• d66ce951f1e176b5424b87e2a6a84dec
    Comportamento, feminismo

    Podcasts que eu amo e indico #1

    ver post
  • Arte por Camila Rosa (@camixvx) no Instagram.
    Amor, Comportamento

    Ficar sozinha me torna confiante

    ver post
  • ee1bf6647f89d2b3cbd6c9d5643ead8d
    Textos

    Talvez

    ver post
  • ef5be07191f28d76d6fd874d513e286a
    Playlist

    Playlist: Junho

    ver post
  • Junho 21, 2019
    postado por
    ef5be07191f28d76d6fd874d513e286a

    Junho trouxe diversos lançamentos do pop. Essa é a época do verão lá fora, e normalmente os artistas aproveitam esses meses para lançar novos projetos. Taylor Swift anunciou que o seu novo álbum, intitulado Lover – e bem diferente da última era, Reputation -, vai sair em Agosto. O novo single, You Need to Calm Down, trouxe a participação das drag queens de RuPaul e outros artistas, como Hayley Kyoko e até Katy Perry.

    Mas quem andou me chamando a atenção nas últimas semanas foi a Bea Miller. Ela surgiu em meados de 2014 no The X Factor, e desde então não parou a sua carreira musical, lançando EPs e um primeiro álbum, antes mesmo de sair da sua adolescência. Nessa nova fase, as suas músicas ficaram mais maduras e com letras que misturam o pop e o eletrônico (lembrando um pouco a Billie Eilish em alguns momentos). Sem falar na sua estética na nova fase: os clipes são sensacionais.

    Maio 20, 2019
    postado por
    tumblr_ou8k3mvTdE1qb7my9o2_1280

    Carly Rae Jepsen explodiu na indústria musical com Call Me Maybe, mas os bons amantes da música pop a conhecem por outro motivo: o álbum Emotion, lançado em 2015 e com inspiração direta dos anos 80, foi muito elogiado pela crítica e ganhou o coração de todos que apreciam uma letra honesta e sensível sobre amor. Esse é um dos principais assuntos das letras de Carly: se apaixonar, terminar, amor não correspondido, de uma maneira que mistura o disco com versos viciantes. Dedicated foi produzido por Jack Antonoff, que também foi o responsável pelo Melodrama de Lorde e o 1989 de Taylor Swift.

    A canadense já havia lançado a alguns meses atrás um EP com três músicas, “Now That I Found You”, “Your Drug” e o single carro-chefe, “Party For One”. As canções dão um gosto do que é o quarto álbum de estúdio da cantora, que diferente do Emotion, fala mais sobre estar em um relacionamento, e logo depois, o fim dele.

    Fevereiro 16, 2019
    postado por
    39674606_723455701379941_4863327731393232896_n

    A playlist de Fevereiro trás algumas descobertas musicais que foram a trilha sonora do meu mês de Janeiro e que eu não consigo parar de ouvir nesse mês! O EP do trio boygenius, formado por três artistas antigas na cena do indie rock – Julien Baker, Lucy Davos e Phoebe Bridgers -, foi considerado um dos melhores discos do ano pela Pitchfork, importante site de crítica musical. Cada uma possui sua carreira individual, mas de maneira espontânea elas se uniram, trocaram ideias pela internet e gravaram o EP com seis faixas, em apenas quatro dias em Los Angeles. As mulheres, aliás, dominaram com força a música alternativa em 2018: Lindsey Jordan, do Snail Mail, foi um dos maiores destaques, tendo apenas 19 anos.

    Dezembro 1, 2018
    postado por
    d7c4f8272df21bdae9d45345439cf090

    Dezembro chegou com álbuns novos à pleno vapor, já no primeiro dia do mês. Tivemos o lançamento do tão aguardado terceiro álbum da banda britânica The 1975, que não lançava inéditas desde 2016. “A Brief Inquiry Into Online Relationships“, trás a evolução do grupo de diversas formas: seja nas letras – que abordam as drogas, a superação dos vícios, o medo da morte, relacionamentos, traições e o mundo moderno -, ou nos instrumentais (que a banda sempre apostou) como o jazz, mas que dessa vez, aparecem para ficar e dão uma sonoridade ainda melhor para o grupo. É um álbum para se ouvir do início ao fim, é diferente, criativo, e tem até uma narração da Siri em “The Man Who Married a Robot.”


    Agosto 7, 2018
    postado por
    9b3125d14ad66e48c294f29f8107af96

    A playlist deste mês é toda inspirada, na verdade, nas músicas que eu ouvi no final do mês de Junho e marcaram a minha viagem para Nova York. Quando eu estou numa cidade viajando, eu gosto de prestar atenção em quais músicas estão tocando na rádio, nas ruas e nas lojas, e nos artistas que eu não ouço muito aqui no Brasil. No dia 21 e 22 eu fui ao show da Taylor Swift (foi uma experiência maravilhosa que vou contar depois), e antes dos shows algumas músicas ficam tocando, e elas também me fazem lembrar daqueles dias incríveis!

    NYC é um dos lugares mais inspiradores que eu já conheci e essas músicas transmitem pelo menos um pouco da emoção e da energia – que você nunca sente em outro lugar -, de como é andar por aquelas ruas.

    Para quem quiser ouvir mais, eu fiz uma playlist completa no Spotify <3

    subir
    elas disseram TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 // DESIGN POR SARA SILVA