• 447788_m1495676403
    Filmes

    Filme: Extraordinário

    ver post
  • 24852431_1643305065692964_7543332303222915697_n
    Playlist

    Playlist: Dezembro

    ver post
  • image009-800x450
    Séries

    Série: Atlanta

    ver post
  • Design sem nome
    Música

    As mulheres indicadas ao Grammy

    ver post
  • March 31, 2015
    postado por

    O final de Março e inicio de Abril tá cheio de estreias incríveis no cinema! Vou confessar que às vezes eu posso nem estar muito empolgada pelo filme em si, mas vou por aquela pipoca doce e salgada muito boa (sério, a do cinema favorito aqui da minha cidade é sensacional). Vou aproveitar o feriado e tentar conferir pelo menos um desses lançamentos. E vocês?

    Ponte Aérea

    Desde que eu assisti o trailer de Ponte Aérea pela primeira vez, a minha expectativa para assistir o longa ficou enorme. Principalmente porque sempre vemos muitas comédias em filmes nacionais, mas romances? São poucos. Com Caio Blat e Leticia Colin como protagonistas, o filme conta a história de um casal que se conhece por acaso em Belo Horizonte por causa de um voo que foi desviado. Eles ficam e até aí, nada demais, porém o casal vai se reencontrar e um romance entre eles vai começar. Amanda é de São Paulo, e Bruno, do Rio. Eu li críticas positivas, então, preciso assistir já!

    Cinderela

    O que realmente me chamou a atenção desta nova versão de Cinderela foi o elenco, que é composto de atores muito talentosos. Começando pela Cate Blanchett, que interpreta a madrasta má; a fada madrinha é a Helena Bonham Carter, e o príncipe, o Richard Madden, de Game of Thrones. E a princesa é a Lily James, que está conquistando espaço no mundo cinematográfico em Hollywood (ela já atuou em várias séries). Sem falar que eu confesso, quase nunca perco essas adaptações da Disney. Amei Malévola me surpreendeu positivamente, por exemplo. Ah, e o próximo lançamento já foi escolhido: Mulan também vai ganhar versão em live-action!

    Insurgente

    Ok, já faz um tempo que Insurgente estreou e eu provavelmente estou atrasada, mas ainda não consegui conferir o longa, que traz mais cenas de ação e também um desenvolvimento no romance de Tris e Four. Os dois são perseguidos pela Jeanine e o enredo fica mais intenso (quem ai também já leu os livros? É de tirar o fôlego!). E preciso confessar que sou apaixonada pelo Theo James.

    Para Sempre Alice

    Minha mãe leu o livro e simplesmente amou! Então, estou bem ansiosa para assistir o filme também, já que a Julianne Moore ganhou um Oscar pela sua atuação, e a Kristen Stewart também recebeu críticas positivas. A história fala sobre alzheimer, uma doença séria enfrentada por muitas pessoas e que vive sendo alvo de debates nos dias atuais. Alice descobre sofrer de alzheimer, e vai ser um grande desafio ela e a família aprender a viver com isso. A relação dela com a filha, que sempre foi meio conturbada, também é um dos focos.

    April 12, 2013
    postado por

    Estranho é apaixonar-se, amar, viver intensamente durante alguns meses e anos e depois tudo se estabilizar novamente. Sabe o que aconteceu? Paixão. Sim, aquela coisa que vira tudo de cabeça para baixo e torna os dias mais longos, de algum modo, e cada momento que você vive bem mais intenso. É como se todos os sentimentos estivessem ligados na última potência, no último volume, e nada, nem ninguém, pudesse tirar aquilo de você. Por que de uma forma ou de outra, quando se tem algo verdadeiro, aquilo pode ser (quase) mais forte que qualquer outra coisa.

    E olha, levo tempo para deixar tudo de lado, viu. Esquecer então, se torna uma tarefa praticamente impossível depois que você vivencia o sentimento mais louco que alguém já pode ter vivido. Mas o que me faz pensar, muito tempo depois que tudo aconteceu, é como os casais brigam, se desfazem, deixam tudo pra trás e depois são como estranhos um para o outro.

    Esse é o mais engraçado dos namoros, das paixões (mesmo que rápidas) ou dos amores longos. Você conhece alguém, começa a se interessar e então tudo acontece. Pode ser correspondido ou não, tanto faz, cada um sabe muito bem o que sente. Mas o que parece ser incompreensível é o fato de você já ter gostado muito de alguém, e mesmo que as coisas mudem muito, a ideia seria que o sentimento não passasse.

    Mas passa. Passa sim, mesmo que não seja rapidamente. E é muito estranho, quase desconfortável, você sentir que as coisas acabaram. Porque estava tão acostumado a sentir aquilo tudo, e agora, as coisas beiram a indiferentes. Sim, é exatamente isso que virou: indiferença total. Claro que as coisas que aconteceram antes, no passado, ainda ficam bem marcadas nas nossas memórias e lembranças, talvez pouco para um e muito para outro, mas o que me deixa na dúvida é como somos capazes de sentir tantas coisas durante um tempo, e depois, tudo se tornar algo que nem pode chegar a ser bonito ou compreensível como o amor era.

    Pode se tornar raiva, desprezo, ou no melhor dos casos, uma amizade. Uma lembrança boa, uma coisa que deixe saudades. E quando simplesmente não se torna nada, apenas penso que as pessoas deveriam guardar algumas coisas para si mesmas. Pois foram essas coisas que nos fizeram crescer, mesmo que tudo tenha doído ou não e você agora agradeça por sentir apenas tolerância.

    Mas eu não sei… eu nunca namorei, mas quando vejo aquelas frases sobre ex namorado bom é aquele que está longe, etc, me vem o pensamento que alguém que nos marcou tanto não pode ter se transformado em algo ruim. Talvez só o que eu deseje seja que, depois de um tempo, o sentimento forte não se transforme em nada simplesmente. Se transforme em algo memorável. Que apenas deixe saudades depois.

    P.S: Mas indiferença, acima de tudo, pode até ser algo bom.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA