• screen shot 2017-06-15 at 1.31.34 pm
    Filmes

    Filme: A Morte Te Dá Parabéns

    ver post
  • large
    Playlist

    Playlist: Outubro

    ver post
  • 60ef470bb4bf66d50938e63f82c34ee9
    Beleza

    Cabelo curto para se inspirar

    ver post
  • n
    Looks, Moda

    O estilo da Noora Sætre de Skam

    ver post
  • December 17, 2016
    postado por
    skam

    Sabe aquelas séries que te deixam completamente viciado e você assiste todas as temporadas em um final de semana? Foi isso que aconteceu comigo após assistir o primeiro episódio de SKAM, série da Noruega exibida desde 2015 e criada por Julie Andem. A premissa da série é básica: ela fala sobre a vida de jovens que entraram ou estão saindo do ensino médio, seus relacionamentos, e as experiências que praticamente todo mundo vive na adolescência. Mas o diferencial está na construção dos personagens: cada temporada é focada em um, ou seja, nós vemos a visão dele sobre os acontecimentos e os seus problemas.

    A série também tem características inovadoras: antes do episódio completo ser liberado, as cenas que acontecem em “tempo real” são exibidas naquele exato horário no site do seriado, assim como mensagens de texto trocadas pelos protagonistas. Cada personagem também tem a sua conta no Instagram, que é atualizada constantemente. Os temas são atuais e recorrentes: islamofobia, feminismo, crise dos refugiados e doenças mentais ganham destaque em alguns episódios. 

    Even e Isak, o casal foco da terceira temporada

    Even e Isak, o casal foco da terceira temporada

    Até agora, três temporadas já foram exibidas (a season 3 terminou ontem). A primeira protagonista é Eva, uma garota que tem poucos amigos: a sua única companhia é o namorado Jonas, e o melhor amigo dele, Isak. Acompanhamos-na em sua jornada tentando se descobrir, enquanto procura fazer novas amizades. A segunda é sobre a Noora (minha personagem favorita). Ela é independente, feminista e tem convicção das suas opiniões. Só que como nada é perfeito, ela acaba se apaixonando por William, o cara mais clichê que ela já conheceu na vida. E a última, que até agora já é a queridinha dos fãs, aborda o desenvolvimento de Isak, que passou anos fingindo ser heterossexual, até se arriscar de verdade e ter certeza que ele gostava de garotos, e se aproximar de Even.

    Eles abordam temas com profundidade, e ao mesmo tempo, de maneira delicada. Dá para se identificar com os personagens: todos eles possuem diversos defeitos e qualidades, de maneira realista e bem próxima do que nós vemos todos os dias na escola ou na faculdade.

    evak

    A trilha sonora também não deixa nada a desejar. É possível ouvir artistas indies que você já conhece, e descobrir outras músicas e bandas maravilhosas (principalmente da música Norueguesa). Todas as músicas são disponibilizadas no Spotify nessa playlist, atualizada sempre que o episódio é liberado.

    Não deixem de assistir! Eu me tornei fã da série e tenho certeza que vai acontecer o mesmo com vocês. É uma pedida ótima para as férias.

    Assista aqui, aqui e aqui no grupo de fãs da série no Facebook, sem precisar fazer download.

    October 31, 2016
    postado por
    rory-lorelai

    Gilmore Girls é uma daquelas séries que você começa a assistir e se apaixona de primeira pelos personagens e pela história. Depois, fica impossível desapegar deles! Já faz um mês que eu estou maratonando a série na Netflix. Eu tinha vontade de assistir, mas comecei mesmo ao ficar sabendo que uma temporada especial seria lançada em Novembro. E eu não me arrependi. Agora, Stars Hollow já faz praticamente parte da minha rotina!

    Se você, assim como eu estava fazendo, ainda está adiando a sua maratona, eu vou te dar bons motivos para começar a assistir Gilmore Girls. A série começou a ser exibida em 2000 e terminou em 2007, com sete temporadas e 153 episódios. Ela marcou uma geração e foi um dos maiores sucessos de audiência da CW. E ainda hoje possui milhares de fãs.

    large

    A série é feminista

    O feminismo não era nem de perto tão debatido em 2000 como é hoje, principalmente na TV. Mas a série criada por Amy Sharman-Palladino já estava tratando deste tema. A série é protagonizada por duas personagens muito interessantes: Lorelai e Rory – mãe e filha – são melhores amigas e o foco é a relação das duas. Lorelai engravidou aos 16 anos, e criou Rory sozinha, mesmo quando ainda era muito nova. As duas tem muitas semelhanças, mas como em toda relação, elas também tem vários conflitos e ideias diferentes. Todas as personagens mulheres são fortes e complexas. Emily Gilmore, Paris Geller, Sookie, Lane… E as amizades femininas ganham um grande destaque nos episódios.

    Os diálogos tem um formato diferente

    Quando você começar a assistir os episódios, vai perceber que o seriado traz uma dinâmica bem inovadora. Os diálogos são todos rápidos e se aproximam da vida real. Os atores tem uma química incrível contracenando uns com os outros, principalmente Lauren Graham (Lorelai) e Alexis Bledel (Rory). As duas conversam como se fosse a vida real mesmo. Ah, e uma das marcas registradas de Gilmore Girls são as referências! Lorelai e Rory citam praticamente tudo: seja filmes, séries, programas de TV, músicos, artistas… e normalmente fazem piada sobre isso. Então, se você conhece a referência, vai poder rir bastante.

    large-1

    Os personagens te conquistam

    Até a nossa série favorita tem personagens que a gente não suporta. Faz parte. Mas em Gilmore Girls é difícil achá-los. A atuação do elenco é a grande responsável por fazer você se apaixonar pela maioria dos personagens. Eles são engraçados e possuem personalidades únicas. Um dos meus favoritos – e da maioria dos fãs – é o Luke (Scott Patterson). Tem como não gostar do mau humor do personagem e os seus comentários sarcásticos? Também é complicado decidir qual personagem você prefere que fique com a Rory. Dean, Jess ou Logan? Essa é uma dúvida que atinge todo mundo que assiste a série. Eu preciso confessar que prefiro o Jess, mas eu vivo mudando de ideia (menos com o Dean, que é chato zzZZzz).

    Recentemente a Netflix anunciou que iria produzir uma temporada especial, mostrando um ano na vida dos personagens. Cada episódio – serão quatro – terão uma duração de 90 minutos e vai se passar em uma respectiva estação do ano. Os fãs estão ansiosos para saber o destino de alguns personagens. A estreia está marcada para 25 de Novembro. Eu não sei se consigo terminar toda a série até lá, mas estou na expectativa!

    large

    <

    August 20, 2016
    postado por
    large (1)

    Unbreakable Kimmy Schmidt – 2 temporadas (26 episódios) – Download aqui

    Eu comecei a assistir Kimmy Schmidt – criado pela maravilhosa Tina Fey – nas férias de Julho e vi a primeira temporada em apenas dois dias. Quando você começa, é impossível parar! A série de comédia tem como protagonista a Kimmy, uma mulher de 30 anos que foi sequestrada (de um jeito bem cômico) quando tinha apenas 15, por um pastor maluco que fraudou um suposto apocalipse, enganando Kimmy e outras três mulheres, que passaram quinze anos juntas em um abrigo. A história pode parecer meio maluca, mas é uma das séries mais engraçadas da Netflix. Agora, ela quer recomeçar a sua vida, e vai morar em Nova York. Lá, ela conhece Tituss, seu futuro melhor amigo, que é talentoso e quer começar uma carreira na Broadway, e Lilian.

    large (1)

    Cheio de piadas sobre a cultura pop e muitas referências ao feminismo, é difícil não amar os personagens, que são cômicos e muito bem explorados no decorrer dos episódios. P.s: a música de abertura vai grudar na sua cabeça.

    258537

    Stranger Things – 1 temporada (8 episódios) – Download aqui 

    Com certeza você já ouviu falar de Stranger Things, a série mais comentada no último mês na internet. E não é por acaso! Se você ainda não assistiu, vale muito a pena. Sério: não deixe de ver. Sabe aquelas séries envolventes, que te conquistam de um jeito que você termina o episódio e continua horas pensando sobre o que assistiu? Inspirado nos filmes de suspense e sci-fi dos anos 80 e 90, o seriado, criado pelos irmãos Matt e Ross Duffer, faz homenagem a diversos clássicos cinematográficos (a começar pelo pôster de divulgação: te lembrou Star Wars?).

    large (2)

    Tudo começa quando o jovem Will Byers desaparece sem explicações. Sua mãe Joyce – interpretada de maneira incrível por Winona Ryder – não desiste de encontrar uma justificativa válida para o sumiço do filho e continua procurando-o. Nesse meio tempo, um monte de coisas estranhas começam a acontecer na cidade, inclusive o surgimento de Eleven, uma menina fugitiva que possui poderes surpreendentes. Destaque para o elenco excelente, de crianças, passando pelos jovens, até chegar nos adultos. A atuação deles é de impressionar qualquer um. O sucesso foi tanto, que uma segunda temporada já está nos planos da Netflix. Só não se sabe para quando… :(

    The_Fundamentals_Of_Caring_poster

    The Fundamentals Of Caring – 2016 – Download aqui

    Se você quer assistir um filme leve e que te faça dar boas risadas, mas também refletir, The Fundamentals of Caring, estrelado por Paul Rudd, Selena Gomez e o ótimo Craig Roberts (o ator britânico que protagonizou Submarine e também participou de Skins) é uma boa pedida. Ben é um cara meio sem rumo na vida: ele está prestes a se separar da mulher e é desempregado. Após fazer um curso de cuidador, ele consegue um emprego para ajudar o Trevor, um garoto de 18 anos com distrofia muscular. Trevor é meio amargurado, mas ele é engraçado e não perde a oportunidade de tirar sarro de Ben – e de si mesmo -, mesmo que a sua doença o impeça de realizar diversas atividades.

    Os dois embarcam em uma roadtrip juntos nos Estados Unidos. Meio contrariado, Trevor tem medo de realizar a viagem por causa das suas condições de saúde. Mas no meio do caminho, os dois encontram outras pessoas que fazem o trajeto tomar um rumo diferente, e uma delas é Dot, uma garota de idade próxima a dele que vai fazer Trevor se apaixonar. Pode parecer que sim, mas o filme não é clichê: pelo contrário, ele é realista em vários momentos, mas sem perder a graça.

    February 5, 2016
    postado por
    série

    Quero indicar para vocês uma série incrível que estreou faz pouco tempo (então não tem desculpa: ainda dá para se atualizar nos episódios!). The Shannara Chronicles, produzido pela MTV e baseado na trilogia de livros “A Espada de Shannara”, do autor Terry Brooks, é uma das estreias mais legais dessa mid season (período nos EUA que definem as séries que começam a serem exibidas em Janeiro, quando a maioria está em pausa). O seriado tem uma mega produção, ou seja, você pode esperar por cenários muito legais e que transmitem com maestria o universo onde o enredo acontece.

    Milhares de anos depois da destruição da nossa civilização, a Terra é dividida em o que é conhecido como Quatro Terras, cujos habitantes são uma mistura de raças, incluindo elfos, anões, trolls, gnomos e seres humanos. No centro está a família Shannara, cujos descendentes são capacitados com magia antiga e cujas aventuras continuam a mudar o futuro do mundo. Quando a história começa, as forças escuras e terríveis que se pensava estarem confinados por anos, começam a escapar.

    Quando Amberle, uma jovem princesa élfica; Wil, o último descendente da família Shannara; e Eretria, uma Rover humana, aprendem que apenas eles têm o poder de parar o avanço do mal, eles formam uma aliança. A missão aparentemente impossível para salvar o mundo, torna-se uma viagem de auto-descoberta, enquanto eles encontram a força interior para superar a auto-dúvida e o medo, e abraçam seus destinos.

    A protagonista dessa história é a princesa Amberle (Poppy Drayton), que precisa liderar uma missão para salvar a Ellecrys, uma árvore sagrada. Cada folha que cai dela representa um novo demônio que é liberado para a Terra. O enredo é cheio de mitologias interessantes, que vamos descobrindo aos poucos em cada episódio. O elenco também é super competente e os personagens são complexos. A Eretria (Ivana Baquero), uma nômade, vai roubar a sua atenção: ela completa o triângulo amoroso entre Amberle e o Will (Austin Butler). Mas a série, mesmo sendo teen, foge daqueles clichês de sempre e te surpreende bastante. Em outros arcos da história, também temos o Allanon (Manu Bennett) que é um druida e feiticeiro, e o Bandon (Marcus Vanco), que pode ver as possibilidades do futuro e a morte de quem o toca.

    shannara

    Se você gosta das séries feitas pela MTV, provavelmente também irá gostar de Shannara, que traz um diferencial com ótimos efeitos especiais e personagens femininas fortes. Eretria, Amberle e a comandante Tilton são guerreiras natas e conquistam de primeira quem assiste. A audiência anda bem e é provável que ela seja renovada para uma segunda temporada. A season one tem dez episódios confirmados até agora.

    shannara1

    • Você pode fazer o download dos episódios em torrent aqui e assistir online aqui.
    • Se você, como eu, já está viciado, não deixe de conferir o Shannara Brasil, site da série que sempre tem novidades.
    January 17, 2016
    postado por

    Durante o ano eu quase não tive tempo para ver séries, mas quando as férias chegaram eu aproveitei o tempo para me atualizar nas minhas séries favoritas e começar novas, principalmente as do Netflix, que são as que eu mais gosto no momento (vamos combinar que eles arrasam na produção e nos roteiros). Depois de me apaixonar por Jessica Jones – na minha opinião a melhor estreia de 2015 -, eu comecei Sense8 e Narcos, que foram muito elogiadas. E também conferi lançamentos. Pega a pipoca!

    sense8

    Sense8 – Download

    Tá a fim de assistir uma série incrível e que não vai deixar você descansar (literalmente) até terminar todos os episódios? Sense8, que foi lançada em Junho do ano anterior, é imperdível. Uma das melhores séries que eu já vi, e a história é meio complexa e cheio de mistérios (que você só consegue entender mais após cada episódio) e nos apresenta oito personagens, espalhados por lugares diferentes no mundo, que se conectam entre si de várias formas. Se não bastasse isso, eles são perseguidos por uma corporação que deseja descobrir mais sobre eles, e ameaça suas vidas. Riley é uma DJ que vive em Londres, Will é um policial de Chicago, Kala é uma indiana, Capheus vive na Quênia, Lito é um ator mexicano de sucesso, Wolfgang é um ladrão de cofres na Alemanha, Nomi é transexual e mora em San Francisco e Sun trabalha em uma empresa da família na Coréia do Sul.

    O elenco da série é maravilhoso e vai te prender. Os personagens são muito bem elaborados e você vai conhecendo-os aos poucos, se identificando com a história de cada um deles e como elas podem se conectar (quando a gente menos espera). Ah, e os personagens coadjuvantes também não deixam a desejar: Alfonso Herrera sim, do RBD  interpreta o Hernando, e a namorada de Nomi, a Amanita, traz Freema Agyeman para o mundo das séries novamente depois do final de The Carrie Diaries. A maioria dos atores tem nacionalidades diferentes; todos falam inglês na série, mas é possível perceber o sotaque carregado. A Netflix mais uma vez samba trazendo uma série com diversidade e etnias distintas, do jeito que tem que ser!

    A segunda temporada já foi confirmada e vai ser lançada este ano.

    Narcos

    Narcos – Download

    Se você ainda não assistiu Narcos, corre! Depois de ver tantos elogios sobre o seriado eu resolvi assistir e terminei em uma semana. A trama é bem viciante e te deixa muito intrigado para descobrir o que vai acontecer em seguida. Só o desempenho impressionante do brasileiro Wagner Moura como protagonista já é um motivo excelente para você assistir. Sim, a atuação do Wagner é tudo isso que estão falando, e mais um pouco. Ele interpreta com maestria o famoso traficante Pablo Escobar, que é um mito até hoje na Colômbia. O enredo conta a história do cartel de drogas de Medellín, que já foi um dos mais ricos e violentos do mundo. A série é narrada pelo agente da DEA, o Steve (Boyd Holbrook), que tem como parceiro Javier Penã (Pedro Pascal, seu lindo).

    A série foi indicada como “Melhor Série de Drama” no Globo de Ouro e o Wagner – como a maioria já sabe – como “Melhor Ator” pelo seu papel. Infelizmente eles não levaram os prêmios, mas eu estou torcendo para que as indicações rolem de novo para o ano que vem: Narcos merece muito e foi a minha segunda estreia favorita do ano. A série é dirigida pelo José Padilha, brasileiro que é responsável pelos filmes Robocop, Tropa de Elite 1 e 2, Rio Eu Te Amo e outros longas consagrados.

    Sem título

    Shadowhunters estreou nesta semana, no dia 12, na ABC Family. Baseado na popular série de livros “Os Instrumentos Mortais” de Cassanda Clare, ela estava sendo aguardada pelos fãs com muita expectativa. Depois que o filme foi lançado e não agradou a maioria, a esperança era que o seriado trouxesse a essência da saga. Até agora, só dois episódios foram exibidos. Eu assisti o primeiro e não dá pra formar aquela opinião ainda, mas eu posso dizer que me agradou muito mais que o filme. Eu achei fiel ao livro – na medida do possível – e gostei bastante da atuação do Dominic Sherwood como Jace. Agora, é esperar para ver se a série vai nos surpreender positivamente! (Download)

    Mr. Robot foi uma das estreias mais elogiadas do ano: tanto que conquistou o Globo de Ouro por melhor série dramática. Sabe aquelas séries em que você não consegue entender tudo de primeira, e tem que continuar assistindo para compreender melhor? Mr. Robot, que tem como protagonista o Elliot (Rami Malek) um programador que trabalha durante o dia e a noite, exerce suas habilidades como hacker, é justamente assim. A história é cheia de pontas em aberto que vão te deixar curioso. Os atores são ótimos e o Rami Malek surpreende e consegue interpretar com habilidade um personagem que é solitário, ansioso e que não tem habilidade nenhuma para se comunicar com outras pessoas. Quem gosta de séries sem tanta ação, mas com tramas inteligentes, vai curtir. (Download)

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA