• ULTRAVIOLET-2
    Inspire-se, Moda

    Como usar ultra violet, cor do ano segundo a Pantone

    ver post
  • 76e1016f0fda57b12000fa1d570f78e3
    Inspire-se, Moda

    12 looks para o final do verão

    ver post
  • 17-big-little-lies.w710.h473
    Livros, Séries

    Big Little Lies: o livro e a série

    ver post
  • e451465734916b6b2749a68f14416f36
    It Girl, Moda

    As mulheres que eu acompanho na moda

    ver post
  • November 2, 2014
    postado por

    Na última segunda-feira aconteceu o lançamento oficial do novo álbum da Taylor Swift, intitulado de “1989” – referência ao ano que ela nasceu e ao gênero pop e anos 80 que esse novo disco segue – e como de vez em quando eu resenho álbuns aqui pra vocês, vim contar a minha opinião sobre esse, que foi um dos lançamentos mais aguardados do ano. Logo no primeiro dia, o CD ficou em #1 no iTunes de mais de 102 países! Sim. Um recorde. E até agora, ele já foi o álbum que mais vendeu na primeira semana nos Estados Unidos em 2014. A previsão da Billboard é que ele tenha vendido 1,3 milhões de cópias em 7 dias, superando o recorde que até então era da Britney, e se tornando o CD mais vendido do ano.

    A primeira novidade desse novo álbum é que ele é o primeiro da cantora a ser vendido definitivamente como gênero pop. Ela deixou o country oficialmente para trás e se inspirou na década de 80 para criar o conceito do disco. Na versão deluxe, que possui 19 músicas (as três últimas com versões demo para os fãs poderem ouvir como algumas canções foram criadas e a versão original) inclui 13 polaroids da cantora, todos assinados com a caligrafia dela com trechos das músicas.

    As músicas que falam sobre relacionamentos são mais gerais e ela não fala mais sobre o sofrimento de um término e nem fala mal de qualquer ex. Pelo contrário. Nas poucas músicas que o tema central é amor (como “Style”, “Out Of The Woods”, “All You Had To Do Was Stay”, “Wildest Dreams”) ela elogia bastante o cara. Os rumores apontam que as músicas são sobre o Harry Styles, último namoro dela, que aconteceu há 2 anos atrás. Style é uma das mais cativantes do CD.

    Com batidas contagiantes, letras muito chicletes e um amadurecimento ainda maior como compositora, 1989 é com certeza um dos melhores álbuns dela e uma nova fase, bem diferente das anteriores. Temos muitas canções que falam sobre amizade e ser jovem. A que abre o disco, “Welcome to New York” foi escrita com o Ryan Tedder, vocalista do One Republic, e fala sobre NY e o clima da cidade. É bem inspirador.

    “Blank Space”, uma das minhas favoritas, é uma brincadeira sobre como a mídia expõe sua vida amorosa e a relata como uma garota que teve muitos namorados e é carente. A canção é uma zoação com esse jeito que ela é citada pelas revistas, e a canção – que é o próximo single – é totalmente viciante. “I Wish You Would” também, e “Bad Blood” é talvez uma das que mais instigou a curiosidade dos fãs. Fala sobre uma amizade que terminou muito mal, alguém que quebrou totalmente a confiança de Taylor. Os rumores apontam que é para a Katy Perry mas não há nada confirmado. Uma das minhas favoritas é “Clean”, que fala sobre superar vícios e possui uma das melhores letras que a Taylor já escreveu.

    Os críticos elogiaram muito o CD e principalmente pela Taylor ter se renovado bastante. A cada novo trabalho ela consegue criar uma versão diferente para as músicas. Neste, além das influências dos anos 80, tem canções que lembram a Lorde e até mesmo Lana Del Rey. “Blank Space” tem uma batida que parece ter sido tirada do álbum Pure Heroine e “Wildest Dreams”, que conta até com as batidas do coração da própria cantora, é no maior estilo Lana.

    As 3 músicas que estão na versão deluxe também são apaixonantes. “Wonderland” é super agitada e gruda na cabeça, e “You’re In Love” é sobre o relacionamento de Lena Dunham e Jack Antonoff, amigos da cantora. Jack é inclusive da banda Fun e escreveu “Out Of The Woods” com a Taylor e a ajudou no processo de composição de outras letras no álbum. E “New Romance” é sobre alegria, libertação e amizade.

    O álbum vai ser lançado no Brasil dia 11 de Novembro! E os polaroids também vão estar na versão deluxe.

    October 30, 2014
    postado por

    A Halsey é uma cantora norte-americana de Los Angeles, que começou a fazer sucesso na internet há algum tempo atrás (mais recentemente). Com o tempo, ela acabou ganhando bastante atenção nas redes sociais – onde ela é super ativa, e inclusive faz bastante divulgação das suas músicas pelo Twitter e o Facebook – e ela me lembra bastante a Sky Ferreira, tanto no visual quanto nos clipes e algumas canções também. Ah, e tudo o que ela canta é de sua autoria própria. A voz dela é bem poderosa, e fica ótimo nas músicas mais pop, algumas com toque eletrônico, que ela tem.

    Nessa semana, ela lançou o seu EP, o “Room 93″ que estava sendo bem aguardado. Ele alcançou a posição #2 no iTunes no gênero alternativo, que é o oficial da cantora. As músicas falam bastante sobre relacionamento e tristeza também.

    Como já dá pra perceber pelos clipes, ela tem uma pegada indie bem forte. Por isso me lembrou bastante a Sky. A Halsey vive trocando a cor dos cabelos, e não tem muito medo de falar sua opinião sobre tudo nas redes sociais e o Instagram dela também é interessante, cheio de fotos e novidades dos próximos vídeos.

    Eu amo esse cover dela de Birthday, da Katy Perry. Dá pra ver bem como a voz dela é ótima ao vivo também, e ela deu um tom diferente para à música, que é bem pop e ficou muito legal nessa versão acústica.

    January 20, 2014
    postado por

    Se você ainda não ouviu essa banda formada por um trio de irmãs, corre pro Youtube já! HAIM é um grupo de Los Angeles, Califórnia. O gênero delas é em base o rock, mas ele tem toques de pop nas músicas, indie e até mesmo o folk. É formado por Alana, na guitarra, teclado e percussão, Danielle na guitarra e nos vocais, e Este no contra-baixo. Elas tem 22, 24 e 27 anos respectivamente. Além das músicas delas terem todo um toque feminino, as irmãs são super descontraídas, e roubaram o posto de revelação do ano em 2013, por terem lançado o primeiro álbum do grupo, que foi super elogiado pela crítica.

    “Days Are Gone” foi lançado em 27 de Setembro, pela gravadora Polydor Records (que é britânica). Ele teve vários singles lançados, como “Forever”, “The Wire”, “Don’t Save Me” e “Falling.” Os clipes além de serem muito legais, também passam aquele estilo de banda só de garotas. É ótimo ver as mulheres dominando o cenário musical em conjunto. O disco de qualidade gerou bons frutos: elas foram indicadas para o Brit Awards (o Grammy britânico) na categoria de melhor banda internacional, e no NME Awards, em seis categorias!

    Eu fiquei viciada no disco, com o estilo das músicas, com os vocais fortes, e a pegada antiga que as músicas tem.

    É bem difícil não se viciar. Quem gosta de Arctic Monkeys, Phoenix (aliás, elas vão fazer uma turnê com eles!), The Black Keys e outras bandas nesse estilo não vai conseguir parar de ouvir. Abaixo, as minhas músicas favoritas do CD!

    September 28, 2013
    postado por

    2013 é um dos grandes anos da música. Isso todo mundo sabe: as revistas estão falando, os blogs, a Billboard nunca andou sendo tão disputada no hot 100 e novos astros da música estão sendo revelados, sem falar nas cantoras que já tem uma carreira sólida, que estão lançando novos álbuns. Porém, é legal conhecer novas e ficar de olho nas futuras apostas da música (e olha que não são poucas, hein!). Selecionamos as principais e algumas músicas para você ouvir. Algumas delas já estão ai há um bom tempo, mas é agora que estão despontado com seus singles.

    Lorde

    O nome mais falado na segunda metade do ano é da garota que nasceu na Nova Zelândia, de voz poderosa e que tem (apenas) 16 anos. Lorde tem um EP lançado e conquistou o mundo – literalmente – com o single “Royals”, que no momento, está em #3 na parada da Billboard, fato incrível para uma garota que despontou agora na música e já está na parada norte-americana mais importante do meio. Ela também traz uma atitude mais polêmica: afirmou que é feminista, não aprova as músicas de Lana Del Rey e logo após Selena Gomez fazer um cover de sua música, ela afirmou que o hit Come & Get It não era legal pois mostrava uma imagem das mulheres do qual ela já estava cansada. Ah, e ela é a mais nova capa da Billboard chamada de “A nova rainha do alternativo.”

    Gabrielle Aplin

    Britânica, linda, compositora e cantora de 20 anos, Gabrielle emociona a qualquer um que ouve a música “The Power Of Love” que fez muito sucesso no UK chart, seguido do segundo single, “Please Don’t Say You Love Me”, lançado em 2012, que alcançou o sexto lugar. Até 2010 ela já havia lançado três EP’s e feito turnê pela Inglaterra e Europa. O primeiro disco leva o nome de “English Rain”, que debutou em segundo lugar. Ela tem uma bela voz. Merece bombar muito no Brasil também.

    Birdy

    É paixão, amor, vício… o fato é que eu já virei super fã da Birdy desde que ouvi ela primeira vez, com um cover de Skinny Love, do Bon Iver. Um longo tempo depois, após ter lançado o seu debut álbum só de covers e poucas músicas originais, ela lança o segundo CD, intitulado de “Fire Whitin”, lançado em Setembro desse ano. O primeiro single foi “Wings”, que ganhou um vídeo super lindo. A voz dela é doce e delicada. Merece fazer muito sucesso. E ela tem só 17 anos.

    Janet Devlin

    A menina de apenas 18 anos tem uma voz bem romântica, de menina mesmo, com músicas mais agitadas, daquelas que a gente sempre ouve em comercial de TV e vive se perguntando quem canta a música, sabe? Ela conquistou o quinto lugar no The X Factor em 2011, o que acabou dando mais atenção para ela, que lançou o seu primeiro álbum em Outubro do ano passado. Sua banda favorita é Red Hot Chili Peppers.

    Nina Nesbitt

    Super linda, estilosa e loira, Nina é britânica, ex-namorada de Ed Sheeran (inclusive já apareceu no clipe “Drunk” dele) e tem tudo para emplacar de vez. Ela tem alguns EP’s lançados e vários singles que já viraram hits na Inglaterra. Ela é uma grande promessa, até porque já possui vários fãs espalhados pelo mundo. Também faz covers de vez em quando, recentemente ela apresentou um do Frank Ocean. Não deixe de conferir os clipes também, que são bem fofos. Sou apaixonada pela voz dela!

    Iggy Azalea

    Gosta de um pop dançante, de cantoras com vozes mais poderosas? Iggy, que na verdade é uma rapper, despontou no cenário musical em 2012 e promete. Os seus singles, bem agitados, “Work” e “Bounce” chamaram a atenção da imprensa e ela conquistou muitos fãs. Agora, lançou um novo single em parceria com T.I que promete tocar muito nas baladas. Aliás, esse é um dos principais focos da música dela no mercado norte-americano: elas tocam bastante em clubes. Iggy tem 23 anos e nasceu na Austrália.

    Sky Ferreira

    Musa dos alternativos, hipsters, enfim, Sky já faz bastante sucesso no mundo virtual e no da moda faz um bom tempo. Estrelando campanhas, aparecendo em revistas, ensaios fotográficos e (muitos!) posts no Tumblr, ela vai lançar o primeiro álbum no dia 29 de Outubro, mas várias músicas dela já foram divulgadas. Ela faz um pop diferente, com embalo nos anos 80, o primeiro single é a música “You’re Not The One.” Nada comportada, nas últimas semanas ela acabou sendo presa nos EUA por porte de drogas, mas já foi liberada. Nas suas fotos e vídeos, a gente vê uma vibe mais louquinha. Agora, ouça as músicas dela já!

    Não deixe de ficar de olho nessas meninas!

    April 28, 2013
    postado por

    Sabe quando a trilha sonora em si anda chamando quase mais atenção que o próprio filme? Haha! Pois é isso que anda acontecendo com o soundtrack de O Grande Gatsby, filme com super produção Hollywoodiana que estréia no dia 7 de Junho de 2013, estrelado por Leonardo DiCaprio, Carey Mulligan, Tobey Maguire e outros nomes de peso no elenco. A história se passa nos anos 20 e é inspirada no livro lançado em 1925 por F. Scott Fitzgerald, um dos maiores marcos da literatura norte-americana.

    A trilha sonora foi comandada pelo competente rapper Jay-Z, e traz diversos cantores famosos, como Lana Del Rey, Sia, Gotye, Jack White, Beyoncé, The xx, Florence & The Machine, dentre outros. Uma das músicas que mais chamou a atenção foi a versão de Beyoncé para a famosa “Back to Black”, de Amy Winehouse. O álbum será lançado no dia 7 de Maio nos Estados Unidos.

    Confira abaixo as músicas mais legais que já foram divulgadas na integra! É tudo lindo, inspirador, e o filme já ganhou vários pontos só pelas músicas.

    E uma das que eu mais aprovei foi a faixa “Together”, da banda indie britânica The XX, que trouxe uma canção incrível para o longa.

    Vale a pena ouvir todas as músicas.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA