• A-Star-Is-Born-2
    Filmes

    Filme: Nasce Uma Estrela

    ver post
  • Dot1-5IXsAAJulw
    Música

    Playlist: Outubro

    ver post
  • DoVfpN9W0AE3KCZ-2
    Comportamento, feminismo

    #EleNão em Florianópolis, capital de Santa Catarina

    ver post
  • 1018-allure-cover-shoot-rihanna-braids-blue-eyeshadow.png
    Make, Moda

    A revolução de Rihanna com a Fenty

    ver post
  • Junho 24, 2018
    postado por

    pexels-photo-382167

    Em dias como esse, chuvosos na alma e quentes no coração, eu me pergunto onde estou.

    Mas não fisicamente.

    Onde os meus pensamentos estão? Será que o meu corpo cansado ainda consegue caminhar mais alguns quilômetros até o auge da minha sensibilidade? Será que eu tenho coragem o suficiente para mergulhar dentro de mim e responder às minhas próprias perguntas?

    A questão é que eu sei as perguntas e sei as respostas.

    Eu sei o que se passa aqui e acolá. Eu não sei é admitir que sei.

    É aterrorizante perceber que nas minhas mãos cabem o meu destino e parte do destino das pessoas ao meu redor.

    E se eu não quiser mais a companhia de ninguém, o que devo fazer? Apenas jogar as memórias no fundo do oceano e tentar nadar para o raso?

    Eu sou um oceano e eu não sei lidar com rasos.

    Eu sou o fundo do oceano e só sei lidar com fundos.

    Talvez, em dias como esse, eu deva apenas afundar no fundo das palavras e vomitar os sentimentos que engoli.

    Se os meus olhos, sóbrios ou não, enxergam a abundância no lugar da escassez, isso significa que eu posso nadar contra a correnteza que grita dentro de mim?

    Talvez.

    Junho 17, 2018
    postado por
    OS QUERIDINHOS DO INVERNO

    No inverno o meu bom e velho sapato favorito é o coturno. Eu confesso que nunca tiro ele dos pés (no verão também não!), mas na última estação eu comecei a variar e a buscar outros estilos que também ganharam espaço no meu coração. Os sapatos com verniz, por exemplo, são definitivamente os que eu mais usei nos últimos meses. Neste inverno de 2018, além das botinhas pretas que nós já conhecemos, tivemos algumas novidades, como o vermelho e o branco roubando espaço nas prateleiras.

    OS QUERIDINHOS DO INVERNO-4

    A bota e o coturno preto sempre serão um dos ítens essenciais em um guarda-roupa. Se você investir em um bom coturno (o meu é da Cravo e Canela), ele vai durar durante anos. Eu já enfrentei neve, frio abaixo de -5C, e ele continua firme e forte para ser usado em mais alguns invernos. Também é legal de apostar em outras cores de coturno, se você prefere sair do básico e não usar um look só com cores sóbrias.

    OS QUERIDINHOS DO INVERNO-2

    Eu já comentei anteriormente aqui no blog: nessa estação, não teve pra ninguém: o vermelho dominou os sapatos nas vitrines. As cores não são fechadas ou puxadas para o vinho; a pedida é um vermelho bem vibrante mesmo. Ele ganhou os looks das fashionistas no inverno lá fora, e agora chega aqui também. O modelo mais visto é a bota justa, usada com a calça mais curta e desfiada no tornozelo; mas se você gosta de ousar, também dá para fazer à lá Rihanna.

    OS QUERIDINHOS DO INVERNO-3

    Nas últimas estações, a cor branca já aparecia em looks total white, mas de uma maneira mais timida. Agora ele veio para ficar nos pés, se tornando o destaque da produção. Se você prefere tons que não são tão chamativos – fugindo do vermelho, por exemplo – o branco é uma boa pedida. Ele vai bem com peças básicas e jeans. Mas também é possível misturar com outras cores, como a dupla vermelho e rosa na primeira foto.

    Junho 10, 2018
    postado por
    4b9477e124aafe2457f31836952ca16c

    O final de Maio trouxe um monte de clipes novos e Junho também está seguindo o mesmo caminho. A maioria dos lançamentos ocorreram no mundo da música pop: clipe novo de Selena Gomez (com uma pegada vintage e bem legal), novo vídeo de Hayley Kyoko – que sempre faz um trabalho sensacional -, em parceria com a Kehlani. No inverno eu sempre gosto de playlists mais calminhas, mas confesso que a desse ano é uma mistura de dois humores. Vem ouvir!

    Junho 3, 2018
    postado por
    How-to style_

    Não há dúvidas: o acessório mais quente desse inverno é o óculos vintage, principalmente o cat eye, que aparece em diversas cores diferentes (o vermelho e o preto são as mais populares). Mas há diversas opções disponíveis, seja qual for o seu estilo. Mais discreta ou fashionista, é possível achar versões nas lojas de departamento, online e no câmelo também (minha amiga encontrou um modelo vermelho por R$80,00). Tudo depende da qualidade que você está buscando e do seu modelo favorito. A dica é sempre ir procurando, mas o que não falta são lugares para achar o seu!

    Duas primeiras imagens: @jaygrafias/Jayme João

    Duas primeiras imagens: @jaygrafias/Jayme João

    Esse modelo das duas primeiras imagens (usado por mim e pela minha amiga) é um vermelho mais clássico com um cat eye mais discreto. O interessante dele é que ele se torna o destaque em qualquer visual, seja ele mais básico ou não. O acessório faz toda a diferença. Eu particularmente sou apaixonada por vermelho, então essa é definitivamente minha cor favorita de cat eye. Já o preto da última foto é aquele modelo certeiro, que nunca sai de moda.

    Design sem nome

    O acessório é escolha favorita de Gigi Hadid, que foi uma das celebridades que popularizou o modelo. Não importa se é verão ou inverno: ele combina bem com looks de calor e de frio. Se você gosta de versões diferentes, aposte também nas armações coloridas, afinal, não só de vermelho e preto vivem o cat eye. Esse amarelo é bem charmoso!

    ÓCULOS VINTAGE

    Separamos algumas opções online para que você encontre os seus de maneira mais prática:

    • The Vintage Shop: Esse é o e-commerce do site Steal the Look. Nessa seção, que corresponde somente à roupas e acessórios vintage, você encontra os óculos cat eye preto e vermelho. Cada um deles custa R$129,00 (ou 5x de R$64,50). Também há outros modelos antigos.
    • Enjoei: Se você quer encontrar acessórios e óculos em boa qualidade e por um ótimo preço, o Enjoei é definitivamente uma das suas melhores opções. Vale lembrar que na descrição do produto eles avisam se ele já foi usado ou não (alguns estão bem novinhos). O primeiro está R$50,00 e o segundo R$99,00.
    • Ziovara: O grande destaque da Ziovara é ter um monte de opções diferentes de óculos vintage e cat eye, incluindo versões estampadas até com animal print. Os preços começam em R$65,00 e vão até R$99,00. São muitas versões diferentes!
    Maio 29, 2018
    postado por

    pexels-photo-681794

    Para todas as almas perdidas, escrevo de coração:

    eu espero que você saiba que eu entendo a sua necessidade de continuar fugindo de si mesmo. Eu entendo que você precisa morar em lugar nenhum, porque é lá que todos nós habitamos e pertencemos. Nossas mentes são tão cheias de pensamentos que não conseguimos nos concentrar nas coisas mais básicas da vida. Mas me responda: o que é básico? Respirar é algo básico?

    Respirar é difícil e trabalhoso, você me diz. Eu escuto e concordo. Nós somos almas perdidas, nós temos flores que não param de crescer em nossos corações. Apesar de serem bonitas, elas nos impedem de respirar. Não mate as flores. De alguma maneira misteriosa, a sua essência conseguirá emergir e você irá aparecer novamente.

    Você é um oceano de sentimentos e o ato de respirar, às vezes, é um tornado aquático atrapalhando a sua existência no mapa.

    Mas quando você estiver no auge da sua bagunça, você irá olhar para o céu roxo e perceber que o universo é tão grande que é capaz de aguentar todos os seus pesos. A partir disso, você não estará mais sozinho – existe uma constelação inteira aguardando o melhor momento para intervir e trazer a calmaria para as suas águas confusas.

    Não continue tentando se encontrar – as respostas virão. E mais perguntas. E mais respostas. E mais perguntas. E mais vida e mais morte. E tristeza e vazio. E felicidade e intensidade. Apenas continue.

    E quando você estiver continuando e tentarem te arrancar a liberdade ao perguntarem o que você quer ser quando crescer,

    que você tenha forças para levantar a mão o mais alto que puder e diga “eu não quero crescer.”

    Eventualmente o seu corpo vai crescer, mas isso não significa que você vai, de fato, crescer. Não é preciso envelhecer a alma para envelhecer o corpo.

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA