinidos, em que o eu lírico confessa não fazer nada para sair daquela situação, é a minha favorita de todo o disco.

    Até mesmo as músicas mais românticas possuem refrões chicletes que grudam na cabeça e que mostram para o que Zara Larsson veio: ela é ambiciosa sim e quer conquistar mais espaço no mercado, principalmente na América, onde ela ainda não é tão conhecida, apesar de ter uma fã base bem forte na Europa.

    2016_ZaraLarson_BellaHoward_07_220916-2

    E depois desse álbum, na minha opinião, Zara tem as ferramentas que precisa para conquistar mais público. Talento e boas composições não faltam: “Make That Money Girl” é sobre o empoderamento feminino. Ela sempre fala sobre o feminismo nas suas redes sociais e questões políticas. A letra da canção é inspiradora e transmite bem a mensagem que a Zara gosta de passar constantemente. “What They Say” segue a vibe de letras sobre ter atitude, e não se importar com a opinião alheia.

    I Can’t Fall In Love Without You” e “Funeral” são baladas românticas com letras poderosas, sensíveis e emocionantes. Essas faixas do álbum não carregam tanto o espirito radiofônico, super presente nas músicas da Zara, mas isso mostra que não é só de possíveis singles que ela vive, e sim que ela é uma compositora capaz de escrever letras incríveis e mais profundas.

    A minha favorita é “Symphony” em parceria com Clean Bandit (que aliás, tem um clipe maravilhoso!). Além da letra ser ótima, a música também é perfeita pra tocar em baladas (ou seja, é o conjunto completo).

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA